Notícias

Éguas grávidas e potros entre os mais de dez cavalos encontrados baleados e mortos

Foto: Paige Noel
Foto: Paige Noel

Pelo menos 15 cavalos foram mortos a tiros nesta semana em uma mina abandonada no leste do estado americano do Kentucky, um ato que o delegado responsável pela investigação chamou de “o pior caso de crueldade animal que eu já vi na minha vida”.

O crime descrito pelas autoridades como desumano e cruel está sob investigação. Alguns dos animais mortos tinham apenas 1 ano de idade, enquanto outros eram éguas grávidas, informou a afiliada da CBS WYMT na terça-feira (17).

“Parecia um campo de batalha apenas para cavalos”, disse o delegado John Hunt, responsável pelo condado de Floyd, onde ocorreu o crime, à emissora de televisão, observando que pelo menos um deles estava se alimentando quando foi baleado e ainda tinha grama na boca.

Foto: Paige Noel
Foto: Paige Noel

Os animais foram encontrados espalhados por uma área ao longo da estrada US 23, perto da fronteira dos Condados de Floyd e Pike. Ao que tudo indica os cavalos foram perseguidos e caçados, depois possivelmente baleados com um rifle ou espingarda, de acordo com o polícia local.

“Isso é muito desumano e é um ato muito cruel de alguém que aparentemente não tinha mais nada a fazer”, disse Hunt.

Ninguém foi preso no caso ainda, mas as autoridades disseram que o atirador responsável pelos assassinatos enfrentaria acusações de crueldade contra animais. Uma recompensa inicial de 500 dólares estava sendo oferecida para obter informações sobre possíveis suspeitos.

Foto: Paige Noel
Foto: Paige Noel

Atualmente a recompensa está estimada em 2 mil dólares por informações sobre o crime. Doações começaram a chegar de todo o país para aumentar o valor da recompensa e facilitar a punição dos criminosos.

Os assassinatos provocaram indignação entre os defensores dos animais na região e em todo o país.

“Estamos sendo contatados por pessoas maravilhosas dispostas a doar dinheiro para a recompensa, para que isso possa resultar na captura e condenação da pessoa ou pessoas responsáveis”, disse o grupo de resgate de animais Dumas Rescue, que está ajudando as autoridades na investigação, em um post no Facebook na quarta-feira (18).

“Vê-los mortos a tiros dessa forma foi mais do que horrível”, disse Tonya Conn, da Dumas Rescue. “Esses cavalos foram espalhados em vários lugares, distâncias diferentes um do outro, para que tivessem sido baleados e depois dispersados, caçados e mortos”.

Grupos de resgate locais dizem que parece que os cavalos foram caçados, e correram fugindo por suas vidas. A polícia acrescenta que as balas vieram de uma espingarda de baixo calibre.

Foto: Connor James/Twitter
Foto: Connor James/Twitter

“No momento, estamos todos sofrendo com os efeitos que essa cena horrível teve sobre o nosso grupo e os oficiais de investigação”, dizia o post. “Por favor, mantenha-nos em suas orações”.

“Um ato muito desumano, violento praticado por criminosos que precisam ser levados à justiça”, acrescentou Hunt. As informações são da CBS News.

Foto: Connor James/Twitter
Foto: Connor James/Twitter

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Jornalismo cultural, Notícias

Gatinho baleado com espingarda precisa de ajuda para cirurgia

Reprodução

O gatinho Negão tem aproximadamente quatro anos de vida e foi vítima de maus-tratos em Praia do Meio, em Natal, no Rio Grande do Norte. Ele foi encontrado ferido após ter sido atingido por um tiro de espingarda. O projétil se alojou na coluna do animal e o deixou paraplégico.

Negão é tutelado por uma família humilde e sua tutora, Acidália Bastos, faz todo possível para cuidar do gatinho. Ela o levou para receber atendimento veterinário emergencial e gastou cerca de R$ 400 em exames com exames e cuidados iniciais, mas, infelizmente, não possui recursos para custear a cirurgia para a remoção do projétil, que ficou orçada em R$ 1.200.

