Notícias

Filhote de cachorro é resgatado após ser deixado dentro de carro em MS

Após ser resgatado, o animal ficou sob a responsabilidade de uma moradora do bairro Flávio Garcia, onde estava estacionado o veículo no qual o cão ficou preso


Um filhote de cachorro foi resgatado após ser deixado dentro de um carro em Coxim, no Mato Grosso do Sul. Os termômetros marcavam 31ºC no momento em que o animal ficou preso dentro do veículo.

Reprodução/Portal Edição de Notícias

O caso aconteceu na terça-feira (24) no bairro Flávio Garcia. As informações são do portal Edição de Notícias.

Moradores perceberam que o filhote estava dentro do veículo e acionaram o GTRAN (Grupamento de Trânsito) da Polícia Militar, que estava fazendo rondas no bairro.

Em um primeiro momento, os moradores cogitaram quebrar o vidro do veículo para salvar a vida do filhote, que poderia morrer devido ao calor excessivo. Mas descartaram a possibilidade após conseguirem abrir uma das portas do carro.

O filhote, que estava com bastante sede, recebeu água de uma moradora que ficou comovida com o sofrimento do animal. A mulher ficou responsável pelo cão após o resgate.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Sapatos para cães podem gerar doenças e feridas, explica veterinária

Os animais sentem frio e isso não é segredo. Muitos tutores optam por colocar roupinhas nos cães e gatos para esquentá-los, o que pode ser uma ótima escolha no inverno. Mas e o sapato para cachorro? O uso de calçados nos animais está cada vez mais popular, e para explicar em quais casos eles realmente devem ser usados, a veterinária e diretora clínica Grupo Vet Popular, Caroline Mouco Moretti, explica algumas questões.

Foto: shutterstock

“Não vejo necessidade alguma no uso de sapatos em animais, além de considerar esse uso prejudicial aos animais”, conta Caroline. A veterinária explica que se o tutor realmente fizer questão, a recomendação é de que o item não seja usado com frequência. “E assim que retirar o sapato do animal, faça a higienização dele”, completa.

Os principais motivos para os tutores quererem usar sapatos são: manter a higiene ou proteger as patinhas do calor nos tempos mais quentes. “Se o uso do sapatinho estiver atrelado a manter a higiene após passeios na rua, podemos resolver isso facilmente com o uso de lenços umedecidos próprios para animais assim que o animal retornar a sua casa; mas se o intuito é proteger as patinhas do calor, basta evitar passeios em horários de maior incidência solar”, diz.

O calçado não protege o coxim (as “almofadinhas” nas patas dos cães) e pode até prejudicá-lo. “O coxim está preparado fisiologicamente para amortecer o caminhar do animal e fazer a troca de calor, por isso, ao usar sapato a pata do animal continuará fazendo essa troca, mas desta vez, o calor ficará preso no sapato”, revela. E se o calor ficar preso, isso pode ajudar na proliferação de fungos e outras doenças.

Outro problema são as unhas, que precisam ser desgastadas. “Com a unha não desgastada, o animal acabará machucando essa região”, explica Caroline. E esses machucados vão desde leves incômodos até cortes profundos. “E qualquer tratamento nesta região é muito complicado, uma vez que a área está sempre em contato com o solo e o animal costuma lamber qualquer medicamento colocado ali”, completa a veterinária.

Por fim, Carolina explica então que o uso de sapatos em cachorros deve ser feito em apenas uma ocasião: o tipo de terreno que ele for pisar. “Terrenos rochosos, com pedregulhos, vidro e outras situações semelhantes, e sempre usado com moderação.”

Fonte: Canal do Pet


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Gato é ferido por tiro enquanto brincava em Coxim (MS)

06
Divulgação

Um gato de apenas 9 meses levou um tiro de chumbinho, ontem, enquanto brincava no muro de uma residência, no bairro Santa Maria, em Coxim (MS). Jovem, 26 anos, tutor do felino, disse na delegacia que viu o animal sendo ferido e suspeita do vizinho ser autor dos disparos.

Segundo o portal Edição de Notícias, o garoto e a namorada estavam vendo o gato doméstico brincando, quando viram o animal caindo do muro. Assustado, o jovem pegou o felino e encaminhou até uma clinica veterinária, e houve retirada do objeto.

