Notícias

Cão cura problema de halitose com gargarejos

Tommy terá que utilizar o enxaguante bucal canino ao longo de toda sua vida (Crédito: Reprodução/ Daily Mail)

Ao contrário do que muitos podem imaginar, não é normal que os cães tenham mau hálito. O problema pode indicar doenças graves como a placa bacteriana, mas no caso de Greyhound Tommy, o caso foi outro. Ele ficou com baixa em seu sistema imunológico, o que contribuiu para desenvolver halitose.

O seu hálito era tão forte que estava impedindo o animal de até mesmo encontrar um novo lar. Segundo o jornal Daily Mail Tommy é um cão explorado para corrida aposentado e está sob os cuidados da ONG Greyhoundhomer até conseguir ser adotado.

Depois de uma série de tratamentos e ingestão de remédios fortes, finalmente o problema do animal foi amenizado. Um enxaguante bucal específico para cães foi desenvolvido para que o animal faça gargarejos toda manhã. Na verdade, cabe à sua protetora, Elaine Sheppard, ministrar o remédio, que fez um verdadeiro milagre.

“Seu hálito era extremamente ruim. Ele chegou a fazer tratamento até com estereóides mas seu pelo começou a cair, perdeu peso e seu hálito continuava ruim”, contou a britânica. Foi apenas depois que ela começou a aplicar o enxaguante bucal na boca do cachorro todas as manhãs, após o café, procedimento que terá que ser repetido pelo resto da vida do totó.

Já com o hálito fresco, agora o greyhound de seis anos aguarda por um lar. O cão está na ONG há um ano, período que mais de 300 cães da raça conseguiram ser adotados antes dele. Acredita-se que muitos ainda têm preconceito sobre o mau hálito do animal. Felizmente, o problema já foi resolvido e em breve será a sua vez de viver feliz em uma nova residência.

Fonte: Pet Mag

​Read More