Notícias

Vídeo de cão da raça beagle viraliza na internet com sua “dancinha” na cozinha

Foto: Wendy Berenguer,/Facebook
Foto: Wendy Berenguer,/Facebook

Um vídeo flagrou o momento hilário em que um cachorrinho foi pego dançando em uma batida hipnótica.

Wendy Berenguer, de Nápoles, na Flórida, nos Estados Unidos, havia decidido colocar uma música relaxante do ritmo reggaeton puetro-riquenho em sua casa.

Mas, entrando na cozinha, ela pegou seu beagle, Bailey, dançando animadamente ao som da música, para sua surpresa e divertimento.


Wendy compartilhou o vídeo do swing canino aparentemente improvisado do beagle na cozinha em sua página no Facebook para o mundo ver as impressionantes habilidades do cão.

Nas filmagens, o cãozinho pode ser visto sentado e girando de um lado para o outro, no ritmo da música de reggaeton, que se originou em Porto Rico nos anos 90.

Quando o cão percebe que está sendo filmado, ele pausa por um momento, se ajusta a outra posição e volta a sacudir a cauda, o tronco e as patas.

Desde então, a filmagem se tornou viral, com 15 milhões de pessoas assistindo aos movimentos do talentoso cão.

Foto: Wendy Berenguer,/Facebook
Foto: Wendy Berenguer,/Facebook

Mas a tutora do cachorro, Wendy, pode estar se beneficiando demais do que apenas um vídeo viral como resultado da dança hilariante do cão.

Várias pesquisas científicas mostraram que viver na companhia de um cão faz bem ao coração, porque encoraja a ser mais saudável, fazer exercícios com ele, se socializar e reduzir o estresse.

Especialistas do Hospital Universitário St Anne’s Brno, que analisaram recentemente a saúde de centenas de pessoas que encontraram um amigo peludo, descobriram que os tutores de cães eram mais propensos a serem fisicamente ativos e também a ter uma alimentação melhor. As informações são do Daily Mail.

Foto: Wendy Berenguer,/Facebook
Foto: Wendy Berenguer,/Facebook

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Chef premiado Raymond Blanc diz que o veganismo é uma mudança necessária

Foto: Raymond Blanc
Foto: Raymond Blanc

Raymond Blanc, chefe de cozinha do Le Manoir aux Quat ‘Saisons – um restaurante-hotel em Oxfordshire (Inglaterra) com duas estrelas Michelin (guia de gastronomia reconhecido mundialmente),  presidente da Sustainable Restaurant Association (Associação de Restaurantes Sustentáveis) diz que o veganismo é uma “mudança necessária” para tornar os alimentos mais sustentáveis.

Enquanto Blanc ainda serve produtos de origem animal, tomou medidas para reduzir a pegada de carbono das refeições que ele prepara, incluindo servir vegetais cultivados em seus próprios jardins e fazer algumas receitas veganas, substituindo os laticínios por alternativas veganas como a aquafaba.

“A noção de refinamento tem que mudar”

“Eu sempre estive envolvido nessas questões e estou muito feliz que a noção de refinamento agora precise mudar. Teremos que nos reinventar. É uma revolução que mudará completamente nossos hábitos”, afirmou.

“Em Londres existem alguns chefs brilhantes que adotam uma alimentação ética”.

“O veganismo também é uma parte importante. Faz parte de um novo estilo de vida que é necessário e desafiará um chef da maneira mais extraordinária. É bom isso porque os legumes por muito tempo foram ignorados”.

“Não é uma tendência”

Não é a primeira vez que Blanc fala positivamente sobre o crescimento da demanda de alimentos à base de vegetais. Neste verão, ele discutiu mudanças de atitudes em relação a alimentos veganos em uma entrevista ao The Telegraph.

“Hoje, existe uma verdadeira percepção de que devemos mudar a maneira como comemos”, disse ele.

