Jornalismo cultural, Notícias

Grupo leva comida vegana para mais de 400 famílias em SP

Trabalho que surgiu sem pretensão se transformou em banco de alimentos veganos para pessoas em situação de vulnerabilidade (Fotos: Divulgação/Rango Solidário na Pandemia)

Durante a pandemia de coronavírus, alguns cozinheiros vegetarianos de São Paulo (SP) decidiram se unir para contribuir com a população carente da cidade. Ou seja, quem enfrenta mais dificuldades nesse período de isolamento social.

A iniciativa deu origem ao grupo Rango Solidário na Pandemia, que já funciona como um banco de alimentos veganos e transformou em rotina o auxílio às pessoas em situação de rua e às famílias em situação de vulnerabilidade na periferia.

Para fazer a diferença na vida dessas pessoas, o grupo distribui “cestas mais do que básicas”, como define a Chef Damodara, lembrando que o Rango Solidário entrega produtos de higiene, além de alimentos.

O objetivo da ação é distribuir cestas que atendam as famílias beneficiadas por pelo menos 20 dias sem precisarem sair de casa. “Muitas delas recebem também frutas e verduras para complementar a alimentação da criançada”, informa Damodara.

E não para por aí. O Rango Solidário também distribui comida vegana quentinha e água fresca para as pessoas em situação de rua.

A Chef Damodara explica que oferecer produtos sem nada de origem animal é importante porque os idealizadores pregam esse estilo de vida por respeito aos animais.

A ação já atendeu durante esta quarentena mais de 400 famílias com a ajuda de pessoas físicas e jurídicas. “Essa união de pessoas e recursos está dando apoio também a pequenas ações em toda a cidade.”

Para conhecer melhor o trabalho do Rango Solidário na Pandemia e saber como colaborar, acesse a página do grupo no Facebook – clique aqui.

Doações também podem ser feitas através de conta bancária ou boleto. Para solicitar os dados bancários ou a emissão do boleto, entre em contato com Yolanda M. Jaque – Chef Damodara pelo WhatsApp – (11) 98117-4517.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Para evitar abandonos, pet shop doa ração para animais de famílias carentes em MG

Foto: Arquivo Pessoal/Michele Dal’ava

Para evitar abandonos por conta da crise financeira gerada pela pandemia de Covid-19, a proprietária de uma pet shop em Poços de Caldas (MG) decidiu doar ração para animais tutelados por famílias carentes. “Sem dinheiro para comprar a ração do seu amigão? Pegue aqui! Não abandone seu animal”, diz a placa colocada em frente à loja.

“As pessoas quando ficam com fome sabem pedir, sabem onde procurar. Os animais de rua e os que estão sendo abandonados não sabem. Eu gosto muito de animais, então foi o jeito que eu encontrei de ajudar durante a pandemia”, contou ao G1 a proprietária da loja, Michele Dal’Ava.

Michele se inspirou na atitude de uma padaria da cidade, que doou alimentos para as pessoas.

“Abri um saco de ração de gato e um de cachorro, coloquei na porta da loja, e escrevi no quadro que se alguém estivesse sem dinheiro que poderia pegar. Fiz uma coisa bem simples porque minha loja é pequena, mas foi a forma que encontrei de ajudar. Nessa época está aumentado muito o abandono de animais”, disse.

A proprietária da loja não divulgou a iniciativa. Apesar disso, o ato solidário dela teve bastante repercussão.

“Meus clientes estão achando a ideia muito legal e as pessoas que precisam já estão vindo aqui pegar. Eu gostaria de ajudar mais, mas não tenho condições, quem quiser doar ração para ajudar também, nós distribuímos”, afirmou.

Interessados em colaborar, formando uma rede de solidariedade, devem procurar Michele na pet shop, localizada na rua Barão do Campo Místico, no Centro de Poços de Caldas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Prefeitura amplia atendimento veterinário gratuito em Santos (SP)

Para ampliar o serviço, a administração municipal inaugurou a terceira unidade de saúde animal do município


A Prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, ampliou a capacidade de atendimento veterinário gratuito para famílias de baixa renda da cidade, em atendimento a um requerimento do vereador Antonio Carlos Banha Joaquim (MDB).

Reprodução/Diário do Litoral

Para ampliar o serviço, a administração municipal inaugurou a terceira unidade de saúde animal no Jardim Botânico Chico Mendes, no bairro Bom Retiro.

