Notícias

Cachorrinha presenteia tutora com coisas estranhas que ela encontra diariamente

Foto: Kennedy News and Media
Foto: Kennedy News and Media

Todo tutor sabe que, seja qual for o presente que um animal lhe traga, ele deve ser respondido apenas com alegria e apreço. Ainda que seu gato traga um rato morto. Não podemos todos ter a sorte de ter um gatinho que nos traz folhas como sinal de agradecimento.

Kelly Seaton, 32 anos, precisou aperfeiçoar sua forma de agradecimento para sua cachorrinha. Kelly vive com Xena, uma cadelinha sem raça definida de pelos dourados, mistura de labrador, que vem trazendo a ela todo tipo de presentes estranhos há anos.

Toda vez que Kelly chega em casa, a cachorrinha de sete anos, a cumprimenta na porta com algo que encontrou naquele dia, seja fita adesiva, feijão verde ou um único fio de espaguete (sim, essas são todas as coisas dadas para Kelly por Xena). Kelly costuma ficar intrigada com o local em que sua cachorra encontra os itens, mas sempre agradece a Xena pela lembrança – pois é isso que conta.

Foto: Kennedy News and Media
Foto: Kennedy News and Media

Xena muitas vezes foge para desenterrar um item quando ouve sua tutora chegando e então espera na porta pronta para o ritual de presentear Kelly. Ela traz presentes para a tutora desde que era filhote, começando com itens razoavelmente normais, como brinquedos, bolas ou ossos.

Ao longo dos anos, a seleção atual tornou-se mais estranha e Kelly começou a documentar os presentes que recebe de sua cachorrinha em fotos adoráveis. Kelly, que mora em Greenbelt, Maryland, EUA, disse: “Xena sempre me trouxe presentes. Nas primeiras vezes em que ela fez isso, era a bola ou os brinquedos dela, então eu não pensei muito nisso”.

“E a primeira vez que ela me trouxe algo aleatório, pensei que talvez ela não tivesse conseguido encontrar seus brinquedos, mas isso continuou acontecendo mais e mais. Eu nunca esperava que isso durasse tanto tempo. Quando finalmente percebi o quanto era estranho, comecei a documentar o fato em fotos”, disse Kelly.

Foto: Kennedy News and Media
Foto: Kennedy News and Media

“Ela me traz um presente toda vez que chego em casa ou, às vezes, quando vou a um quarto, fecho a porta e volto a sair. A bola dela é o presente mais comum, mas ela já me trouxe todos os tipos de coisas. Às vezes me vejo realmente confusa sobre onde ela encontra essas coisas”.

“No outro dia, ela me trouxe um jarro em forma de galão e eu nem sei de onde aquilo veio ou onde ela o encontrou. Às vezes, os presentes são úteis, como meias faltando que Xena pode ou não ter escondido por semanas. Outras vezes eles são um pouco estranhos”.

Foto: Kennedy News and Media
Foto: Kennedy News and Media

Mas o que quer que ela encontre, Xena sempre se orgulha do ritual de presentear e dos tesouros que consegue encontrar para a amiga querida. “Tem que ser algo que ela acha que vale a pena”, diz Kelly. “Ela fica lá com muito orgulho de mostrar o que encontrou. Ela sempre parece muito satisfeita consigo mesma. É muito fofo”.

“Eu sempre agradeço a ela por seus presentes, faço uma grande quantidade de carinhos e digo: `Oh Xena, o que você me trouxe? Isso é tão bonito!`”.

“Às vezes eu não recebo o presente imediatamente, apenas olho para ele e digo palavras de recompensa. Então ela se joga no chão e rola para que eu possa esfregar a barriga dela enquanto ela segura o presente para mim”.

Foto: Kennedy News and Media
Foto: Kennedy News and Media

“Essa é a sua posição oficial de apresentação de presentes. Quando ela tiver afagos suficientes, ela deixará o presente no chão para que eu pegue. É tão especial. É a melhor parte do meu dia”.

Kelly acha que a paixão de Xena por dar presentes diariamente faz parte de sua natureza amorosa. A cachorrinha até estendeu a honra a familiares e amigos, que também precisam reagir com gratidão semelhante quando recebem sua cota de presentes de uma variedade aleatória e adorável de coisas.

Foto: Kennedy News and Media
Foto: Kennedy News and Media

O outro cachorro de Kelly, Maserati, não foi convencido a copiar as táticas de “agradar pessoas” de Xena. Kelly disse: “Quando digo às pessoas, elas ficam encantadas e desejam que seus cães façam o mesmo”. As informações são do METRO UK.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More