Notícias, ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Justiça manda Ibama devolver 1 milhão de peixes a igarapés da Amazônia

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) do Amazonas será obrigado a levar para igarapés da bacia amazônica 1,1 milhão de peixes ornamentais (avaliados em US$ 250 mil) apreendidos pela Polícia Federal. A determinação é da Justiça Federal de Altamira (PA).

Os peixes, da empresa Turkys Aquarium, com sede em Manaus, foram apreendidos anteontem sendo vendidos ilegalmente. A PF prendeu o empresário Asher Benzaken e outras seis pessoas. Elas são suspeitas de formação de quadrilha, corrupção ativa e crime ambiental. O advogado de Benzaken não foi localizado.

O Ibama terá que levar os peixes até os rios Xingu (PA), Guaporé (RO e MT), Purus e Negro (AM). O problema é que o habitat deles fica a mais de 1.500 km de Manaus.

Para isso, terá que contratar barcos, carros e aviões. Muitos peixes, que medem de 1 a 40 cm, poderão morrer durante a viagem.

“Isso é inviável. Esses peixes vivem em pequenos igarapés. Se colocar nos rios, vão morrer”, diz James Bessa, chefe do Núcleo de Recursos Pesqueiros do Ibama. Ele diz que sugeriram à Justiça que o empresário cuide dos peixes até ser definido outro destino, mas não obteve resposta.

Nota da Redação: A expressão “venda ilegal” é para o pensamento abolicionista uma grande redundância: vender já por si só já constituiria um crime contra a vida. Vidas não devem ser comercializadas, nem consumidas, mas sim respeitadas.

Fonte: tosabendo.com

​Read More