Notícias

Baleia cachalote é encontrada morta com quase 100 kg de plástico no estômago

Foto: SMASS
Foto: SMASS

Uma baleia cachalote (Physeter macrocephalus) foi encontrada morta na Ilha de Harris, na Escócia com cerca de 100 kg de lixo no estômago – incluindo equipamentos de pesca como redes e anzóis abandonados, e itens de plástico descartáveis.

De acordo com o Scottish Marine Animal Stranding Scheme ou Departamento de Encalhe de Animais Marinhos da Escócia (Smass), que investiga a morte de representantes da vida marinha, os resíduos formavam “uma bola enorme” no estômago da baleia e “alguns deles pareciam estar lá há algum tempo”.

A organização, que realizou uma necropsia na baleia, disse que o animal viveu por algum tempo ainda encalhado e morreu nos bancos de areia na quinta-feira (26) de manhã.

“Horrível”

“O animal não estava em condições particularmente ruins e, embora seja certamente plausível que essa quantidade de detritos tenha sido um fator em seu encalhe ainda vivo, na verdade não conseguimos encontrar evidências de que isso tenha impactado ou obstruído o intestino”, disse o Smass em um post no Facebook.

Foto: SMASS
Foto: SMASS

“No entanto, essa quantidade de plástico no estômago é horrível, compromete a digestão e serve para demonstrar, mais uma vez, os riscos que a poluição marinha e as redes de pesca perdidas ou descartadas podem causar à vida marinha”.

“Talvez também seja um bom exemplo de que esse é um problema global causado por uma série de atividades humanas. Essa baleia tinha detritos no estômago que pareciam se originar dos setores terrestres e pesqueiro e poderiam ter sido engolidos a qualquer momento em um ponto entre a Noruega e Açores”.

Enterro na praia

Smass disse que está “investigando com mais detalhes” para ver se consegue descobrir exatamente por que a baleia tinha tanto lixo no estômago.

A organização agradeceu à guarda costeira e à equipe do conselho das Ilhas Ocidentais, que ajudou na necropsia e no enterro da baleia, que era grande demais e pesava cerca de 20 toneladas, para ser transferida para outro lugar.

Este último incidente segue uma série de outros casos de animais mortos encontrados com grandes quantidades de lixo no estômago – incluindo um cervo que foi recentemente encontrado na Tailândia com 15 libras (cerca de 7 kg) de lixo em seu sistema digestivo.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Destaques, Notícias

Centenas de patas de urso com destino à China são descobertas em operação policial

Foto: FSB Border Control/The Siberian
Foto: FSB Border Control/The Siberian

Uma carga com 240 patas de urso, que supostamente estava a caminho da China. foi apreendida pelos serviços de segurança russos.

Duas patas de um tigre Amur, espécie ameaçada de extinção, e um par de presas de mamute, também extinto, foram encontradas no transporte ilegal.

Acredita-se que as partes dos animais tinham como destinado a China para serem utilizadas em medicamentos tradicionais e iguarias alimentares.

As patas descobertas na fronteira chinesa são de ursos do Himalaia – ou ursos negros, endêmicos do extremo leste da Rússia – e é provável que tenham sido obtidas por meio da morte de cerca de 60 animais.

“Dois cidadãos russos e dois estrangeiros foram detidos”, disse um comunicado da agência de segurança FSB.

Eles podem pegar até sete anos de prisão por traficar partes de tigre e de urso, além de marfim para fora da Rússia, disse o serviço de segurança.

Um total de 44 patas de urso e duas patas de Amur, ou tigre siberiano, foram apreendidas de dois “estrangeiros” no posto fronteiriço de Kraskino, que liga a China e a região de Primorsky da Rússia.

Mais tarde, 198 patas de urso e duas presas de mamute foram encontradas em uma garagem de uma casa ligada à suposta rede de contrabando.

Foto: FSB Border Control/The Siberian
Foto: FSB Border Control/The Siberian

Quatro sacos com partes dos corpos de animais não identificados também foram apreendidos e agora serão analisados.

Sergey Aramilev, diretor geral do Amur Tiger Center (Centro do Tigre de Amur), disse que as patas do tigre pertenciam a um animal que morreu no início deste ano.