A tutora de Negão tem gastos diários com fraldas e óleos cicatrizantes, mas faz um apelo por ajuda para que o gatinho seja operado. Em uma entrevista ao jornal OP9 (veja abaixo), Acidália se emociona ao falar sobre Negão.

Para quem puder ajudar, Acidália disponibilizou uma conta para depósitos:

Banco do Brasil
Agência – 2623-9
Conta Corrente – 28977-9
Titular: MARCOS R. FRANCISCO

​Read More
Notícias

Homem é preso após tentar matar cachorro com tiro de espingarda

Foto: Divulgação

Um homem foi preso por maus-tratos após deixar um cachorro ferido com estilhaços de chumbo provocado por um disparo de espingarda em Imbuia, no Vale do Itajaí. O suspeito pagou fiança e foi solto na tarde de terça-feira (22). O animal segue internado e aguarda cirurgia para a retirada de um projétil que ficou alojado próximo das vértebras cervicais.

O animal sofreu ferimentos no pescoço e na cabeça. Branquinho, que tem aproximadamente um ano e meio, foi resgatado pela tutora há quatro meses.

Segundo a tutora Mariana Costa, o cachorro estava brincando perto da casa da família, que fica em uma área rural. Ela disse que ouviu tiros e depois o cachorro resmungando.

Mariana disse que foi procurar pelo animal e o encontrou ferido na garagem da casa da família. Ainda de acordo com a tutora, o suspeito de efetuar o disparo é vizinho do terreno.

O cão foi levado para uma clínica veterinária em Rio do Sul, onde passou por cirurgia para a retirada de alguns estilhaços. De acordo com a tutora, o animal deve ser encaminhado para Blumenau e deve passar por uma nova cirurgia.

A família tenta arrecadar dinheiro para fazer o procedimento. Conforme Mariana, o estado de saúde do cachorro é estável, mas o novo procedimento é considerado de risco pelos veterinários que cuidam do caso.

Investigação

A família registrou um boletim de ocorrência. Segundo o titular da Delegacia de Ituporanga, Bruno Augusto Reis, o homem foi preso em flagrante e prestou esclarecimentos na polícia, onde confessou o crime ao delegado.

Conforme Reis, o homem tentou esconder a arma usada, mas o objeto foi localizado no mato e apreendido.

O suspeito foi liberado após pagar fiança no valor de um salário mínimo. Ele deve responder em liberdade por maus-tratos contra animais e posse irregular de arma de fogo.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Gato sobrevive após levar 30 tiros de espingarda nos Estados Unidos

Um gato preto mostrou que a absurda “crença” popular de que felinos de pelagem preta trazem azar, é totalmente errônea. Isso por que um gato sobreviveu a 30 disparos de espingarda, no Essex, Estados Unidos.

O gato esteve desaparecido durante uma semana e regressou para casa coberto de sangue, os tutores levaram o animal para o hospital veterinário e um raio-X contou o resto da história.

O pequeno animal, de 3 anos, desapareceu de casa no início do mês, em Ardleigh, Essex. Durante uma semana, não deu sinal de vida. Quando foi encontrado, estava sangrando, com ferimentos por todo o corpo.

Os tutores transportaram-no a um veterinário, que curou as feridas e realizou um raio-X. E a imagem mostrou que o gato tinha 30 tiros de espingarda espalhados pelo corpo. O milagre da sobrevivência veio acompanhado com uma igualmente milagrosa recuperação, ainda que tenha perdido um olho.

“Ficamos chocados ao descobrir que o gato tinha feridas pelo corpo todo e também na cabeça. Uma das balas ficou alojada na pata, o que o impede de andar, e outra no meio do olho, causando um descolamento de retina”, revelou o inspetor de polícia, Adam Jones.

Os tutores do pequeno mas resiliente gato manifestam-se felizes com o desfecho da história, mas não compreendem a atitude da pessoa que baleou o gato. “Como é possível alguém divertir-se a disparar contra um animal?”, questiona Doug Taw.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Jornal de Portugal

​Read More
Notícias

Cachorro é morto com tiros de espingarda em Campo Largo (PR)

49
Divulgação

Um homem é acusado de matar um cachorro com tiros de espingarda na noite da última quarta-feira (6), em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba (PR). O homem teria tomado a atitude porque o cachorro invadia o terreno dele e comia as fezes dos porcos e das ovelhas.

