Notícias

Animais são abandonados em terreno baldio em Pelotas, RS

Foram cerca de 20 cachorros abandonados em apenas um mês. Cadelas com crias, ninhadas inteiras com poucos dias de vida, são deixadas em um terreno baldio localizado na avenida Ferreira Viana, próximo à rótula que dá acesso ao Laranjal.

Quem conta é uma moradora do bairro Areal, que diz presenciar rotineiramente o descaso da população, já acostumada a usar o lugar como depósito de entulhos e cemitério de animais. “A gente vê carros e charretes passando ali e jogando lixo, animais mortos, e agora estão deixando animais vivos também”.

Depois de entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses e receber a resposta de que a Prefeitura não pode recolher os animais porque o Canil Municipal está lotado, a moradora alimenta os filhotes e procura articular adoções.

“Mesmo as ONGs (organizações não governamentais) de apoio aos animais estão sem capacidade para receber mais cães”, diz criticando a resistência dos tutores em fazer a castração dos mascotes. “É a única forma de fazer com que esse problema não aumente ainda mais”, explica.

Cada vez mais cães abandonados

A moradora percebeu o abandono de animais se intensificando no local há cerca de três semanas, quando encontrou uma cadela com sete filhotes. “Como eles eram bonitos e estavam saudáveis, consegui que cinco fossem adotados rapidamente. Os outros dois que ficaram eu acho que alguém que passou na estrada levou. Achei que o problema estava resolvido”.

Uma semana depois, no entanto, outros cinco filhotes apareceram. Um deles morreu por feridas ocasionadas por parasitas e outro foi encontrado atropelado em uma das vezes que voltou ao terreno para alimentar os cães. Poucos dias depois, mais sete cachorros foram abandonados.

“As pessoas deixam gatos também, mas principalmente cadelas, que em geral são mais rejeitadas.

Fonte: Pelotas Mais

​Read More