Destaques

Elefantes são espancados em treinamento para um festival no Nepal

Foto: PETA Asia
Foto: PETA Asia

Imagens de manipuladores de elefantes espancando e esfaqueando os animais com afiados ganchos de ferro e longas varas de madeira durante os preparativos para um festival no Nepal provocaram revolta nas redes sociais.

O vídeo foi feito pela ONG PETA, nas imagens divulgadas elefantes são vistos sendo maltratados com o objetivo de forçá-los a correr, realizar passeios, levando pessoas em suas costas e simular um jogo de futebol para o Chitwan Elephant Festival.

A PETA afirma que, desde que a gravação foi divulgada, uma série de anunciantes cortou os laços com o evento.

No vídeo, os “tratadores” são vistos batendo nos elefantes e cutucando as lâminas na pele enquanto andam de costas.

Foto: PETA Asia
Foto: PETA Asia

Muitos deles usam bullhooks – ferramentas especialmente desenvolvidas para treinar elefantes – varas longas de madeira com um gancho de metal na ponta para ferir os animais.

Os manipuladores os atingem na cabeça e atrás das orelhas para torná-los submissos e participar dos passeios e jogos de pólo ou futebol com elefantes.

Foto: Asia Wire/ PETA Asia
Foto: Asia Wire/ PETA Asia

Testemunhas afirmaram ter visto elefantes com ferimentos profundos nos pescoços e orelhas, enquanto um deles tinha um olho lacrimejante – sugerindo que estava infectado.

Alguns espectadores também filmaram o abuso pois tudo aconteceu à vista do público.

Foto: Asia Wire/ PETA Asia
Foto: Asia Wire/ PETA Asia

O vice-presidente sênior de campanhas internacionais da PETA, Jason Baker, disse: “Elefantes são animais altamente sensíveis e inteligentes que estão sendo usados como sacos de pancada neste evento cruelmente desprezível”.

A PETA pede o fim do festival e pede que as empresas cortem qualquer vínculos com este espetáculo de sofrimento imediatamente.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Coelho
Home [Destaque N2], Notícias

Coelhos e esquilos são esfaqueados em universidade

O oficial da Game Commission Wildlife Conservation Mike Steingraber, disse que quatro dos assassinatos foram cometidos por pelo menos uma pessoa.

Coelho
Foto: Animals Spot

As mutilações de animais no campus provavelmente foram feitas por outros animais selvagens, segundo ele.

As autoridades acreditam que, em todos os casos, os animais foram esfaqueados.

Os crimes no campus foram denunciados pela primeira vez em 10 de Agosto. Dois esquilos e dois coelhos morreram devido à gravidade dos ferimentos, informou o Centre Daily News.

 Raio-X de coelho esfaqueado e morto
Raio-X de coelho esfaqueado e morto/ Foto: Centre Wildlife Care

“É extremamente triste que alguém esteja fazendo isso. Não há motivo para isso”, disse Steingraber.

Além disso, foram feitas denúncias de outro esquilo com uma faca encravada em seu corpo no campus, embora as autoridades não tenham sido capazes de localizar o animal para socorrê-lo.

As acusações podem incluir a posse e a crueldade contra a vida selvagem.

​Read More
Notícias

Gata fica inconsolada ao encontrar filhotes esfaqueados

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Os gatinhos foram esfaqueados enquanto descansavam em uma caixa providenciada por uma protetora de animais na cidade chinesa de Xi’an. Ela percebeu que a mãe e os filhotes circulavam pela vizinhança e como costuma fazer com muitos outros gatos abandonados providenciou comida e uma casinha improvisada para que eles se abrigassem. Apesar de receber críticas de seus vizinhos, que consideram os animais em situação de rua transmissores de doenças, a mulher nunca deixou de prestar socorro.

Foto: Reprodução/ CNE

Assim que confortou a família de felinos, ela deixou a caixa perto de sua residência em um jardim e saiu por algumas horas. Mas quando voltou, encontrou uma cena lamentável. A mãe dos gatinhos andava de um lado para o outro inquieta, olhava para a caixa desesperada e miava sem parar. Quando a protetora foi ver o que tinha acontecido, encontrou os dois filhotes mortos. Um deles havia sido decapitado e o outro esfaqueado no estômago.