De acordo com Neile Machado, gerente administrativa da empresa onde ficava o animal, o homem é vizinho do local e este não é primeiro caso em que ele está envolvido. “Um outro vizinho nosso também tem cachorros e vários já morreram envenenados por esse homem”, afirmou.

Segundo ela, Fred, como era chamado o cachorro, foi atingido no focinho pelo tiro de espingarda. O cachorro teria saído correndo, mas não resistiu e morreu. “Quando meu patrão ouviu o tiro, foi até a porta, onde encontrou o Fred, que já estava caído e agonizando”, explicou a gerente. Neide também informou que não há muros dividindo as propriedades, apenas uma cerca, o que facilitaria a “invasão” do animal.

Fonte: Massa News

​Read More
Notícias

Cachorro foi encontrado morto com perfurações de tiros

No inicio da semana uma equipe da Policia Militar de Mercedes foi solicitada para atender uma situação de disparo de arma de fogo na Linha Sanga Itupuranga .

Segundo informações da PM, o proprietário da residência teria avistado os cachorros que tutela  acuados em uma mata vizinha, quando em dado momento ele ouviu seis disparos de arma de fogo, possivelmente uma espingarda calibre 22.

Os disparados podem ter vindo de uma espingarda (Foto: Reprodução Internet)
Os disparados podem ter vindo de uma espingarda (Foto: Reprodução Internet)

Ao avistar um dos cachorros que tutela vindo correndo amedrontado em direção a sua residência, o solicitante foi em direção a mata que fica próximo a divisa de sua propriedade onde encontrou o outro cachorro caído com quatro perfurações de arma de fogo. Até o momento a PM não tem pistas de quem seria o autor e nem a motivação dos disparos que acabaram matando o cão.

Fonte: Aqui Agora

​Read More
Notícias

Idoso mata cachorro com tiro de espingarda em Corupá (SC)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A Polícia Civil de Jaraguá do Sul prendeu, no começo da noite de sábado, um idoso de 69 anos suspeito de matar um cachorro com um tiro de espingarda. Segundo o delegado Adriano Spolaor, o homem teria atirado contra o cachorro que latia muito no quintal da nora, que fica ao lado da casa onde ele mora.

A nora chamou a polícia e denunciou o sogro, preso pelos crimes de maus-tratos a animais com a agravante da morte do cachorro e posse ilegal de arma. O registro da espingarda do idoso estava vencido desde 1971. O idoso foi encaminhado ao presídio de Jaraguá do Sul.

Fonte: Passeiaki

​Read More
Notícias

Protetores se revoltam contra decisão de tutora de sacrificar gato baleado nas patas

Foto: Reprodução/EP

Príncipe, o gato que levou um tiro de espingarda de um aposentado neste domingo (8) em Araraquara (SP), será sacrificado porque a família não tem dinheiro para pagar pela tratamento. A bala atingiu as duas patas do felino. A esquerda teve danos maiores e precisa ser amputada; a direita deveria passar por uma cirurgia ortopédica.

Assim que o gato foi baleado, a família o levou para um hospital veterinário. A médica Mariana dos Santos Lima atendeu Príncipe, raspou o pelo na região atingida, fez a imobilização, e aplicou um medicamento para dor. “A bala atingiu a região dos vasos e nervos, por isso [a pata] teria de ser amputada”, explicou.

O gato passou por um exame de raios X na tarde desta segunda-feira (9) e o próximo passo seria agendar os procedimentos cirúrgicos, mas a família não tem dinheiro para arcar com os gastos e decidiu sacrificar o animal. O valor pago pelos primeiros cuidados foi de R$ 364, enquanto a cirurgia ficaria em R$ 1,5 mil.

O veterinário responsável pela clínica que prestou o primeiro atendimento, Paulo Henrique de Souza Garcia, se negou a sacrificar o animal. “Nós cuidamos do gato e não vamos sacrificá-lo se podemos curá-lo”, contou em entrevista ao site Araraquara.com.