“Muitos animais acabam sendo abandonados ou morrem por falta de atendimento adequado por causa do alto custo, por isso a importância de o município oferecer serviços de internação, exames e cirurgias gratuitamente à população mais carente, que não tem recursos para socorrer o seu animal”, afirmou o parlamentar ao Diário do Litoral.

A expectativa é de que a nova unidade faça de 800 a mil atendimentos e 500 castrações por mês. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na Rua Amadeo Barbielini s/nº.

O serviço é destinado prioritariamente para animais tutelados por famílias de baixa renda da região onde a unidade está localizada e dos morros, que já estejam castrados, com exceção de emergências. Animais não castrados devem ter a cirurgia agendada por seus tutores na unidade.

O local tem capacidade para realizar 12 consultas diárias, além de retornos e emergências. A unidade conta com sala para fluidoterapia, dois consultórios, quatro banheiros (dois com acessibilidade), copa, área administrativa e recepção, além da unidade cirúrgica móvel em um trailer para cirurgias agendadas e emergências.

O edifício, antes usado como depósito pela Coordenadoria de Paisagismo, foi reformado com recursos de uma verba parlamentar do deputado estadual Caio França. O trailer para realização de cirurgias foi adquirido por meio de uma emenda do deputado federal Ricardo Izar.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Belo Horizonte ganhará primeiro hospital público veterinário de Minas Gerais

O hospital oferecerá consultas, cirurgias de pequeno porte, castrações e exames laboratoriais


O primeiro hospital público veterinário de Minas Gerais, destinado a famílias de baixa renda, será inaugurado em outubro na cidade de Belo Horizonte.

Foto: Pixabay

“Ofereceremos consultas, cirurgias de pequeno porte, castrações e exames laboratoriais a animais de cidadãos que não possuam condições de arcarem, financeiramente, com os mesmos procedimentos”, explicou ao portal O Tempo o deputado estadual Osvaldo Lopes (PSD-MG), que idealizou a clínica AMA (Amigos da Medicina Animal), como é chamada.

O local funcionará de segunda a sexta-feira e os atendimentos serão feitos mediante entrega de senhas. Inicialmente, serão distribuídas 20 senhas diárias. A clínica está situada em um prédio cedido pela prefeitura, no bairro Madre Gertrudes.

“É um imóvel que estava abandonado desde 2009 e, dentro daquela simplicidade de fazer funcionar, nós vamos entregar o prédio reformado. São coisas simples, em que se gasta pouco, e que a cidade tem um ganho, um custo-benefício muito bom”, afirmou o prefeito Alexandre Kalil (PSD).

Equipamentos e insumos necessários foram comprados por meio de emenda parlamentar. No local, trabalharão médicos veterinários e funcionários vinculados à parceria entre a Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa), o Conselho Regional de Medicina Veterinária e a Universidade Newton Paiva.

A clínica AMA funcionará na rua Pedro Bizoto, 230, no bairro Madre Gertrudes.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Projeto quer ampliar castrações gratuitas de cães e gatos no Paraná

Minimizar os problemas de superpopulação de cães e gatos semidomiciliados ou em situação de abandono nas ruas de cidades paranaenses e promover equilíbrio entre saúde pública e bem-estar dos animais são as propostas do Castramóvel, veículo adaptado para a esterilização animal gratuita, e que está sendo levado aos municípios paranaenses em parceria com as prefeituras e instituições protetoras.

(Foto: Divulgação)

O Castramóvel, projeto do deputado federal Osmar Bertoldi (DEM), está sendo apontado como uma alternativa para ampliar políticas públicas de saúde animal e um reforço para reestruturar programas de educação e contribuir para difusão de campanhas de vacinação e de adoção e também ações em favor da guarda responsável e de combate ao abandono.

Até hoje, já compraram os castramóveis as prefeituras de Palmas, Rio Banco do Sul, Paranaguá, Ivaíporã. Pato Branco, Cascavel, Toledo, Corbélia, São Mateus do Sul, Campina Grande do Sul, Almirante Tamandaré, Dois Vizinhos, Fazenda Rio Grande, Paranavaí, Assis Chateaubriand, Cambé, Céu Azul, Colombo, Jaguariaíva, Pinhais, Quatro Barras e Tibagi. “No Paraná, serão 80 veículos”, destaca Bertoldi, ao custo de R$ 120 mil cada. Esses municípios irão adotar os veículos como ferramenta de trabalho na área da saúde pública, completa o parlamentar.