Os tigres estão entre os grandes felinos mais ameaçados do planeta. “Isso é claramente um crime”, disse Sergey.

“Todas as circunstâncias do crime e todas os elos do círculo criminal serão estabelecidos durante a investigação”.

Foto: FSB Border Control/The Siberian
Foto: FSB Border Control/The Siberian

“Mais importante agora é estabelecer onde estão as partes restantes do tigre”.

Ele alertou que apenas uma “pequena parte” de uma grande operação de tráfico de partes de animais selvagens é conhecida e alcançada pelas autoridades.

Ele também elogiou o FSB pela operação bem-sucedida em desmantelar uma rota de contrabando.

Pratos feitas com patas de urso – como sopas e ensopados – podem alcançar preços de até 750 libras, conforme relatado.

Foto: FSB Border Control/The Siberian
Foto: FSB Border Control/The Siberian

Patas de urso e de tigre também são transformadas em remédios tradicionais para supostamente fortalecer o baço e o estômago. Podem ser usados para combater o reumatismo.

As presas de mamute também são moídas e transformadas em pó para serem usadas em medicamentos e cosméticos tradicionais.

Foto: FSB Border Control/The Siberian
Foto: FSB Border Control/The Siberian

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Cachorrinha perdida reencontra tutora após 12 anos de separação

Foto: Press Association
Foto: Press Association

Uma cachorrinha da raça fox terrier miniatura que desapareceu da casa de sua família na Flórida, Estados Unidos, em 2007 foi reunida com sua tutora depois de ter sido encontrada a mais de 1.600 quilômetros de onde desapareceu.

A cachorrinha de 14 anos, chamada Dutchess (Duquesa), foi encontrada com fome e tremendo incontrolavelmente em um galpão em Pittsburgh, Pensilvânia, na segunda-feira (14).

O dono da propriedade levou a cachorrinha a um centro local de resgate de animais, onde os funcionários puderam microchipar o animal e localizar sua tutora, Katheryn Strang.

Strang mora em Boca Raton, Flórida, e ficou surpresa ao saber que Dutchess havia sido descoberta depois de mais de uma década desaparecida.

A dedicada e exultante tutora do animal viajou 1130 milhas até Pittsburgh na sexta-feira (11) para se reunir com a cachorrinha amada, e o momento emocionante foi capturado em vídeo.

No vídeo comovente, Strang aparece à beira das lágrimas enquanto olha para Dutchess antes de tomá-la em seus braços e abraçá-la.

“Eu senti tanto sua falta!”, Strang diz antes de dar um beijo no nariz de Dutchess.

O tutora que é natural da Flórida disse aos repórteres que ela e sua família estavam morando em Orlando quando a cachorrinha desapareceu.

Foto: Press Association
Foto: Press Association

Ela explicou que o filho abriu a porta depois de voltar da escola e a cachorrinha disparou para fora correndo.

Stang acredita que Dutchess pode ter sido atropelada por um carro, pois a casa da família ficava perto de uma estrada movimentada.

No entanto, ela procurou nos abrigos locais todos os dias durante semanas após o desaparecimento da cachorrinha.

Mesmo com o passar dos meses e anos, Strang continuou com a esperança de que ainda veria sua companheira peluda novamente.

Foto: Humane Animal Rescue
Foto: Humane Animal Rescue

Ela continuou a pagar a taxa anual no microchip, além de atualizar suas informações de contato sempre que se mudava.

“Eles são como filhos desaparecidos. Você não perde a esperança nunca”, disse Strang, radiante.

O fato de Dutchess ter acabado tão longe de casa e como ela sobreviveu por mais de uma década sozinha permanece um mistério.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Cachorro tem as patas traseiras cortadas por tutoras

Foto: WGNO-TV
Foto: WGNO-TV

Três pessoas foram presas e acusadas de crime de crueldade animal após a polícia ter encontrado um cachorro que teve suas pernas traseiras amputadas em um ato de covardia e abuso, segundo autoridades.

A polícia descreveu a descoberta do cachorro de dois anos, chamado de Buddy, como um dos atos mais cruéis contra animais já presenciados pelos oficiais. O animal foi encontrado sem patas traseiras no meio de um parque de trailers, sob forte chuva em Slidell, Louisiana, nos Estados Unidos.

