Notícias

Cofundador do Beach Boys pede que o grupo não se apresente em convenção de apoio à caça de animais

Brian Wilson pediu a ajuda de fãs na elaboração de uma petição de protesto


Richard Shotwell / Invision, via Associated Press

Brian Wilson, cofundador e ex-integrante da banda Beach Boys pediu aos fãs nesta segunda-feira, 03/02, que se juntassem a ele na elaboração de uma petição de protesto contra a apresentação do grupo em um evento nacional de caça. A atração estava programada para esta quarta-feira, 05, na Convenção Internacional Safari Club em Reno, Nevada.

Utilizando a sua conta pessoal em uma rede social, Wilson afirmou ser “enfaticamente contrário” à caça e divulgou a petição que já consta com 90 mil assinaturas. A petição leva a seguinte provocação: “Não seria legal se todos os Beach Boys ficassem longe daqueles que matam por diversão?” Wilson também pediu aos fãs que boicotem as músicas e os shows da banda até que o grupo se retire da convenção e se oponham, publicamente, à prática da caça.

A petição menciona que Donald Trump Jr. é um dos palestrantes da convenção e inclui uma foto dele com o irmão, Eric Trump. Ambos são notoriamente caçadores ávidos. Donald Trump Jr. falará no sábado, de acordo com a programação divulgada pela organização do evento. Ainda segundo a organização, a participação de Jr. faz parte de um leilão para uma caçada de veados de cauda preta no Alasca.

O porta-voz de Jr. disse que ele “está ansioso por ser discurso e que teria orgulho em adicionar o nome de Brian Wilson à lista de elites liberais de Hollywood”. A Sociedade Humana dos Estados Unidos se manifestou a respeito da convenção e descreveu o evento como “uma reunião de pessoas que comemoram o assassinato, a compra e a venda de animais mortos para se gabar”.

Brian Wilson participou da primeira formação do grupo Beach Boys, criado em 1961, ao lado dos irmãos, Carl e Dennis Wilson, do primo Mr. Love e de um amigo, Al Jardine. Wilson deixou a banda ainda na década de 1980. O único do grupo a se manifestar sobre o assunto foi Mr. Love. Ele afirmou que “todos estão ansiosos por uma noite de boa música e, como sempre, apoiamos a liberdade de pensamento e expressão como princípios fundamentais americanos”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More