Notícias

ONGs de defesa dos animais vão protestar contra sacerdote acusado de sacrificar animais

Integrantes das ONGs Fala Bicho e Suipa, que atuam na área de defesa dos animais, irão à Delegacia do Meio Ambiente do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira, para protestar contra o sacerdote de candomblé, Fernando Maurício, acusado de sacrificar animais em seus trabalhos espirituais.

Conforme adiantou a coluna de Ancelmo Gois, desta quinta-feira, o religioso prestará depoimento à polícia nesta manhã. Muçulmanos, judeus e integrantes da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) também irão ao local em solidariedade a Fernando Maurício.

Fonte: O Globo

​Read More
Notícias

ONG denuncia Marcelo Dourado, do BBB, por apologia a maus-tratos de animais

A ONG Fala Bicho apresentou uma representação ao Ministério Público do Rio de Janeiro, alegando que o lutador fez apologia ao crime. Ele disse no reality show que, para combater o estresse, costuma chutar poodles – e apologia a maus-tratos contra animais é crime.

Os fãs do lutador bombardearam a organização com críticas. No fim da tarde de terça-feira, 6, Sheila Moura, presidente da entidade, colocou uma resposta aos ataques em seu blog.

A polêmica começou quando Dourado disse no reality show que espantava o estresse chutando poodles. A ONG afirmou que ele fez apologia ao crime de maus-tratos contra animais e entrou na Justiça.

Sheila Moura diz que os fãs a acusaram de querer usar Dourado para promover sua ONG, mas ela se defende. “Não preciso me aproveitar da ‘fama’ de ninguém porque tenho valores. Meu dever é sempre reagir à manifestação, qualquer que seja, contra o direito animal. Nunca deixei de cumpri-lo. Agrade ou não a quem quer que seja. Lei é lei”, disse.

O texto ainda explica que agressão a animais é crime previsto no art. 32 da Lei de Crimes Ambientais de nº 9605/98 e diz por que a ONG ficou tão ofendida com a declaração de Dourado. “Mesmo de brincadeira, um crime não deve ser sugerido como forma de desestresse após um dia de trabalho”, diz Sheila.

No fim do texto, a presidente da ONG ainda dá um conselho aos fãs de Dourado. “Amar nossos ídolos é legal, porém não reconhecer seus erros é uma forma de desqualificar nossa capacidade de amar”.

Além de gostar de chutar os cachorros, Marcelo Dourado tem fobia dos animais. Durante sua visita ao programa “Mais Você”, ficou morrendo de medo de Belinha, a poodle de Ana Maria Braga. Questionado pela apresentadora, ele afirmou que tem pavor dessa raça de cachorro, mas não sabe de onde vem o trauma.


Dourado e a poodle Belinha (Foto: Reprodução)

Fonte: BBB10


​Read More
Notícias

Promotores de evento de exploração de touros anunciam tourada no Brasil

Por Lobo Pasolini  (da Redação)

O Grito do Bicho, o blog da ONG carioca Fala Bicho, alerta que, segundo artigo publicado pelo O Barriga Verde, de Santa Catarina, “o mês de março de 2010 promete grandes atrações para os amantes de tourada e espetáculos espanhóis. De 3 a 7 de março, Jaraguá do Sul sedia o 1º Rodeio Indoor Europa.”

Segundo informações da publicação, “o evento é uma idealização de César Borba, responsável pela Texas Company e que já promoveu o mesmo rodeio por dois anos na Espanha. Porém, essa é a primeira vez que esse tipo de evento vem para o Brasil.”

Touradas são proibidas no Brasil pela Constituição de 1988, portanto é no mínimo estranho que uma publicação noticie esse fato sem checar a legalidade do evento e que a prefeitura esteja conivente com a promoção de um ato ilegal. Por isso os órgãos responsáveis devem ser alertados.

Para se manifestar junto à prefeitura de Jaguará do Sul, cuja prefeita é Cecília Konell, entrar em contato com chefiadegabinete@jaraguadosul.com.br. Outros contatos: assessor Marcos (marcos.gabinete@jaraguadosul.com.br) e assessora Marlene (marlene.gabinete@jaraguadosul.com.br). A ouvidoria pode ser contactada pelo telefone 0800 642-0156, pessoalmente ou por e-mail: ouvidoria@jaraguadosul.com.br

O Fala Bicho pede que quem escrever envie com cópia oculta para falabicho@falabicho.org.br.

​Read More
Notícias

Campanha publicitária criada pela DPZ desrespeita animais

Por Fernanda Franco  (da Redação)

Um anúncio veiculado pelo jornal O Globo, nesta semana, retratou com descaso a crueldade praticada contra os touros durantes as touradas. A campanha, idealizada pela agência DPZ e aprovada pela ABP (Associação Brasileira de Propaganda), causou revolta a grupos de defesa e proteção animal.

imagem de um touro ferido em peça publicitária da dpz

A ONG “Fala Bicho”, que atua desde 1993 pela conscientização dos seres humanos sobre  a importância do direito à liberdade dos animais, entrou em contato com o presidente da ABP, Cyd Alvarez  para expressar a indignação da sociedade diante da aprovação de um material publicitário que incita a violência contra os animais.

A protetora Sheila Moura suspeitou de alguma intenção política por trás da campanha, já que durante a semana passada deputados federais lutaram para retirar os animais domésticos da lei de crimes ambientais objetivando liberar as touradas e incentivar os rodeios e vaquejadas no Brasil. Por essa coincidência, Sheila considerou a campanha “estúpida” e repleta de mensagens subliminares.

Na tarde da última quarta-feira (26), Sheila questionou Cyd Alvarez sobre o ocorrido (ouça aqui a conversa na íntegra), que teria declarado que a campanha não tinha nenhuma intenção de ofender a luta pelos direitos dos animais. “Ele se comprometeu perante a opinião pública e a todas as ONG´s de proteção animal a propor uma forma como corrigirá essa tragédia”, afirmou a protetora. Segundo Seila, o presidente da ABP também teria garantido que a campanha não tinha qualquer vínculo político partidário com grupos que defendem a crueldade contra animais.

Cyd, que se comprometeu em escrever uma carta de retratação (pedido público de desculpas) por ter supostamente compreendido a violência contida na peça publicitária, no entanto, defendeu em email enviado ao “Fala Bicho”, hoje (28), o que ele chama de “liberdade de expressão”, afirmando que os materiais já publicados serão mantidos até o dia 13, sendo esse o “meio termo” praticado por eles, em consideração às colocações apontadas pela ONG sobre a incitação à violência contra os animais.

Para protestar contra a campanha:

Site da ABP – http://www.abp.com.br/contato/index.asp
E-mail da ABP: abp@abp.com.br
Presidente ABP: Cyd Alvarez  – cyd.alvarez@nbscom.com.br
Direção de Marketing: Marion Green

Dono da DPZ – zaragoza@dpz.com.br
Criação/DPZ: diego@dpz.com.br, fernandorodrigues@dpz.com.br, filipe.raposo@dpz.com.br

Site do CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) – http://www.conar.org.br

Ficha Técnica da Campanha:
Cliente: ABP – Associação Brasileira de Propaganda
Produto: Festival Brasileiro de Propaganda 2009
Aprovação: Cyd Alvarez, Marion Green
Direção de Criação Executiva: Diego Zaragoza, Fernando Rodrigues
Diretor de Criação: Filipe Raposo
Criação Impressos e Filmes: Filipe Raposo
Criação Spots: Filipe Raposo, Fred Coutinho e Antônio Guerra.
Ilustrações: Filipe Raposo
Criação Design: Filipe Raposo

​Read More