Uma mãe e sua filha de 17 anos foram presas e acusadas de crime de crueldade com animais, com agravantes de abuso e maus-tratos, respectivamente.

Um terceiro suspeito também foi acusado do crime. A delegacia responsável não divulgou publicamente suas identidades.

A mulher de 50 anos e sua filha disseram aos policiais que os membros (patas) de Buddy “caíram” após serem enfaixados com muita força depois do cachorro ter sido ferido em um tiroteio em fevereiro.

No entanto, um especialista em veterinária, que trabalha com as autoridades responsáveis, que foi designado para cuidar de Buddy durante sua recuperação concluiu que os ferimentos foram “infligidos maliciosamente”.

Foto: WGNO-TV
Foto: WGNO-TV

O xerife Randy Smith descreveu que sentiu-se “horrorizado” com o incidente em um comunicado feito logo após o anúncio das prisões.

“Como um tutor de cachorro, fiquei completamente chocado quando recebemos uma denúncia de crueldade tão absurda contra animais em nossa comunidade”, disse ele, de acordo com a WGNO-TV.

“Nossos investigadores agiram rapidamente e as partes responsáveis foram acusadas de acordo”.

Uma iniciativa local de arrecadação de fundos para cobrir os custos médicos do cão acumulou quase 18 mil dólares (cerca de 73 mil reais) em apenas sete dias após o início da campanha contando a contribuição de cerca de 600 pessoas.

A página de angariação de fundos dizia que Buddy “suportou o impensável”, acrescentando que seu osso estava saindo para fora da pele, que suas pernas haviam sido “intencionalmente” cortadas e que havia uma infecção no local.

O dinheiro que sobrou do total utilizado por Buddy seria destinado a pelo menos seis outros cães que precisaram de cirurgia, de acordo com a página de captação de recursos.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Cadela arrastada por enxurrada é encontrada no Rio de Janeiro

A labradora Gaia, de 14 anos, que havia sido arrastada por uma enxurrada que atingiu a cidade do Rio de Janeiro, foi encontrada nesta quinta-feira (11) em uma trilha no Horto, na Zona Sul do município. A cadela não se feriu e já voltou para casa.

Foto: Arquivo Pessoal

Gaia foi encontrada por Nana Carneiro da Cunha, amiga do irmão da tutora da cadela, a arquiteta Tatiana Castello Branco, que fez uma mobilização nas redes sociais para tentar localizar a labradora. As informações são do jornal Extra.

“Eu fiquei três sem dormir e ainda estou anestesiada. Ontem fui dormir já me preparando para uma notícia ruim. E hoje esse anjo que é a Nana achou a Gaia. E agora ela está aqui, andando pela casa, só com um arranhãozinho. Estou feliz demais, demais”, disse Tatiana.

Após a cadela voltar para casa, Tatiana agradeceu a todas as pessoas que se uniram a ela para tentar encontrar Gaia. “Os Cachorreiros da Paz, o GoDog, a veterinária Carolina, os seguranças do Jockey e mais tanta gente. São pessoas assim que fazem a gente voltar a ter fé no mundo”, afirmou.

Gaia estava na casa da avó de Tatiana, no Jardim Botânico, também na Zona Sul,quando uma galeria de águas pluviais que fica sob o imóvel transbordou e arrastou a cadela, na última segunda-feira.

Desde o desaparecimento, Tatiana passou a percorrer os locais nos quais, segundo testemunhas, Gaia havia sido vista.

​Read More
Você é o Repórter

Cadela de porte grande é encontrada em Guarulhos (SP)

Paula Rocca
paula_rocca@hotmail.com

Uma cadela de porte grande foi encontrada na Av. Paulo Faccini, altura do número 200, às 3:30 da madrugada do dia 25/12. Ela é bastante dócil, está chorando muito e tentando criar vínculo com qualquer pessoa que passa.

Funcionários da drogaria São Paulo a colocaram pra dentro do terreno, mas terão que soltá-la na rua. A cadela está usando coleira e aparenta estar bem nutrida. Quem tiver informações sobre sua família, entre em contato com Paula através do e-mail paula_rocca@hotmail.com.

​Read More
Você é o Repórter

Cadelinha com pata machucada e aparelho maxilar é encontrada em São Caetano (SP)

Lais Fig
laisfig6@gmail.com

A mãe da Akemi encontrou uma cachorrinha em uma rua na cidade de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. Apesar de estar sujinha, ela não aparenta ser de rua.