A médica veterinária disse que o objeto atingiu membro superior e por pouco não perfurou o tórax ou a veia jugular do animal, o que poderia levá-lo a morte. Após o susto, o rapaz procurou a delegacia e registrou o crime como maus-tratos.

Fonte: Correio do Estado

​Read More
Notícias

Tamanduá-bandeira passeia por avenida em Coxim (MS) e é resgatado pelos Bombeiros

05
Divulgação

O Corpo de Bombeiros resgatou um tamanduá-bandeira que passeava pela principal avenida de Coxim – distante 260 km de Campo Grande, na tarde de ontem. O aparecimento do animal chamou a atenção dos moradores.

O tamanduá andava pela avenida Gaspar Ries Coelho, no bairro Flávio Garcia, quando foi visto por moradores que acionaram os bombeiros. Ele foi resgatado e encaminhado para a PMA (Polícia Militar Ambiental).

Após passar por avaliação o animal deve ser solto em seu habitat. O tamanduá-bandeira é o maior de sua espécie, podendo chegar a medir 2,20 metros e pesar até 45kg.

O animal está na lista dos ameaçados de extinção, principalmente devido a caça, atropelamento e degradação e redução dos habitats naturais.

Fonte: Campo Grande News

​Read More
Notícias

Moradora encontra bacon com veneno no quintal após ter gatos mortos, em Coxim (MS)

29
Divulgação

Na tarde de terça-feira (21), mulher de 61 anos que trabalha como confeiteira, encontrou um pedaço de bacon com ‘chumbinho’ – veneno para rato – no quintal de casa. A moradora de Coxim (MS), encontrou o veneno após ter três gatinhos domésticos mortos nos últimos 15 dias.

A mulher criava quatro gatos e dois já haviam sido encontrados mortos em casa por ela. Na tarde de terça-feira, a moradora afirma que encontrou o terceiro animal morto quando chegou na residência. Ao olhar no quintal, a idosa encontrou um pequeno pedaço de bacon com ‘chumbinho’, preso com um palito de dente. “Parece um tipo de espetinho preparado para envenenar os animais”, disse.

A vítima procurou a Delegacia de Polícia Civil. Segundo o SIG (Setor de Investigações Gerais), a polícia já tem um suspeito de cometer os crimes de maus-tratos e segue investigando o caso.

‘Chumbinho’
Popularmente chamado de ‘chumbinho’, o produto é comercializado ilegalmente e foi popularizado pela eficácia de letalidade e rápida ação. É sólido, granulado e com coloração que varia de cinza a preto.

Em animais domésticos e no ser humano, o veneno age no sistema nervoso central, sistema respiratório e no coração. Em no máximo 30 minutos é absorvido pelo organismo e provoca convulsões, coma e morte.

Existe tratamento, embora o mesmo nem sempre seja possível, dependendo da quantidade e tempo de exposição à toxina; e muitas vezes, mesmo seguindo toda a orientação médica, o chumbinho pode deixar sequelas.

No Brasil, envenenar um animal é considerado crime de maus-tratos, enquadrado na Lei Federal 9.605/98 que trata dos Crimes Ambientais com pena detenção, de três meses a um ano, e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Fonte: Mídia Max

​Read More
Notícias

Bombeiros resgatam garça presa em árvore, em Coxim (MS)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros de Coxim (MS) foi acionado no início da tarde desta sexta-feira (23), para resgatar uma “Garça Branca” que estava presa em uma árvore nas margens do rio Taquari, no bairro Mendes Mourão, em Coxim.

Os militares foram até o local e utilizaram uma escada para resgatar a ave e devolve-la a ao seu habitat natural. O animal estava com uma das pernas quebradas.

O serralheiro Manoel Mendes Martins, de 45 anos, que acionou os Bombeiros, contou que observou a ave na árvore desde as 15 horas desta quinta-feira (22), mas somente hoje pediu ajuda para resgatá-la.

Garças

Vivem aos bandos, frequentam rios, lagoas, charcos, praias marítimas ou manguezais de pouca salinidade, e se alimentam principalmente de peixes, sapos e outros animais aquáticos. Algumas garças, como a vaqueira, se alimentam de insetos e não possuem relação com ambientes aquáticos.

