Histórias Felizes, Notícias

Vídeo flagra cabra dançando e pulando de alegria com veterinária que a adotou

Foto: Longview Animal Care and Adoption Center
Foto: Longview Animal Care and Adoption Center

A maioria dos animais não gosta muito de uma visita ao veterinário, quase sempre o passeio acaba resultando em picadas de agulhas de injeções ou algum desconforto por causa dos exames necessários.

Não é de estranhas que alguns cães e gatos até queiram se esconder ou fugir enquanto estão no veterinário – mas esse cordeirinho está literalmente pulando de alegria.

Úrsula não é uma residente permanente na clínica e centro de adoção Longview Animal Care no Texas (EUA); ao contrário disso, ela é adotada por um funcionário de lá. E a cabritinha está tão apaixonada pela equipe que ela literalmente começa a dançar quando eles estão por perto.

Um membro da equipe teve a sorte de filmar a cena recentemente flagrando um de seus momentos de dança que aconteceu bem diante das câmeras – e agora o mundo inteiro está apaixonado por seus movimentos.

“Como a maioria dos outros cabritinhos pequenos, Úrsula gosta de pular e ficar animada”, disse Chris Kemper, gerente de serviços de animais, ao The Dodo. “Neste dia em particular, um dos nossos técnicos de cuidados com os animais estava no corredor com Úrsula logo após o trabalho e começou a pular com a cabritinha e até parecia que elas estavam dançando”.

O resultado foi um vídeo simplesmente lindo – e alegre também- mostrando a veterinária e Ursula realmente dando tudo de si e pulando juntas. Rodando o vídeo em câmera lenta, é possível ver cada pequena acrobacia e movimento que Úrsula faz quando salta pelo corredor em estado de pura alegria.

Foto: Longview Animal Care and Adoption Center
Foto: Longview Animal Care and Adoption Center

Parece que nada no mundo poderia derrubar Úrsula, e isso provavelmente é verdade.

“Agora que o vídeo chegou a ser visto mais de 10 milhões de vezes, estamos tentando descobrir como transformar sua popularidade em adoção para o resto dos animais em nosso abrigo”, disse Kemper. “Nós adoramos toda a atenção que as imagens trouxeram para nossas instalações”,

Embora não haja maneira de saber o que Úrsula está querendo dizer com certeza, isso pode significar o quanto ela está feliz por estar cercada por pessoas tão carinhosas e que gostam de diversão tanto quanto ela.

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Vídeo flagra homem dançando com animais mortos em matadouro brasileiro

Funcionário é flagrado brincando com a morte dos animais no Brasil. Foto/Reprodução: Vídeo no Yutube.
Funcionário é flagrado brincando com a morte dos animais no Brasil. Foto/Reprodução: Youtube.

Por: Alex Avancini (da Redação)

Um funcionário de um matadouro ainda não identificado no Brasil foi flagrado desrespeitando um porco. Além do animal ser morto e pagar com a própria a vida a alimentação de outras pessoas, os trabalhadores foram filmados dançando com facas nas mãos com os cadáveres pendurados.

As denúncias envolvendo locais como este são muitas. Centenas de acusações apontando as péssimas condições de higiene e as horríveis formas de transporte, armazenamento e produção de carne pelo Brasil já foram registradas.

Em dezembro de 2014 um jornal de Alagoas, reportou uma matéria no município de São Miguel dos Campos, interior do estado, denunciando as péssimas condições do matadouro da cidade onde a poucos metros era possível avistar urubus em plena luz do dia comendo os restos dos animais mortos, acumulados em recipientes abertos ao ar livre.

Também, a JBS Friboi, maior produtora de carne animal do mundo e segunda maior empresa privada do Brasil, com 125 mil funcionários e uma receita bruta estimada em cerca de R$ 100 bilhões, é alvo constante de denúncias.

Em 2014, segundo ministério público do trabalho, a JBS-Friboi foi penalizada em R$ 2 milhões por irregularidades de exigência de jornada superior a dez horas diárias, inclusive em atividades insalubres, além da falta de indicação de riscos no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) e no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) e o não fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs).

No mesmo ano, no município de Barra do Garças (MT), a empresa foi multada em R$ 6 milhões e sofreu embargos na planta frigorífica da unidade por crime ambiental. A decisão foi aplicada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema-MT) após constatar junto ao Ministério Público Estadual e do Serviço de Inspeção Federal (SIF), auxiliada por peritos da Polícia Técnica de Mato Grosso (Politec), relatando que a JBS-Friboi enterrava cadáveres de bovinos durante transporte em uma área de um hectare de extensão dentro da reserva florestal da unidade, no que ficou conhecido como “um verdadeiro cemitério clandestino de animais”.

A carne que chega à mesa dos consumidores passa por este processo. Não existe “abate humanitário”, pois não há possibilidade de tornar humano o hábito de matar animais. Os bastidores destes locais não são revelados à população para a qual é entregue bandejas limpas e higienizadas nos supermercados. O passado daquilo que escondem é o mundo da violência e descaso humano.

Confira o vídeo:

​Read More