Está com uma perninha machucada e usa um aparelho no maxilar, e está bem magrinha. Está sendo alimentada e cuidada, porém elas não têm condições de ficar com ela, que aparenta ter mais de 3 anos e por ser tão bem cuidada, provavelmente tem tutores tristes a sua procura. Ela foi encontrada da rua General Alberto Castelo Branco de Alencar, no bairro Santa Maria em São Caetano do Sul.

​Read More
Você é o Repórter

Procura-se tutor de cadela encontrada na Zona Leste de São Paulo

Alessandra
kratos@kratostraducoes.com.br

A cadela da foto foi encontrada nas proximidades do Supermercado Nagumo, entre os bairros de Barreira Grande e Jardim Imperador, na Zona leste de São Paulo. Estava assustada, machucada e deitada num buraco, mas está bem cuidada e, por isso, quem a encontrou acredita que ela tenha tutor e esteja perdida.

A cadela tem pelagem caramelo e está usando uma coleira verde que aparenta ser nova.

Informações sobre o tutor da cadela devem ser repassadas a Alessandra através do e-mail kratos@kratostraducoes.com.br.

​Read More
Você é o Repórter

Procura-se tutor de gata encontrada na Zona Sul de São Paulo

Monalisa

A gata da foto, que recebeu o nome de Grisalia, foi resgatada das ruas na Zona Sul de São Paulo, mais especificamente na Vila Mascote. O veterinário constatou que ela já esta castrada e tem microchip.

Informações sobre o tutor da gata devem ser repassadas a Monalisa pelo telefone (11) 9 9102-3500.

​Read More
Notícias

Cadela sequestrada é encontrada vagando pela rua em Itapetininga (SP)

Uma cadela da raça pinscher, que foi sequestrada em dezembro no Jardim Marabá, em Itapetininga (SP), foi encontrada andando na rua da Vila Popular.

Cadela sequestrada foi encontrada e voltou para casa (Foto: Arquivo Pessoal/Wagner Nunes)

Wagner Nunes, tutor da cadela, contou que seu cunhado recebeu uma ligação informando o paradeiro de Pituxa. “Ela disse que encontrou a Pituxa próximo a um supermercado no bairro e a levou para casa. Em seguida, disse que viu uma publicação nas redes sociais e a reconheceu. Então ligou para o número que estava para contato. Meu cunhado foi quem atendeu o telefone e me avisou. Foi um alívio e na hora fui atrás dela. Só tenho a agradecer aos que ajudaram a procurá-la”, disse.

De acordo com Wagner, Pituxa está bem, mas foi encontrada com um machucado no corpo. “Ela estava um ferimento que parece ser de briga com outro cachorro, mas a levei ao veterinário e está tudo bem. Agora colocamos grade no portão para que isso não aconteça novamente”, contou.

O sequestro foi registrado por uma câmera de segurança da casa. Um homem passa pelo local, vê a cadela e vai até a esquina. Depois volta e, pela grade do portão, pega Pituxa no colo e a leva escondida em um casaco.

“Eu tenho uma funilaria na rua acima de onde moro. Estava com ela no colo indo pra casa, quando chegou um cliente. Deixei a Pituxa na garagem e fui para a oficina. Quando voltei, ela não estava mais. Só vi que tinha sido furtada quando observei as imagens. Fiquei muito nervoso quando não a encontrei”, afirmou ao G1.

Wagner se indignou ao ver as imagens. “A primeira reação foi procurar pelo bairro, mas não encontrei. Tem que ter muita frieza para fazer isso”, desabafou.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado na delegacia, mas o responsável pelo crime ainda não foi encontrado.

​Read More
Você é o Repórter

Chow chow é encontrada na Av. Politécnica, no Rio Pequeno, em SP

Mutatis Multimídia
mutatis@mutatis.com.br

Divulgação

Uma cadela da raça chow chow de aproximadamente dois anos foi encontrada na Av. Politécnica, perto da rotatória do Extra Jaguaré, no Rio Pequeno, em SP. Quem tiver informações sobre os tutores dela entrem em contato com a Carol através do telefone: (11) 948757340.

​Read More