Fonte: A Crítica

​Read More
Notícias

Polícia Militar Ambiental captura tamanduá-bandeira em Coxim (MS)

Tamanduá-bandeira foi recolhido no Centro de Coxim (Foto: Adriana Queiroz )

Um tamanduá-bandeira passeava tranquilamente na rua Antônio de Albuquerque, próximo ao Campo Municipal de Coxim, na região central, no começo da noite deste domingo (1°).

O animal foi visto por volta das 19h20min pelo farmacêutico bioquímico, Solerne Lins, e pelo Cabo Pedro, da Polícia Militar, que passavam pelo local no momento em que o tamanduá descia pela rua.

Eles acionaram a Polícia Militar Ambiental (PMA), que teve um pouco de trabalho para conter o animal, que resistiu à captura.

O animal foi recolhido e levado para o Batalhão da Polícia Militar Ambiental, onde será feita uma análise de possíveis ferimentos ou fraturas e, se ele não apresentar machucados será devolvido ao seu habitat natural.

Fonte: Idest

​Read More
Notícias

Pavimentação de rodovia no MS aumenta número de animais atropelados

Animais silvestres são encontrados mortos, após a pavimentação da BR-359 (Foto: Alcinopolis.com)

Com bastante frequência animais silvestres são encontrados mortos após a pavimentação da BR-359, rodovia no norte do Mato Grosso do Sul, que liga Coxim ao município de Alcinópolis.

Os animais estavam habituados com a baixa velocidade com que os veículos transitavam pela rodovia e agora, com a pavimentação, o trânsito na região se intensificou e a pista proporciona uma maior velocidade aos veículos, aumentando o risco de atropelamento dos bichos.

Além disso, não há placas sinalizando a existência de animais.

Fonte: Correio do Estado

​Read More
Notícias

PM registra ocorrência de abandono de cavalo em Coxim

(Foto: Divulgação)

A Polícia Militar (PM) de Coxim, através da unidade da Cavalaria foi acionada na manhã desta sexta-feira (21), para registrar uma ocorrência de abandono de animais em via pública.

O animal, um “jegue” que estava com um ferimento na barriga, aparentemente foi abandonado ou escapou de seu tutor, que ainda não foi localizado.

Segundo informações colhidas no local, o senhor Gessé de Souza, de 42 anos que é morador do bairro Flávio Garcia, encontrou o animal por volta de 6 horas da manhã desta sexta-feira, em meio ao trânsito no local.

Souza capturou o jegue e o levou até a sua residência, onde o amarrou numa àrvore e acionou a Polícia Militar.

O Comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar de Coxim, Marcio Vilassantti foi o primeiro a chegar ao local, e imediatamente acionou a Cavalaria, que encaminhou o animal para a sede da unidade.

Fonte: IDEST

​Read More
Notícias

PMA prende homem que praticava tiro ao alvo em pássaros

Policiais Militares Ambientais de Coxim ontem pela manhã receberam denúncia de maus-tratos a animais contra Osmar de Souza, residente no bairro Senhor do Divino, em Coxim-MS. Segundo testemunhas ele atirava em pássaros que pousavam em seu quintal, ou na árvore do terreno ao lado, com uma espingarda de pressão.

Uma destas aves alvejadas estava ferida e sob os cuidados da denunciante. Os policiais foram até a casa do acusado e este afirmou ter uma espingarda de pressão calibre 5,5 mm, que havia sido adquirida há poucos dias e, como pertencia ao clube de tiro local, às vezes praticava tiro ao alvo em seu quintal. Também foi encontrado no quintal da residência de Osmar um casal de periquitos em cativeiro sem autorização do órgão ambiental competente.

Osmar foi encaminhado, juntamente com o armamento e o casal de periquitos, para Delegacia de Policia Civil da cidade, onde foi autuado pelos crimes ambientais cometidos. Também foi confeccionado auto de infração administrativo e multa no valor de R$ 1.500,00.

O autuado responderá pelos crimes ambientais cometidos e, se condenado, poderá cumprir pena de 6 meses a 1 ano de detenção.

Fonte: MS Notícias

​Read More