“O vegetarianismo e o veganismo não são uma tendência, mas uma mudança importante baseada no conhecimento e na conscientização que nós, sejam chefs, cozinheiros domésticos e varejistas, devemos abraçar”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Dublin é declarada a capital da culinária vegana em 2019

Foto: Positiffy - stock.adobe.com
Foto: Positiffy – stock.adobe.com

Uma pesquisa recente feita pela empresa de marketing de mercado, Hayes e Jarvis, com base nos dados do site TripAdvisor das 50 cidades mais visitadas do mundo, mostra que Dublin teve a maior presença de restaurantes veganos em 2019, com 21,2% de seus restaurantes classificados como veganos ou oferecendo produtos à base de vegetais como opções no cardápio.

O veganismo registrou um aumento constante na Irlanda, com mais e mais consumidores optando por opções baseadas em vegetais. A venda de leites de origem vegetal aumentou acentuadamente após o Veganuary (campanha inglesa que estimula as pessoas a praticarem uma alimentação vegana por 31 dias, no mês de janeiro) no início deste ano, com um aumento de 40% nas vendas de alternativas de leite à base de vegetais em janeiro em comparação a 2018. Além disso, a venda de embutidos e hambúrgueres à base de vegetais aumentou em 35%.

Shane Ryan, fundador e CEO da startup irlandesa FIID (uma startup vegana irlandesa de sucesso, nos disse ao Vegconomist que não está surpreso com os novos dados: “Dublin é uma cidade jovem – para uma cidade de apenas 1,3 milhão de pessoas, possui mais de 120 mil estudantes universitários e conta com milhares de jovens de todo o mundo atraídos por empregos bem remunerados em gigantes globais de tecnologia como Google, Facebook, Linkedin, Airbnb etc. Os dados mostram que a tendência por alimentos à base de vegetais é amplamente impulsionada pelos millennials e pela Geração Z, portanto, quando você mescla uma maior conscientização global questões climáticas e abertura a novas ideias em uma cidade movida por jovens, você recebe um ambiente perfeito para mudanças culturais.

Foto: Infografico Statista
Foto: Infografico Statista

“Os clientes são extremamente firmes quando os restaurantes e cafés não atendem às suas necessidades, eles simplesmente vão para outro lugar, o que significa que toda a indústria respondeu a isso com menus mais variados, oferecendo opções para clientes veganos e vegetarianos e respeitando também o crescente número de flexitaristas. Curiosamente, notei um aumento de cafés e restaurantes realmente querendo mudar para uma maneira mais sustentável de fazer as coisas – isso inclui mais opções veganas, mas se estende também a embalagens mais sustentáveis, incentivando reutilizáveis e separando resíduos, por exemplo”, disse o empresário.

“Isso também levou a um grande aumento no número de restaurantes veganos em primeiro lugar, e apenas veganos na cidade, principalmente nos últimos 12 a 18 meses. Somente no distrito 7 de Dublin, temos o Kale + Coco, o Beo Wine Bar and Kitchen, a Woke Cup, o The Planted Bean, o Peel e o V-Face, todos oferecendo cardápios veganos exclusivos para os clientes.

“Como proprietário de uma empresa em Dublin, é incrível fazer parte dessa revolução e sei que devo grande parte do nosso sucesso inicial às empresas veganas que vieram antes de nós. Empresas como The Happy Pear (agora um fenômeno global) realmente quebraram o molde do que significa comer de forma vegana e educaram os consumidores sobre os benefícios desse tipo de alimentação, além de dissipar seus medos. Lançamos nossa linha de tigelas à base de vegetais no varejo na Irlanda em janeiro deste ano e tivemos um crescimento explosivo nesse curto período de tempo, servindo mais de 150 mil refeições. Estamos empolgados com o que virá a seguir e esperamos fazer parte da história vegana aqui e além”, conlcuiu.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Receitas Veganas

Macarrão com queijo vegano

Macarrão com queijo vegano
Delicioso macarrão com queijo vegano.

Ingredientes:

300gr de macarrão
225gr de batata amarela
15gr de cenoura
50gr de cebola picada
3/4 de copo de água da cozedura dos vegetais
75gr de cajus
1/4 de copo de leite de coco
4 colheres de sopa cheias, de levedura de cerveja
1 colher de sopa de sumo de limão
1 pitada de paprica
alho em pó a gosto
pimenta a gosto

Preparação:

1. Cozer o macarrão al dente, de acordo com as instruções da embalagem, escorrer a água e reservar à parte

2. Numa panela à parte cozer a batata, a cenoura e a cebola, até ficarem macios para transformar em purê. O tempo de cozedura varia dependendo da espessura dos vegetais.