A tutora de Príncipe, que não quis se identificar, afirmou ao mesmo portal, que o sacrifício é a única opção que eles têm. “Nós não temos dinheiro para pagar pela cirurgia, então vamos encontrar um veterinário que possa sacrificar o animal”, afirmou.

Procuradas pela reportagem, várias associações de proteção aos animais se dispuseram a ajudar e iniciar uma campanha para arrecadar dinheiro. Carla Gait Vieira, da Associação Araraquarense de Proteção aos Animais (AAPA), disse que eles têm convênios com algumas clínicas e poderiam ajudar. “Podemos iniciar uma campanha e a arrecadar o dinheiro da cirurgia”, explicou.

Ainda assim, a tutora do gato não quis ajuda e ressaltou a decisão de sacrificar o animal. “Não estou disposta a iniciar nenhuma campanha, nem aceitar ajuda, nós já decidimos e vamos sacrificá-lo”, completou.

Fonte: EP Araraquara

​Read More
Notícias

Cão baleado deve ir para casa neste final de semana, em Itajobi (SP)

O caso que comoveu o Brasil inteiro está prestes a ter um final feliz. O único cão sobrevivente aos maus-tratos do “tutor” na última terça-feira, quando mais dois cachorros foram mortos em Itajobi (SP), já poderá ir para a casa de seu novo guardião.

(Foto: Reprodução/O Regional)

‘Sargento’ chegou à clínica veterinária em estado grave, com um tiro próximo ao ouvido e com as funções neurológicas afetadas. O cão, da raça pastor belga, foi imediatamente atendido pela veterinária Andréia Ambrizzi, a qual afirmou que ele poderia ficar com algumas sequelas, devido à gravidade do caso.

O animal ficou em observação durante dois dias, mas comia normalmente, o que já remetia um bom sinal.

Notícias sobre o caso tomaram repercussão nacional e muitas pessoas mostraram a indignação em relação aos maus-tratos com os três cães.

Mas uma boa notícia foi divulgada ontem, quando a veterinária afirmou que o cão conseguiu dar os primeiros passos após a violência sofrida.

“Ele está melhor e voltou a andar, mas ainda com dificuldades e algumas sequelas. Nós o soltamos em um lugar amplo e ficou bem animado”.

Ela ainda afirma que Sargento ficará com as sequelas por algum tempo e poderá melhorar. “Ainda falta um pouco de equilíbrio, pois o tiro atingiu o crânio e afetou a parte neurológica”.

Mas o cão já poderá ir para a casa do novo tutor ainda neste final de semana. O soldado da Polícia Militar, Humberto Pereira, que atendeu a ocorrência na última terça-feira se dispôs a adotar o animal.

Em entrevista ao Jornal O Regional, Pereira afirmou que está acompanhando o tratamento do cão.

“Ele terá um novo nome, Ben Hur, que é um Deus da mitologia grega que venceu e sobreviveu a grandes batalhas”.

Manifestação

No próximo dia 22 será realizada uma manifestação nacional contra os maus-tratos aos animais.

Intitulada “Crueldade Nunca Mais”, a campanha tem como objetivo conscientizar toda a população.

A cidade de Novo Horizonte já confirmou a realização da campanha. De acordo com o presidente da Associação Mão Amiga, Marco Antônio Rodrigues, o evento será realizado na Praça da Fonte e terá a presença de cinco animais que foram vítimas de maus-tratos, incluindo o Titã e o Sargento.

“Gostaríamos de convocar o maior número de pessoas para mostrarmos nossa indignação diante desses casos e que estamos preocupados com os animais”.

Em relação ao caso de Itajobi, ele ressalta que a Associação deve recorrer à Justiça para tentar fazer com que o “tutor” do animal pague os custos do tratamento.

Fonte: O Regional

Leia também: Cachorro baleado pelo tutor em Itajobi (SP) passa bem

 

 

 

 

​Read More
Notícias

Um dos cães baleados pelo próprio tutor em Itajobi (SP) corre risco de morrer

Cão que sobreviveu à agressão passa por tratamento (Foto: Reprod./G1)

O agricultor Álvaro José Pasiani, de 33 anos atirou contra seus três cães, em Itajobi (SP), matando dois e ferindo outro. O agressor fez os disparos à queima roupa, na cabeça dos animais, com uma espingarda calibre 32.

