Notícias

Cachorra abandonada que corria de medo de tudo e de todos finalmente aprende a confiar

Foto: Jillian
Foto: Jillian

Jillian estava deixando o lixo em frente a sua casa, na rua em que mora, uma noite durante a semana, como sempre faz, quando notou alguém se escondendo na escuridão.

Dois olhos brilhantes na escuridão corresponderam ao seu olhar, e ela podia apenas ver o contorno de um cachorro agachado no jardim da frente. Ela sabia que aproximar-se do animal perdido muito rapidamente poderia assustar o cão tímido de vez, então Jillian tomou o maior cuidado com seus movimentos.

“Ela fugiu quando me ouviu chegando perto”, disse Jillian, que pediu para não incluir seu sobrenome, contou ao The Dodo, “mas quando eu falei com ela, ela parou e ouviu”.

Foto: Jillian
Foto: Jillian

No dia seguinte, o cachorro (que na verdade era uma menina) voltou, ainda que cautelosamente e mantendo distância. Quando Jillian voltou sua atenção para a cachorrinha, mais uma vez ela correu – mas não foi tão longe como da primeira vez.

Foi quando Jillian percebeu que a cachorra assustada queria alguma coisa; ela simplesmente não sabia como perguntar o que era.

“Quando me virei para voltar para dentro, percebi que ela estava me seguindo a distância”, disse Jillian. “Foi quando eu percebi que poderia fazê-la confiar em mim. Peguei uma tigela com água e comida para cachorro e deixei no canto do meu quintal antes de caminhar até uma distância segura para ela”.

Foto: Jillian
Foto: Jillian

O animal faminto comeu com gratidão a comida e continuou a seguir Jillian, ainda se certificando de manter uma boa distância.

Quando Jillian viu a cachorrinha em sua vizinhança novamente no dia seguinte, ela bolou um plano com a ajuda do marido.

“Conseguimos mais comida para cães e deixamos um rastro para ela seguir de volta ao nosso quintal, onde a alimentei novamente”, disse ela. “Desta vez, sentei-me perto da comida. Eu esperava que ela fugisse depois que ela comeu, mas em vez disso ela ficou ao meu lado e até começou a me cheirar”, conta Jillian emocionada.

“Quando me levantei, ela me seguiu até o meu quintal e sentou-se ao meu lado”, acrescentou Jillian. “Eu nunca tive um cachorro em situação de rua se aproximando de mim assim. Ela estava apenas esperando que alguém lhe desse uma chance”.

Jillian soube então que a cachorrinha deveria ser parte de sua família, e ela a chamou de Luna.

“Nós decidimos mantê-la porque não poderíamos nos afastar dela mais”, disse ela. “Eu também sempre amei mistura de pit bull que deixou ela linda, então me apaixonei por Luna imediatamente e para sempre”.

Faz apenas uma semana que ela esta conosco, mas Luna se adaptou perfeitamente bem a sua nova vida de cão doméstico e está ansiosamente mostrando à mãe que está pronta para aprender muitas coisas.

“Luna parece ser muito inteligente”, disse Jillian. “Ela aprendeu seu nome em um dia e já está respondendo a alguns comandos básicos, embora estivesse claro que ninguém lhes havia ensinado antes”.

Luna ainda tem um pequeno caminho a percorrer antes de se acomodar completamente, mas sua nova mãe está feliz em levar as coisas devagar.

“Ela ainda está um pouco assustada, especialmente com barulhos altos, como portas fechando, mas ela é a mais doce das criaturas”, disse Jillian. “Ela gosta de correr com a gente no quintal e se aconchegar conosco na cama e nos dar beijos quando nos sentamos”.

“Ela só quer mostrar o quanto esta grata, mal sabe ela que quem mais ganhou eu”, conclui emocionada a mais nova tutora.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA


 

​Read More
Cachorra recebe tratamento
Histórias Felizes

Cachorra abandonada para morrer reaprende a confiar nos seres humanos

Felizmente, a cachorra  Harley, foi resgatada pelos policiais de Miami Beach e levada para o VCA Alton Road Animal Hospital onde agora se recupera lentamente de suas doenças e aprende a confiar novamente nos seres humanos.

Cachorra abandonada
Foto: Mary Garcia/YouCaring

Após o resgate, a pequena Harley tremia e estava aterrorizada e perturbada. Como estava tão apavorada e hesitante, ela tinha que ser convencida a se alimentar.

Cachorra recebe tratamento
Foto: Mary Garcia/YouCaring

A cachorra possui uma condição de pele, diversos ferimentos abertos em todo o corpo e cerca de 90% de seus pelos caíram, segundo o One Green Planet.

Cachorra está em recuperação
Foto: Mary Garcia/YouCaring

A estrada de Harley para a recuperação completa, física e emocional, será longa, mas ela está em boas mãos e tem recebido cuidados veterinários profissionais para ajudá-la nessa caminhada.

Graças a essa ajuda, Harley possui a chance de começar uma nova vida nova.