Foto: Reprodução/ CNE

A mulher não conseguiu encontrar imagens de câmeras de  segurança para identificar quem cometeu os crimes e a polícia local se mostrou desinteressada em ajudá-la a encontrar o culpado.

Foto: Reprodução/ CNE

Sem apoio das autoridades, ela enterrou os filhotes em seu quintal na tentativa de amenizar de alguma forma a dor da gatinha.

​Read More
Notícias

Laudo clínico aponta que cadela pit bull esfaqueada por homem perdeu olho durante agressão

Cadela pit bull foi agredida a terçadadas (Reprodução/Facebook)
Cadela pit bull foi agredida a terçadadas (Reprodução/Facebook)

Após ser atingida com golpes de terçado, Belinha, um dos cães pit bull esfaqueados no último dia 14, teve um dos olhos removidos. A informação é do laudo clínico onde a cadela permanece internada. Ainda de acordo com o documento assinado na última sexta-feira (19), Belinha está em fase de recuperação, porém ainda apresenta risco de morte. O funcionário público Renan Agra Pereira, 53, apontado como o agressor dos animais, deve se apresentar à polícia ainda nesta semana.

Conforme o laudo, o animal chegou à unidade em estado grave, com perfurações na região da cabeça, abdômen e tórax. O documento ainda apontou que, por conta de um golpe desferido, a cadela acabou perdendo um dos olhos, sendo necessária intervenção cirúrgica e a internação no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da clínica Linameg, localizada no bairro São Jorge, Zona Oeste da capital.

No boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) no último sábado (20), a mãe da tutora do pit bull, Yara Silvia Santos Tavares, relata que os cães fugiram do quintal de sua residência sem que ninguém percebesse. Em seguida, foi avisada por Renan que retirasse o animal morto da sua casa, pois segundo ele, o mesmo teria tentado morder sua esposa.

Ela ainda contou que o pit bull macho também foi atingido pelo terçado, o que causou a perda da visão do cão. Ele, no entanto, recebeu alta médica no dia do ocorrido.

Segundo o delegado titular do 1º DIP, Eduardo Paixão, Renan Agra deve prestar depoimento até quarta-feira (24) sobre o ocorrido. Caso seja condenado por maus-tratos, o funcionário público pode ficar preso de 3 meses a 1 ano sob aumento de pena caso o animal venha a morrer. Nem Renan nem seu advogado quiseram comentar o ocorrido, alegando que não querem “dar mais publicidade ao caso”.

Laudo aponta que golpe retirou olho do animal (Foto: Divulgação)
Laudo aponta que golpe retirou olho do animal (Foto: Divulgação)

Entenda o caso

No último dia 14, um casal de cães da raça pitbull com nomes de “Marrento” e “Belinha” foram esfaqueados pelo servidor público Renan Agra Pereira. O caso ocorreu na rua Voluntários da Pátria, bairro Vila da Prata, Zona Oeste. Após ser indagado por uma ONG sobre o motivo da agressão, o homem afirmou que teria tentado proteger a esposa.

Em protesto, a mesma ONG, com nome de ‘Clube do Pitbull’, realizou uma manifestação no último sábado (20) exigindo punição ao suspeito.

Fonte: A Crítica

​Read More
Notícias

Tutor de cães que foram esfaqueados registrará BO contra agressor, em Brasília

Na manhã de ontem (10), o jornal Correio Braziliense voltou ao Módulo B da Instância Planaltina, em Brasília, onde dois animais foram esfaqueados por Francisco Júlio Fialho, 34 anos. O rottweiler morreu ontem, e o pit-bull na véspera. . A família de Diego, segundo testemunhas, mora na casa do tutor dos cachorros, mas não foi localizada. O tutor dos animais, Hilberto Ferreira, informou que Maiara Ribeiro de Sousa, 23 anos, cuidava do Box (pit-bull), 10 anos, e do Negão (rottweiler), 2, havia cerca de sete meses. “Eles nunca tinham atacado ninguém. Diariamente, umas 20 pessoas circulam pelo lote e brincavam com eles”, contou o comerciante. Hilberto informou que vai registrar ocorrência contra o pai de Diego, responsável pela morte dos animais. “Eles (os cachorros) estavam há muito tempo com minha família”, lamenta.