3. Num processador de alimentos colocar os vegetais cozidos e 3/4 de água da cozedura, juntamente com os restantes ingredientes, deixando o macarrão de parte.

4. Processar até obter uma textura suave.

5. Misturar o molho de queijo vegano sobre o macarrão e servir.

​Read More
Notícias

Santos (SP) recebe 2º Festival da Coxinha Vegana

Divulgação
Divulgação

Após o sucesso da primeira edição, realizada em 2015, Santos recebe o 2º Festival da Coxinha Vegana, que leva ao público da baixada não apenas o famoso salgado em versões sem ingredientes de origem animal, mas também uma série de atividades. O evento, com entrada gratuita, será realizado no dia 27 de novembro (domingo), das 11h às 20h, no Clube AFC, no bairro Encruzilhada. Também serão aceitas doações de ração para cães e gatos carentes.

Principal atração do evento, as coxinhas, assadas ou fritas, comparecem nos mais diversos sabores (jaca, shimeji, palmito, abobrinha, alcachofra…), inclusive com opções sem glúten. O público também vai poder provar outras delícias veganas salgadas (feijoada, hambúrguer, kibe) doces (bolos, sorvetes, tortas, churros) e crudívoras. Haverá opções para todos os gostos.

Como na primeira edição, o 2º Festival da Coxinha Vegana de Santos vem com muita informação, entretenimento e práticas para o corpo e para a mente.

Divulgação
Divulgação

Confira a programação:
13h – Roda de conversa sobre transexualidade masculina com Diogo e Thomaz, do canal do YouTube Cavalos Marinhos;
14h – Apresentação musical com a cantora geo;
14h – Palestra: Alimentação vegetariana e Veganismo – a relação com a libertação animal, com Mari Nascimento;
15h – Workshop: Receitas veganas para o fim de ano, com Flora Matsumori (contribuição: R$ 20);
16h – Apresentação musical com o duo Sótão2;
17h – Palestra: Mitos e verdades sobre o Veganismo, com Andréa Machado;
18h – Aula de meditação guiada e yoga com Ariel Quintela

Haverá ainda espaço para ONGs, exposição de artesanato e bazar de artigos como roupas, acessórios, produtos de higiene e cosméticos – lembrando, sem qualquer componente de origem animal e não testados em animais.

Ação solidária
Os visitantes que doarem um pacote de ração para cães ou gatos, além de ajudarem os animais acolhidos pela ONG AIPA, também vão participar do sorteio de uma linda cesta de produtos veganos e de uma luminária.

Divulgação
Divulgação

Serviço
2º Festival da Coxinha Vegana de Santos
Data: 27 de novembro (domingo), das 11h às 20h
Local: Clube AFC
Endereço: Rua Olintho Rodrigues Dantas, 80 – Encruzilhada – Santos/SP
Entrada: grátis (aceita-se doação de ração para cães e gatos)
Programação e mais informações: https://www.facebook.com/events/617484978431916/
Organização: Menina Verde e Casa da Coxinha Vegana
Apoio: AFC – Associação dos Funcionários da Cosipa

​Read More
Notícias

Dieta vegana é altamente nutritiva

Divulgação
Divulgação

Vegetais acessíveis e populares também são superalimentos cheios de nutrientes e benefícios. Confira abaixo alguns vegetais comuns e de elevado valor nutricional:

Amendoim

A composição do amendoim é rica em ácidos graxos insaturados, que são benéficos à saúde e fonte de proteína vegetal, fibra dietética, vitaminas, antioxidantes, minerais e fitoquímicos, além de promover a saciedade.

Aveia

É um cereal rico em fibras, ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre, manganês, vitaminas (principalmente vitamina E) e proteínas. É encontrada em forma de grão, flocos, farelo ou farinha e pode ser adicionada a diversas preparações culinárias.

