Notícias

Político norte-americano decapita galinha para promover lei antiaborto

O político publicou um vídeo em seu Facebook, no qual aparece decapitando uma galinha para promover sua opinião contra o aborto.

Este não é o primeiro escândalo em que Mike Moon se envolve. Após ter comparado o aborto ao Holocausto, desta vez o político gerou revolta em ativistas dos direitos animais do mundo todo.

Imagem de Mike Moon arrancando cabeça de galinha
O vídeo já possui milhares de visualizações e chocou defensores da causa animal (Foto: Reprodução / Público.pt)

No vídeo, o republicano aparece pendurando uma galinha em uma árvore e, ao agarrar a cabeça do animal, ele a decepa.

“Deus deu ao homem o poder de dominar a vida. Ele permite-nos criar animais e cuidar deles e depois transformá-los em comida para sustentar a nossa própria vida. É isso que estou a fazer com esta galinha”, disse Moon. “Esta situação tem o propósito especial de apoiar a vida, protegendo especificamente os que ainda não nasceram”, afirma o político nas imagens.

Mas o vídeo não para por aí. Após a morte do animal, ele retira o corpo da árvore e começa a desmembrá-lo, em uma cena assustadora de frieza. “Penso que precisamos de chegar ao coração da questão aqui”, afirma instantes antes de arrancar o coração da galinha. “Estou a levar a cabo um projeto de lei que levará à interrupção da prática do aborto no estado do Missouri e espero que vocês o apoiem”, disse.

Nota da Redação: Repudiamos veemente a atitude cometida pelo político ao utilizar a violência e os maus-tratos contra animais para justificar uma posição política, tendo em vista o despropósito da metáfora utilizada nas justificativas do vídeo. Animais jamais devem servir como objetos submetidos às vontades do ser humano.

 

 

​Read More