Notícias

Sábado é dia de adotar um amigo em Canoas, RS

O Centro de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde, na Avenida Boqueirão, 1985, abrirá suas portas neste sábado, 16, das 9 às 17 horas, para as pessoas que desejam adotar cães e gatos abandonados. No total são 30 cães (12 adultos e 18 filhotes) e 11 gatos, entre machos e fêmeas. Todos os futuros mascotes estão desverminados, castrados e vacinados.

Foto: Luciano Bergamaschi/GES
Foto: Luciano Bergamaschi/GES

A doação dos animais deve-se à superlotação do Centro de Zoonoses, que, em princípio, faz o papel de canil mas, na verdade, é responsável por prevenir doenças transmitidas pelos animais, como a raiva. O Centro recolhe cães que mordem e animais portadores de males transmissíveis ao homem. O que acaba ocorrendo é que também acolhe os animais abandonados.

Os animais são medicados, ganham alimentos e banho, mas ficam presos nos pequenos espaços disponíveis e não recebem o amor e o tratamento ideal de que precisam. A capacidade é para 15 cães adultos e seis “mordedores”, aqueles que não podem mais ser mantidos na casa de onde foram retirados em função de maus-tratos que sofreram. No caso de filhotes há vinte vagas para cães e gatos.

Férias

O veterinário responsável pelo setor de cães e gatos do Centro de Zoonoses, Jean Pierre Maillard, conta algumas situações que ocorrem no final e início de cada ano. “Antes do Natal aumenta a procura para adoção. Neste caso, o animal vira opção de presente. Depois do Ano Novo, no período de férias de verão, as pessoas geralmente abandonam os animais”, lamenta o veterinário. Por isso, quem pensar em presentear alguém com um animal deve analisar bem a situação e ver se a pessoa realmente quer o bichinho e se tem condições e responsabilidade para cuidar dele.

Maillard comenta que em Canoas há muitas casas, então a quantidade de cães é maior. “O que acontece é a falta da guarda responsável. O animal não é um brinquedo que se joga fora quando não se quer mais. Então a falta de tempo e de adestramento geram os motivos do abandono principalmente de cães e gatos.” Quando compram algum bichinho de estimação, as pessoas precisam considerar que eles crescem e que precisam de atenção e carinho. “Na maioria dos casos as pessoas não têm conhecimento do comportamento dos animais”, constata o veterinário.

No caso de um animal que esteja abandonado com suspeita de doença ou mordendo pessoas na rua, a orientação é procurar o Centro de Zoonoses ou ligar para o telefone 3472.7309.

Com Informações do Diário de Canoas

​Read More