Arroz e feijão

São, de fato, uma dupla inseparável devido à riqueza de nutrientes. Aminoácidos que um não tem o outro possui, por exemplo. Esses alimentos se complementam. Segundo a Embrapa, um prato de arroz com feijão garante a absorção de mais de 80% da sua proteína.

Abacate

Abacates fornecem os 8 aminoácidos essenciais necessários para o corpo formar uma proteína completa. Contém gorduras saudáveis, antioxidantes, e é fonte de vitamina E.

Batata

São uma boa fonte de vitamina C, B6 e niacina (vitamina B3 e ácido nicotínico). As batatas são também ricas em sais minerais, incluindo ferro, cobre, manganês e triptofano. Na verdade, as batatas contêm todos os vinte e um aminoácidos, que são os blocos de construção das proteínas, formando proteínas completas sobre a digestão. São muito versáteis e podem ser incluídas em diversos pratos, mas o ideal para preservar seus benefícios é consumi-las sem fritá-las.

Couve

A couve está entre os alimentos mais densos em nutrientes do planeta. É rica em vitaminas (principalmente vitamina A, K e C) e sais minerais. Apenas para efeitos comparativos, a couve tem mais ferro por caloria do que a carne e mais cálcio por caloria do que o leite, além de ser anti-inflamatória e aumentar a imunidade.

Linhaça

Possui Ácidos Graxos, Ômega 3 e ainda mucilagens de ação laxante, que nutrem a flora intestinal, tratam mucosas e auxiliam na desintoxicação. Junto com a semente de chia, a linhaça é a principal fonte de ômega 3 de origem vegetal. Recomenda-se o consumo diário – preferencialmente do grão triturado na hora – que pode acompanhar saladas, frutas, sucos, e diversos pratos doces e salgados.

Fonte: Veggi & Tal

​Read More
Notícias

Vegetarianas criam cozinha do tema e investem em pratos artesanais que dão água na boca

(Foto: Divulgação/Carol Alencar)
(Foto: Divulgação/Carol Alencar)

Diferente de como pensam, a turma dos vegetarianos não optou em não consumir carne apenas por modismo. Além de ter inúmeros alimentos que substituem a proteína, o conceito de comer melhor e de maneira saudável é um dos objetivos principais de quem faz esta escolha.

Para as amigas e sócias Stephani Guerra, 27 anos e Isadora Mayrink, 24 anos, a coisa é muito mais embaixo. Ambas são vegetarianas há mais de cinco anos e, toda vez que iam em algum lugar para comer, sentiam-se violadas.

“Hoje não mais, mas antigamente, quando a vida saudável não estava tão na moda assim, a gente comida arroz, vinagrete, mandioca e shoyu para dar um gostinho no churrasco; ou comia sempre a chipa na padaria e, quando ia em restaurante, investia nas saladas”, brincam.

Pensando nisso, as duas criaram a Flor do Mato Cozinha Vegetariana que, diferente da moda, investem num cardápio vegano e com alimentos mais naturais possíveis, ou seja, sem ser industrializado. Vale lembrar que a Flor do Mato saiu de um coletivo de pessoas que pensavam e eram adeptas a culinária. Atualmente, ela se restringiu apenas a cozinha das duas amigas.

“Temos uma filosofia de vida, que é comer de maneira mais saudável, respeitando aquilo que consumimos e principalmente, uma preocupação com o valor nutricional do prato; penso que quanto menos você consumir e produzir carne, melhor para o corpo, pra alma e pra mente”, diz Isa, que é mineira.

Para conhecimento, o vegano é aquele que opta em não consumir absolutamente nada de derivado animal. Não come nem ovos, leite de vaca, queijos e nem manteiga. Não precisa dizer que a pessoa vegana também não come carne e, segundo as empresárias, dá para viver assim.

“Tudo que vendemos é 100% vegetal. Nossa comida é artesanal, feita na nossa casa e tudo passa pelas nossas mãos; os alimentos usados na nossa comida são naturais e substituímos por outros que muitas vezes, sai mais em conta do que alguns alimentos vendidos no mercado e priorizamos a qualidade da alimentação saudável, sem corantes, conservantes e com o mínimo de produtos industrializados possível”, argumenta Stephani, que é paulista.