O pastor belga que sobreviveu à agressão de seu próprio tutor foi encaminhado a uma clínica veterinária de Itajobi. Segundo a médica veterinária Andreia Ambrizzi, o cão levou um tiro próximo do ouvido direito e corre risco de morrer. “Ele teve as funções neurológicas afetadas e por isso não consegue caminhar direito”.

Andreia disse ainda ser cedo para avaliar as condições do animal, mas já se sabe que dificilmente ele poderá passar por cirurgia para retirada do projétil, que ficou alojado na cabeça. “Ele está numa baia, conseguiu se virar e comer um pouco de ração e beber água. As próximas horas serão decisivas para sabermos a extensão do ferimento”, completou.

A médica-veterinária afirmou que o animal está em bom estado de saúde, assim como estavam os outros que foram mortos, o que vai contra uma das versões apresentadas pelo agricultor, em que ele alega que os cães estariam muito doentes e por isso tinha decidido ‘sacrificá-los’.

O soldado Humberto Felipe Reis, um dos PMs que atenderam a ocorrência, se apresentou para adotar o cão assim que o animal receber alta do tratamento na clínica veterinária.

Contatado pelo Terra, o agricultor não quis dar entrevista. “Eu não tenho nada a declarar”, afirmou.

Com informações do Terra

​Read More
Notícias

Rapaz é detido após atirar em cachorro com espingarda de pressão

Um rapaz de 22 anos foi detido após atirar em um cachorro com uma espingarda de pressão na tarde de quarta-feira (30) em Jandaia do Sul (a 44 km de Maringá, PR).

Segundo a Polícia Militar (PM), o caso foi registrado por volta das 16h30, na Rua 3, no Jardim Santa Helena II. O tutor do animal disse à PM que foi jogar bola em um colégio e voltada para casa acompanhado pelo cachorro dele, quando olhou para trás e viu o cão se arrastando com ferimento na parte traseira do corpo. No momento, conforme o tutor do cachorro, só havia o rapaz na rua, que confessou ter atirado no cão com uma espingarda de pressão.

O agressor foi encaminhado para a delegacia de polícia de Jandaia do Sul para providências cabíveis, juntamente com a arma apreendida.

Fonte: O Diário

​Read More
Notícias

Policia Ambiental prende caçadores em flagrante no interior do PR

No final da tarde de quinta-feira, policiais ambientais pertencentes ao posto de Polícia Ambiental de Cianorte (PR), ao realizarem patrulhamento aquático pelo Rio Ivaí, no município de São Tomé, flagraram três homens praticando caça e pesca predatória. Os infratores tentaram dispensar as provas do crime no rio Ivaí, porém, os policiais encontraram dentro de sacos três animais silvestres abatidos (porcos-do-mato) já limpos, e duas espingardas cartucheiras.

(Foto: Reprodução)

Foram encontrados ainda, dentro da embarcação utilizada no crime, anzóis e espinhéis utilizados na prática de pesca predatória. Os três homens foram presos e encaminhados juntamente com todo o material à Delegacia de Polícia Cianorte, onde responderão criminalmente por caça e pesca predatória, além de receberem multa administrativa de R$ 2.200,00 cada um.

No total da operação os policiais apreenderam mil metros de redes de emalhar, 330 metros de espinhel, diversos anzóis de galho e ainda autuaram mais duas pessoas em R$ 1.000,00 cada uma, por pesca predatória no Rio Ivaí, entre os municípios de Terra Boa e Japurá.

O tenente Alcimar explica que a Polícia Ambiental desenvolve policiamento no sentido de coibir a pesca e caça ilegal, bem como, reprimir também os demais crimes. Ele destaca a importância da ajuda da comunidade através de denúncias pelos telefones 0800-6430304, 44-3624-7630 e 44-3637-3439.

Fonte: Umuarama Ilustrado

​Read More