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Cão resgatado do comércio de carne finalmente conhece a bondade humana

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Humane Society
Humane Society

O comércio da carne de cachorro e gato em lugares como a Coreia do Sul e a China é um assunto que vem à tona na época do festival da carne de Yulin. Embora um grande número de animais seja morto durante este evento, esta prática cruel e violenta ocorre ao longo de todo o ano.

No caso da Coreia do Sul, fazendas de cães não são incomuns. Esta é uma realidade muito perturbadora para a maioria das pessoas, especialmente porque cães e gatos são normalmente colocados em um pedestal acima de outros animais como porcos, galinhas e vacas. Além disso, animais que possuem famílias  são sequestrados e mortos por sua carne.

Humane Society
Humane Society

Infelizmente, muitas organizações que lutam contra essa indústria encontram vários cães que foram microchipados, possuem coleiras, ou simplesmente apresentam sinais comportamentais de um animal doméstico que tem tutores.

A Humane Society International (HSI) é um dos grupos que está tentando acabar com o comércio da carne de cães na Coréia do Sul e em outros lugares.

Um dos cães salvos pela HSI é James, que estava definhando em uma fazenda de carne da Coréia do Sul. Era possível ver o medo e a ansiedade em seus olhos.

Humane Society
Humane Society

A natureza doce e gentil de James levou a HSI acreditar que ele era havia sido sequestrado por essa indústria. Por sorte, o grupo resgatou este filhote querido e lhe deu uma segunda chance na vida.

Depois de muito cuidado, amor e apoio, o cão conseguiu uma recuperação incrível e agora ele tem um novo lar. Hoje, James brinca com uma infinidade de brinquedos e desfruta de todos os prazeres simples de que ele foi privado quando estava na fazenda de carne.

Ele parece muito mais calmo e feliz. Apesar de todos os desafios que  enfrentou no passado, James está realmente aprendendo a amar e confiar nos seres humanos novamente, segundo o One Green Planet.

Nota da Redação: Com todas as notícias desanimadoras sobre o comércio de carne de cão em partes da Ásia, muitas vezes pode parecer que isto nunca acabará. No entanto, devemos lembrar que cada cão salvo é uma vitória. Por causa da perseverança da Humane Society, a vida deste cão mudou para sempre e isso definitivamente vale a pena comemorar.

​Read More
Notícias

Cão encontrado doente é resgatado e após recuperação volta a confiar em humanos

01
Divulgação

Os membros de uma organização de resgate chamada Society for the Protection of Stray Animals (SPAZ) ficaram sabendo sobre um cão que estava vagando sozinho em uma cidade da Grécia e foram conferir de perto do que se tratava.

O cão, além de parecer extremamente doente, não tinha uma de suas orelhas. Ao verem a situação do animal, os membros da SPAZ sabiam que tinham que ajudá-lo.

Não se sabe muito sobre o passado do cão, mas o mais provável é que ele deveria ser usado para ser um cão pastor e quando ficou doente foi abandonado. Parecia que ele tinha estado sozinho por algum tempo, pois ele ficava realmente aterrorizado com pessoas se aproximando dele.

02
Divulgação

As equipes de resgate da SPAZ tentaram chegar perto do cão, mas cada vez que ele via ou ouvia pessoas se aproximando ele se afastava rapidamente.

Ao tentarem ajudar de várias formas e encontrarem muita resistência por parte do cão, as equipes de resgate decidiram colocar sedativo em alguns alimentos e deixar próximo ao animal, esperando que assim o resgate fosse possível.

Finalmente o cão se mostrou cansado demais para continuar fugindo e se deixou ser resgatado. O animal não estava agressivo e nem assustado, apenas um pouco nervoso, mas no final parecia aliviado por estar recebendo ajuda de pessoas que pareciam se importar o suficiente para ajudar.

03
Divulgação

“Apesar de ainda ter que se acostumar com a presença humana e com o amor que ele nunca tinha recebido antes, o cão resgatado ama seus salvadores e sempre abana o rabo ao vê-los”, escreveu Valia Orfanidou em um vídeo sobre o seu resgate.

Após ser examinado, foi comprovado que o cão tinha extensos ferimentos por todo o corpo e uma doença causada por carrapatos chamada Erliquiose. Porém, o maior problema do cão era a sua falta de confiança, causada por tudo o que tinha acontecido com ele no passado.

Hoje, o cão está reaprendendo a confiar nos humanos um pouco mais a cada dia e segue à espera de um lar e uma família que possam lhe dar todo o amor e carinho que ele merece, para o resto de sua vida.

Divulgação
Divulgação

“Ele gosta do toque humano, mas ainda parece que ele não consegue entender completamente o que está acontecendo. Tudo o que ele experimenta hoje não tem nada a ver com a vida que tinha antes”, contou Valia Orfanidou.

Confira abaixo o vídeo completo deste emocionante resgate:

Fonte: Portal do Dog

​Read More