Cardápio Variado

Com a hashtag ‘feito com as mãos’ e ‘feito com amor’, elas publicam diariamente as produções artesanais que fazem e, diga-se de passagem, dão água na boca. O bolo de festa é 100% vegetal, não leva leite e nem ovos na massa e é coberto por cacau com morangos. Outra novidade que as meninas fazem, está no bombom de ahimsa, feito a base de amendoim, linhaça, aveia, cacau e melado, tem de ameixa e castanha-do-pará também.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Segundo Isa, o bombom ahimsa é de origem africana e foi desenvolvido para acabar com a desnutrição da África. Já para salgar o paladar, o carro chefe da Flor do Mato é o pão desqueijo, que assim como o pão de queijo, é redondinho só que feito de mandioca e também, a variedade das tortas e empadas, que são recheadas com antepasto de berinjela, palmito, abóbora entre outros.

Além de fazerem encomendas, com dois dias de antecedência – vide cardápios na página da Flor do Mato no Facebook, Isa e Stephani abriram outro leque da sua cozinha. A partir deste ano, começaram a atender eventos, coffee breaks, almoços, aniversários infantis e já tem até um casamento agendado.

“Por incrível que pareça nossa clientela não é vegetariana; a maioria das pessoas que nos procuram, são pessoas que optam por se alimentar bem; dia desses fizemos um coffee break num escritório de advocacia, que alegou que todos lá estariam de dieta [risos], ou seja, estão comendo de maneira saudável e para nós, isso é uma vitória da culinária saudável”, explica Stephani.

Sobre as opções do vegetarianismo, diferente de como foi imposto, amplia-se o horizonte e não se limita. “Hoje temos uma maior quantidade de adeptos, não é tão visto como um tabu e diferente de como pensam, a visão de quem segue a risca, a alimentação vegetariana, vegana ou até a ovolactovegetariana é bem mais ampla; as pessoas estão focadas em uma qualidade de alimentar-se; isso independe da faixa etária, acredito que o amadurecimento vem da informação”, complementa Isa.

Fonte: Midiamax

​Read More
Notícias

Conheça o DNA Vegan, um trailer que leva o veganismo ao grande público

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

DNA Vegan é uma criação de Juliano Teixeira de Sousa, que após se tornar vegetariano em 2007, resolveu expandir seus dotes culinários para um público maior.

Junto com suas irmãs Daniele Teixeira de Sousa e Elisangela Teixeira de Sousa, o DNA Vegan começou a realizar pequenas reuniões entre amigos próximos e com a família, divulgando aos poucos o sabor diferenciado de uma bela comida vegetariana. O empreendimento funciona em Boituva (SP).

O projeto começou entre família e amigos que começaram a apreciar a comida vegetariana/vegana e a entender que vegano come muito mais do que apenas folhas.

Daí surgiu o DNA Vegan – Trailer Sustentável, com a idéia de levar até o público geral opções de uma alimentação saudável, sem crueldade e ao mesmo tempo leve no planeta.

Fonte: Lobo Repórter

​Read More
Notícias

Cozinha vegetariana ensina a usar seitan em pratos tradicionais

Foto:Local
Foto:Local

O Áshrama da Póvoa de Varzim – Centro do Yoga e o restaurante poveiro Anastasia Delicatessen organizaram um Workshop de Cozinha Vegetariana em Portugal.

Com o objectivo de ensinar a cozinhar pratos tradicionais com Seitan, em versões vegetarianas, esta iniciativa pretendeu dar a conhecer alternativas saudáveis e apetitosas aos participantes. Cordon Bleu e Strogonoff foram alguns dos pratos confeccionados.

O worksho acontece no restaurante Póvoa de Varzim. (Foto: Local)
Foto: Local

A formação esteve a cargo do Chef Ruslan Tsymbaly, que conta no seu curriculum os restaurantes DaTerra, Essência, Biofondue e Moscovo (onde foi o cozinheiro executivo) e Yoga House. Hoje é o cozinheiro do Anastasia Delicatessen e colabora nos programas da Escola de Cozinha Vegetariana deste restaurante e dos restaurantes DaTerra e Essência.