A principal finalidade do projeto é servir a pessoas mais carentes que não têm condições de pagar uma esterilização particular, que gira em torno de R$ 400 a R$ 500, ou até mesmo da castração popular promovida por entidades de proteção animal, ao custo de R$ 100 a R$ 150. É bom lembrar que a castração é vantajosa para o animal e também para as pessoas.

Médicos veterinários observam que a cirurgia previne doenças do aparelho reprodutivo em machos e fêmeas e também aumenta o tempo de vida dos animais. Um dos benefícios do Castramóvel é contribuir para um controle de natalidade de cães e gatos errantes, reduzir os perigos da procriação sem controle e promover a prevenção de zoonoses que podem afetar os seres humanos.

Bertoldi coloca que muitos tutores dão abrigo, comida e água, mas deixam os animais domésticos soltos. Geralmente procriam e são recolhidos para ter os filhotes, que, posteriormente serão doados sem nenhum critério. O projeto pretende contribuir para reforçar a responsabilidade das pessoas para com um cão ou gato a fim de que elas passem a saber que deixar os animais livres nas ruas sem serem castrados contribui para a proliferação de zoonoses e outras doenças, além de expor os animais a riscos – de atropelamento, envenenamento, agressão – e configurar maus-tratos, punidos por lei.

Fonte: Jornale

​Read More
Notícias

Piraquara (PR) vai oferecer castração gratuita para animais de famílias de baixa renda

41
Foto: Prefeitura de Piraquara

Para tentar diminuir a população animal de rua, a Prefeitura de Piraquara criou o Projeto de Castração de Cães e Gatos, que vai oferecer a esterilização gratuita de animais de famílias de baixa renda. O projeto também prevê a conscientização da população em relação ao bem estar animal e à guarda responsável.

Como funciona

Para garantir o benefício, as famílias de baixa renda que desejam castrar seus animais devem comparecer na administração do Cemitério Municipal Bom Jesus dos Passos, em Piraquara, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, com a carteira de identidade (original e cópia), CPF (original e cópia), comprovante de residência (original e cópia) e o comprovante de inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CADÚnico).

Ao concluírem o cadastro, as famílias são encaminhadas para as outras etapas do processo, que incluem o agendamento da consulta do animal junto aos veterinários para realização de exames de triagem e laboratoriais. Após essa etapa, o animal retornará à clínica, em data marcada, para a realização da castração e microchipagem (identificação do animal).

A Prefeitura da cidade declarou que o pós-operatório do animal é de responsabilidade das famílias, conforme instrução prévia, porém, ainda é integrado ao benefício à retirada dos pontos, vacinação e recebimento da carteirinha, 15 dias após a castração.

Animais de rua

Para atender aos animais de rua, a Prefeitura de Piraquara criou o Centro de Triagem Animal, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, que visa recolher os animais em situação de risco ou agressivos em vias públicas. O espaço destinado para esses animais é exclusivo para casos específicos, atendidos por meio de protocolo ou em caráter emergencial que envolve maus-tratos de animais. Os bichinhos recolhidos também serão castrados e microchipados.

Serviço

Cadastro Projeto de Castração

Local: Cemitério Municipal Bom Jesus dos Passos

Endereço: Rua Alexandre Gugelmim, 10 – Vila Juliana

Telefone: 3590-3805

Fonte: RIC Mais

​Read More
Notícias

Oeiras oferece consultas veterinárias a famílias carenciadas

(Imagem: divulgação)
(Imagem: divulgação)

O projeto tem em vista a prestação de cuidados médicos veterinários gratuitos nos CAMV – Centros de Atendimento Médico-veterinários e Universidades de ensino veterinário aderentes ao projeto, em tratamentos pré-definidos, mediante a atribuição de cheques veterinários.

A adesão da Câmara Municipal de Oeiras a este projeto far-se-á através da assinatura de um protocolo com a Ordem dos Médicos veterinários, que será celebrado no próximo sábado, dia 1 de novembro, às 11H30, no Centro de Apoio ao Animal, no Jardim Municipal de Oeiras. O documento será assinado pela Bastonária da Ordem dos Médicos Veterinários, Laurentina Pedroso e por Paulo Vistas, presidente da Câmara Municipal de Oeiras.

Pela relevância desta cerimónia protocolar, decidiu-se celebrar a data através da realização de um programa de animação dirigido a toda a família, incluindo os animais de companhia, que decorre durante a manhã de sábado, a partir das 10H00, no Jardim Municipal de Oeiras.