No momento do suposto ‘ataque’, o menino estava sozinho em casa. A mãe havia saído para deixar uma outra filha na escola. Maiara Ribeiro chegou pouco depois.Dois policiais militares que passavam pelo local afastaram os cães da criança.

De acordo com a médica veterinária Tânia Paula Garcez, da Universidade Católica de Brasília (UCB), cães de raças como rottweiler e pit-bull podem ser muito dóceis, dependendo do tipo de tratamento que recebem dos tutores. “Mas tudo depende da criação. Alguns cachorros considerados perigosos convivem muito bem com crianças. O importante é proporcionar um ambiente agradável aos animais. Afinal, animal bem cuidado e que recebe carinho não tem motivo para ficar estressado e atacar”, disse. A veterinária explica que, durante um ataque, os cães avançam especialmente na cabeça e no pescoço, como aconteceu com o menino Diego. “O cheiro de sangue estimula os animais.”

Funcionários do HRP contaram que a criança deu entrada no hospital logo após ser atacada. Ela apresentava lesões no pescoço e na cabeça, mas ficou em observação e levou pontos na orelha. “Ele não precisou passar por cirurgia. Foi liberado hoje (ontem) pela manhã e está bem”, informou um servidor.

Para a coordenadora nacional da ONG Criança Segura, Alessandra Françoia, a melhor forma de evitar acidentes como esse é fazer uma educação preventiva. “A criança não tem condição de entender que um cachorro não sente dor, por exemplo. É possível educá-la para ela aprender a brincar com o animal, mas sempre que for interagir tem que ter um adulto junto”, explica. A coordenadora ressalta a importância de manter as crianças sempre sob o olhar dos pais. “Não aconselhamos deixar crianças com cachorros bravos, porque elas sozinhas não têm medo de mexer.”

A 16ª Delegacia de Polícia, em Planaltina, investiga o caso. Segundo a delegada-chefe adjunta, Adryane Fernandes Lobo, os investigadores vão colher depoimentos de todas as pessoas envolvidas. “Vamos verificar as situações para atribuir a responsabilidade de cada um, mas é possível que a mãe do menino responda por abandono de incapaz. Porém é preciso apurar tudo com calma”, informou a delegada.

Dicas dos veterinários

Cuidados necessários para manter os cachorros em bom convívio com os humanos e oferecer aos animais uma boa qualidade de vida:

» Oferecer um ambiente de bem-estar
» Alimentar com ração de boa qualidade
» Passear com os animais
» Mantê-los em espaço amplo, onde possam se movimentar sem coleiras
» Manter vacinação em dia
» Dar banhos a cada 15 dias

Com informações do Correio Braziliense

​Read More
Destaques, Notícias

Dezenas de cães abandonados são encontrados mortos no Chile

Por Raquel Soldera (da Redação)

Em Peñaflor, uma comuna da Província de Talagante, na região metropolitana de Santiago, no Chile, protetores do grupo “Los Ocupantes” se depararam com uma cena atroz.

Na manhã de 18 de novembro, um grupo de protetores dos animais que cuidava de cães de rua encontrou dezenas de animais mortos, com sinais de que foram envenenados, devido às terríveis expressões de dor que mostravam. Alguns animais apresentavam sinais de que foram brutalmente espancados e esfaqueados.

Foto: PrensAnimalista

Todas as casinhas em que viviam os animais foram destruídas. Apesar de viverem nas ruas, todos os cães tinham nomes.

Segundo informações do PrensAnimalista, a matança dos animais ocorreu depois que o prefeito Manuel Fuentes apareceu em todos os noticiários locais, anunciando que iria retirar todos os cães abandonados da comuna.

Foto: PrensAnimalista

Após a denúncia feita pelos protetores dos animais, policiais foram ao local para investigar os fatos.

Os protetores dos animais anunciaram que farão uma manifestações para protestar contra o prefeito, intitulada “Não acreditamos em Manuel Fuentes”, este sábado, 20 às 16:00 horas, na Praça Peñaflor.

​Read More