No final de Setembro será realizado mais um workshop, desta vez dedicado ao Sushi vegetariano.

*Esta notícia é original de Portugal e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores portugueses.

Fonte: Local

​Read More
Notícias

Grupo Fauna desenvolve oficina de culinária vegetariana para estudantes no PR

Depois da atividade realizada no Colégio Estadual Eugênio Malanski pelo Dia Mundial Sem Carne, o Grupo Fauna organizou uma oficina de comida vegetariana no último sábado (02/04), em Ponta Grossa (PR). O colégio está envolvido no projeto “Cidadania Planetária”, coordenado pela professora Andresa Jacobs, em parceria com o Grupo Fauna.

A oficina, que aconteceu no último dia 2, contou com a participação de 22 alunos da oitava série. O objetivo do evento era mostrar na prática que é possível ter uma alimentação saudável e balanceada sem fazer o uso de produtos de origem animal.

As comidas foram feitas pelos membros do Grupo Fauna, Andresa Jacobs e Luciana Moro, que contaram com a ajuda dos alunos e das cozinheiras do colégio.

Andresa afirma que depois da última atividade, em que os alunos assistiram ao documentário “A Carne é Fraca”, muitos deles se interessaram pela questão da preservação animal. “Alguns alunos vieram comentar comigo que gostariam de parar de comer carne. Sendo assim, me preocupei com a questão nutricional e resolvemos então promover a oficina”.

Segundo ela, as atividades realizadas no colégio estão surtindo efeito, já que os alunos estão compreendendo a importância de comer alimentos sem origem animal.

Molho de maionese vegetal, cookies de aveia com banana e massa para fazer hambúrger, quibe e almôndegas, foram os alimentos feitos durante a atividade. Também foi ressaltada a importância dos temperos na comida.

Luciana Moro, que é produtora de alimentos vegetarianos junto ao Vegetalia Revolução Alimentar, afirma que as oficinas de culinária vegetariana sempre despertam o interesse das pessoas. “O evento superou as expectativas”, garante.

Ao final da oficina, quando todas as receitas ficaram prontas, os participantes puderam provar os alimentos. A aluna da 8ª série, Fernanda Pawelski, garante que gostou da atividade e das comidas que provou. “Pretendo fazer as receitas em casa”, relata.

Fonte: Portal Comunitário

​Read More
Notícias

Cozinha chinesa coloca 30 espécies de tubarões à beira da extinção

Cerca de 30 espécies de tubarão estão à beira da extinção devido ao persistente apetite da cozinha chinesa pelas barbatanas deste animal, alertou um delegado à Assembleia Nacional Popular.

Os chineses — do continente, Taiwan, Hong Kong e Macau — consomem 95% das barbatanas de tubarão que se comem anualmente no mundo, disse Ding Liguo, citado hoje pela agência de notícias oficial chinesa.

É um negócio que “gera lucros enormes” e “encoraja uma sobrepesca e um brutal abate de tubarões”, salientou Ding Liguo, que, além de delegado à Assembleia Nacional Popular, é um dos empresários mais ricos da China.

Fonte: Diário de Notícias

​Read More
Notícias

Jiboia de dois metros é encontrada na cozinha de casa

Morador pediu ajuda para capturar o animal

(Foto: Reprodução/EPTV)

Uma jiboia de dois metros de comprimento foi encontrada dentro da cozinha de uma casa em Uberaba, no Triângulo Mineiro, nesta segunda-feira (20). De acordo com a Polícia Militar do Meio Ambiente na cidade, o morador pediu ajuda para capturar o animal.

Dois policiais estiveram no local, dentro do condomínio Village. Segundo a polícia ambiental, a jiboia não estava agitada, o que contribui para um resgate rápido. Foi usado um objeto chamado cambão, que consiste numa corda amarrada a um pedaço de madeira. O animal foi colocado em uma caixa e levado até uma área de reserva ambiental, onde foi solto, de acordo com a polícia.

Fonte: EPTV

​Read More