Notícias

Gato é torturado até a morte ao ser colocado em máquina de lavar roupa

Um gato foi morto de forma cruel na Rússia. Para se vingar da ex-namorada, Ivan Vasiliev, de 37 anos, colocou o gato tutelado pela mulher dentro de uma máquina de lavar roupa.

Ivan Vasiliev matou o gato da ex-namorada de forma cruel (Foto: Divulgação)

O ato bárbaro foi filmado pelo homem, que encaminhou as imagens à mulher. “Lavei-o, mas ainda está vivo. Você vai voltar para casa?”, escreveu o homem ao fazer o envio das imagens pelo celular. A vingança promovida por ele se devia ao fato da mulher ter terminado o relacionamento que havia entre os dois.

O gato sobreviveu à primeira vez em que foi colocado na máquina, mas morreu, logo em seguida, após a tortura ser repetida. Dessa vez, Vasiliev programou um ciclo de lavagem com água extremamente quente e a 800 rotações por minuto. A crueldade foi tamanha que o gato não resistiu.

Desesperada, a mulher voltou para a casa do namorado, à procura do gato. Mas, ao chegar no local, o encontrou morto. Ela, então, pegou seus pertencentes, que ainda estavam na residência, e foi até uma delegacia, onde prestou queixa pelo crime cometido por Vasiliev. As informações são do CM Jornal.

A princípio, o homem negou ter matado o gato, mas, depois, confessou o ato cruel. Vasiliev foi condenando a um ano de prisão por maus-tratos a animais mas, lamentavelmente, teve a pena suspensa e permaneceu em liberdade.

​Read More