Notícias

Algarve vai ter habitats para cavalos marinhos

Os membros do projeto “Seahorse”, querem criar novos habitats para cavalos marinhos através da instalação de estruturas artificiais na Ria Formosa em Algarve, Portugal, local conhecido por possuir uma das mais densas comunidades do mundo.

O projeto, que tem como principal objetivo a conservação dos cavalos marinhos no mundo, é constituído por um grupo de especialistas de todo o planeta, incluindo Portugal, onde já foram feitos diversos estudos sobre a comunidade, de acordo com a agência Lusa.

A perda de habitat devido às dragagens e a circulação descontrolada de barcos podem ser algumas das causas para o declínio da população de cavalos marinhos na Ria Formosa, que em uma década diminuiu em cerca de 85%.

A ideia de instalar estruturas na Ria Formosa visa promover a fixação de cavalos marinhos em zonas onde sua concentração é difícil, já que esses animais preferem habitar pradarias marinhas, nunca deixando os ovos desprotegidos.

Segundo Miguel Correia, biólogo e membro do projeto, os cavalos marinhos são muito sedentários e costumam agarrar-se a algo para não serem arrastados pela corrente, como conchas, bóias de sinalização ou armadilhas.

“A estrutura deverá antes ser testada em laboratório e os materiais que a constituem não deverão ser de metal ou ferro de forma a não serem libertadas substâncias nocivas para o ambiente”, explicou.

O projeto deverá ser implementado em parceria com o Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve e o Parque Natural da Ria Formosa

Fonte: Diário IOL

​Read More