Esta iniciativa começa às 10H00, com uma sessão de contos com Sofia Maul e António Gouveia e com pinturas faciais e modelagem de balões. Às 11H00 tem lugar um atelier de Animação da Leitura.

Uma nota de destaque ainda para o facto de, no âmbito da mesma política de apoio ao animal levada a cabo pelo Município, ter começado também recentemente a ser distribuída gratuitamente ração às famílias carenciadas residentes no concelho de Oeiras que têm a seu cargo animais domésticos.

A oferta dos alimentos é da Animalife, utilizando para o efeito instalações cedidas pelo Município de Oeiras, nomeadamente o Centro de Apoio ao Animal, localizado no Jardim Municipal de Oeiras, um serviço destinado a prestar apoio a animais vadios ou errantes, bem como a animais à guarda do Município, promovendo a saúde dos mesmos e a sua esterilização, entre outros.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Desporto na Linha

 

​Read More
Notícias

Projeto voluntário atende animais de famílias carentes na Baixada Santista (SP)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Um projeto tem ajudado a muitos animais de comunidades carentes da Baixada Santista. O vereador Roberto Rautenberg, de Santo André-SP, criou uma Organização-Não-Governamenta (ONG) chamada ‘Amo ani+’, com a finalidade de atender aos animais de populações sem poder aquisitivo para levá-los a veterinários. Uma clínica ambulante circula por 27 cidades.

Cadu Barbosa, vereador de Praia Grande, solicitou uma junção de projetos, e o ‘Veterinário no Bairro’ foi criado, atendendo às nove cidades da Baixada Santista.

Hoje há apenas uma clínica fixa. Mas em 2014, uma será criada somente para a Baixada Santista, além das circulares, que atendem a uma cidade por dia, sem nenhum custo.

Os patrocinadores geram o dinheiro necessário para locomoção do veículo, e a prefeitura da Cidade que será atendida, fornece os medicamentos para cuidar dos animais. Rautenberg diz que pretende ter três polos até o final de 2014.

Fonte: Voz Caiçara

​Read More
Notícias

Animais de famílias carentes e desabrigadas receberão ajuda

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

As famílias carentes e desabrigadas, que vivem com animais domésticos e são apoiadas pela Associação CASA, vão receber ajuda para cuidar das necessidades básicas dos seus “melhores amigos”, através de uma parceria de duas organizações.

O apoio resulta de uma parceria entre a Associação CASA – Centro de Apoio ao desabrigado e a Associação Animais de Rua (AR), que se dedica à esterilização e proteção de animais em risco.

Em comunicado, a parceria ARCA explica que a iniciativa visa ajudar as pessoas apoiadas pela Associação CASA que vivem com animais domésticos, que “são, muitas vezes, os seus únicos amigos e companheiros”, mas “não têm capacidade para cuidar das necessidades básicas destes membros da família”.

“Para que quem perdeu tudo não perca também os seus melhores amigos” é o objetivo das duas associações que pretendem, desta forma, “garantir alimento, esterilização e cuidados básicos de saúde veterinária aos animais domésticos de todos os beneficiados pelo CASA”.

Fonte: DN Portugal

​Read More
Notícias

Vereador sugere construção de hospital para animais

Foto: Reprodução/internet

Curitiba (PR) pode ganhar um hospital público veterinário. A proposta é do vereador Jair Cézar (PSDB), que está pedindo ao prefeito Luciano Ducci (PSB) que seja inserida no plano de obras do município a construção de um estabelecimento deste tipo, para que as pessoas de baixa renda possam dispor de tratamentos aos seus animais.

“Animal não pode ter status social. Sendo todos iguais, precisam dos mesmos cuidados, o que não está ocorrendo hoje em Curitiba. Animal de pessoas menos favorecidas está vivendo sem cuidados médicos e muitas de suas doenças estão atingindo as crianças que convivem com eles, havendo, portanto, várias razões para nossa preocupação”, afirma Jair Cézar.

De acordo com o vereador, à primeira vista pode parecer absurdo, mas, se analisada com critérios, a proposta é justa e oportuna, uma vez que as crianças merecem cuidados e também os animais. “Temos certeza que, com a quantidade de cursos de medicina veterinária em Curitiba, não faltará mão de obra especializada para tratar de nossos animais, principalmente os que perambulam sem rumo e sem cuidados pelas ruas da nossa cidade”, conclui.

Fonte: Bonde

​Read More