Notícias

Em Sinop (MT), homem é denunciado por espancar cão

Cão teria sido espancado por homem que não é seu tutor
Tutora fez denúncia em delegacia | Foto: Ilustração

O cão doméstico da raça labrador havia sido atingindo por diversas pauladas. A tutora compareceu à delegacia da Polícia Civil para prestar queixa contra o suspeito.

O acusado de praticar a agressão seria um homem (não confirmado se seria seu vizinho). Segundo a tutora, o animal estava tão debilitado por conta da violência que não conseguia se levantar. A mulher também foi orientada pela polícia a registrar o caso na Associação Protetora dos Animais (APMS).

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988. O artigo determina como maus-tratos:

“Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º. Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

§ 2º. “A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.”

É possível denunciar também ao órgão público competente de seu município, para o setor que responde aos trabalhos de vigilância sanitária, zoonoses ou meio ambiente. Lembrando que cada município tem legislação diferente, portanto caso esta não contemple o tema maus-tratos pode utilizar a Lei Estadual ou ainda recorrer a Lei Federal.

​Read More
Notícias

Câmera registra cão sendo agredido com socos por tutor

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Cão é vítima de violência de tutor

Imagens divulgadas na internet mostram o momento em que um homem agride violentamente um cão ao socar seu focinho e depois atirá-lo no chão. As imagens foram gravadas em Oldham na Inglaterra.

No vídeo que já ultrapassou 3 milhões de visualizações, é possível ver o homem passeando com o cão com uma guia até o que o animal para. O tutor tenta puxar o animal, mas ele permanece estático e a partir daí, começam as agressões. Depois de agredi-lo, o homem pega o animal e o joga no chão.

Homem atira cão no chão

A pessoa que gravou as imagens publicou nas redes sociais com o comentário: “Este homem repugnante agrediu o seu cão. Não acredito como é que alguém consegue bater no seu próprio cão, nem quero imaginar o que lhe fará dentro de casa”, escreveu. Um internauta respondeu a postagem dizendo que o agressor teria dois cães e que ambos terão sido resgatados depois da agressão.

Um porta-voz da RSPCA, instituição de proteção animal, disse que “o cão está agora aos cuidados da RSPCA e será examinado por um veterinário”. O porta-voz da polícia de Manchester declarou que “os agentes da autoridade vão investigar o caso de agressão ao cão de Oldham”.

​Read More
Notícias

Vídeo mostra homem espancando mula a pauladas em Lagarto (SE)

Reprodução

Um vídeo mostra um homem, ainda não identificado, espancando uma mula a pauladas. De acordo com a ONG Animais Amigos da cidade de Estância, o caso ocorreu no Povoado Brasília, em Lagarto (SE).

No vídeo é possível perceber que o homem em posse de um pedaço de madeira, atinge o primeiro golpe, o animal cai, e segundos depois ele acerta uma segunda paulada, enquanto isso se houve uma voz dizendo “agora está bom”, e duas mulheres conversam sem interferir na barbárie e a que filma as cenas diz: “Em nome de Jesus, derrubou”. O agressor da a volta e ainda manda outra paulada também na cabeça. “O meu filho. É bater e derrubar, não tem jeito não”, fala uma outra mulher.

Simone Almeida, presidente da ONG Animais Amigos, comenta que recebeu este vídeo, e após divulgar na internet o mesmo viralizou. Ela comenta que este não foi o primeiro animal maltratado por este homem e pede a união das ONGs para que sejam tomadas as providencias. “Queremos justiça”, pede a defensora dos animais.

Não se sabe o motivo da agressão e nem se o cavalo sobreviveu às pauladas.

Ainda segundo Simone, a Lei Federal 9.605 de 1998, prevê a punição para aqueles responsáveis por praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. A pena estipulada é de detenção, de três meses a um ano, e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Entramos em contato com a Delegacia de Lagarto, mas não obtivemos êxito.

Fonte: Sergipenet

​Read More
Notícias

Cachorro é covardemente agredido com pauladas e pode ficar com sequelas

Acx teve um trauma no crânio e deverá ter sequelas em um dos olhos (Foto: Antônio Lima)

O cachorro de seis anos, chamado “Acx”, que foi espancado a pauladas no bairro Amazonino Mendes, recebeu ajuda e está internado em uma clínica veterinária. O animal passará por exames. O quadro é estável.

Segundo a filha da tutora do cão, Luana de Souza, 30, como o caso teve grande repercussão nas redes sociais, muitas pessoas se disponibilizaram em pagar as despesas médicas do animal.

“Ainda pela parte da tarde de ontem recebemos muitas ligações de pessoas que queriam ajudar. Dois moços o levaram para uma clínica veterinária. Outras se disponibilizaram para pagar medicação e alimentos. Estamos muito felizes, pois não queremos perder o nosso animal”, disse.

Por conta da agressão, Acx teve um trauma no crânio e deverá ter sequelas em um dos olhos. Mas segundo Luana, é muito cedo para afirmar qualquer coisa.

“Ele ficou muito ferido, mas me sinto aliviada, porque agora ele se encontra sobre cuidados médicos. Passará por exames e o veterinário vai decidir se será necessária uma cirurgia no olho. Acreditamos que ele vai se recuperar, porque faz parte da nossa família. Peço que todos continuem ajudando”, afirmou.

As pessoas que quiserem ajudar o animal podem entrar em contato com os números 99534-2482 e 99368-2417.

Fonte: A Critica

​Read More