Você é o Repórter

Idosa cuidava de 3 animais é levada para casa de repouso e agora eles precisam de ajuda em São Paulo

Ana Rita Moraes
anarita.moraes@hotmail.com

Uma senhora de 87 anos cuidava de três animais no Brooklin, Zona Sul de São Paulo. Mas devido a complicações com sua saúde, ela foi para uma casa de repouso e agora seus animais ficaram dependendo da ajuda de pessoas bondosas para que continuassem vivendo. Um segurança da rua tem acesso à casa da senhora, pois ela não tem familiares próximos, e com a ajuda de vizinhos, alimentam os animais com ração e água.

São dois gatinhos e uma cachorrinha. A cachorrinha está com um tumor muito grande nas mamas e precisa passar por uma cirurgia de retirada e também castração. As pessoas que estão mantendo os animais fazem um apelo por ajuda, para arrecadar os valores e custear os gastos necessários. Os animais também vão precisar encontrar novos lares.

A única coisa que a senhora pediu ao deixar sua casa, foi para que seus animais não fugissem e continuassem sendo protegidos. As pessoas têm feito o melhor para cuidar dos animais, mas não elas têm condições de permanecer com eles por muito tempo. Caso alguém tenha interesse em adotá-los, ou possa ajudar de alguma forma, entre em contato com Ana Rita através do e-mail.

20160706_141248
Divulgação
20160706_142750
Divulgação
20160706_143010
Divulgação

Contato: Ana Rita Moraes
anarita.moraes@hotmail.com

​Read More
Notícias

Treze cágados são apreendidos em supermercado de Taguatinga, DF

Treze cágados foram apreendidos na manhã deste domingo (24), em um supermercado na Comercial Norte de Taguatinga. A Companhia de Polícia Militar Ambiental (CPMA) chegou ao local por volta das 10h, após uma denúncia anônima.

Os agentes encontraram os animais no subsolo do supermercado, onde fica o estacionamento. Eles estavam aglomerados em uma área que não tinha condições de abrigá-los, sem sol nem espaço suficiente. Além disso, alguns aparentavam estar doentes. De acordo com agentes da CPMA, os clientes do supermercado podiam se aproximar livremente dos bichos porque não havia um isolamento.

Segundo a polícia, o funcionário Flávio Francisco Amaral, de 49 anos, confessou que “cuidava” dos cágados. Ele disse que recebeu alguns animais de clientes que não tinham condições de criá-los em casa.

Por manter os cágados em cativeiro sem autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Flávio foi autuado por crime ambiental. Os cágados foram encaminhados ao zoológico.

Fonte: Correio Braziliense

​Read More