Notícias

Com saída de Cameron, destino do ‘gato oficial’ Larry preocupa britânicos

24
Divulgação

Após a reviravolta da votação do Brexit, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou que vai renunciar na quarta-feira (13), e a ministra do interior, Theresa May, assumirá o poder em seguida .

Mas uma questão ainda não respondida está preocupando muitos britânicos nas redes sociais: qual será o destino do gato Larry , o “caçador oficial de ratos” de 10 Downing Street, endereço oficial do premiê?

Larry está no “cargo” desde 2011, quando, aos 4 anos, deixou o abrigo da organização inglesa Battersea Dogs & Cats Home e foi adotado pelo premiê Cameron para caçar roedores na residência oficial.

Mas, segundo a imprensa britânica, ele tecnicamente não é de animal doméstico de Cameron e de sua família, pois é “contratado” pelo Office Cabinet, e mantido através de doações.

Portanto, ainda não se sabe oficialmente o que vai ocorrer após a posse de Theresa May, se ele continua no cargo ou se será “exonerado” e vai continuar morando com os Cameron.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Mulher afirma que o gato do premiê britânico na verdade era dela

A britânica Margaret Sutcliffe, moradora de Battersea, afirmou que o gato Larry, adotado pelo premiê David Cameron, na verdade se chama Jo e é dela.

O gatinho foi adotado por Cameron no abrigo de cães e gatos de Battersea, para ficar na Downing Street, a residência oficial. Mas Margaret argumenta que Jo fugiu de sua casa em outubro do ano passado, segundo os tabloides britânicos.

Tim, sobrinho dela, começou uma campanha no Facebook pela devolução do felino. Um porta-voz de Cameron disse que não faz ideia se o premiê pretende devolver Larry/Jo.

Larry, o novo gato do premiê britânico, David Cameron, chega engaiolado à residência oficial. (Foto: Reuters)
Larry tira uma soneca logo após chegar à casa do premiê em 15 de fevereiro (Foto: AP)
Larry, o novo gato de Downing Street, é clicado antes de ir para seu novo lar. (Foto: AFP)

Fonte: G1

​Read More