Notícias

Cavalo que puxava carruagem cai na rua enquanto condutor o chama de preguiçoso e o chuta

Foto: Facebook
Foto: Facebook

As imagens das cenas de maus-tratos foram gravadas por espectadores chocados que presenciaram o momento em que o condutor da carruagem gritava com o cavalo caído e exausto. Logo em seguida o homem alterado gritou também com as testemunhas da cena que pediam que ele parasse.

O tutor do animal que desmoronou no meio de uma rua de Melbourne (Austrália) ainda defendeu o condutor da carruagem que parecia chutar o animal enquanto o chamava de preguiçoso.

“Levante-se, preguiçoso, f**** da p***, o condutor podia ser ouvido dizendo ao cavalo, chamado `Terça-feira´, nas imagens filmadas pela enfermeira veterinária Krista Knight.

O tutor do cavalo, Dean Crichton, saiu em defesa do condutor, dizendo que suas ações não eram “maliciosas”.

Ele reconheceu que o abusador, chamado Wayne, não deveria ter chamado Terça-feira de preguiçoso, mas que ele nunca machucaria o cavalo.

“Ele não chutou aquele cavalo com maldade, foi apenas um ‘empurrãozinho’, como se levantasse, como se seu companheiro caísse do lado de fora de um bar”, disse ele ao Daily Mail Australia.

“Wayne perdeu a calma, mas era uma situação muito estressante, com todos gritando com ele. Ele não costuma usar uma linguagem assim”.

Foto: Facebook
Foto: Facebook

“Teria sido melhor se a veterinária tivesse colocado o telefone no bolso e ajudado, e eles teriam levantado o cavalo imediatamente”.

Um “choroso” Sr. Crichton contou como encontrou o condutor quando o homem era uma criança de rua, há 30 anos, e resolveu ajudá-lo e dar-lhe uma oportunidade.

“Ele adora cavalos e nunca os machucaria. Ele começou a polir os estábulos e buscar café”, disse ele tentando defender o indefensável.

“O cavalo tropeçou, ela não se machucou, só precisava de um pouco de ajuda para se levantar. A última vez que um dos nossos cavalos tropeçou foi há cinco anos”, insistia em alegar o tutor do animal

Durante o incidente, a sra. Knight implorou para que o homem parasse de chutar o cavalo.

Foto: Facebook
Foto: Facebook

Ela tentou explicar que o cavalo não podia se mover, pois ainda estava preso à carruagem.

“Querida, eu sei o que estou fazendo. Saia da frente”- rosnou com ironia em reposta o motorista exclusivo da empresa de carruagens Carriage Hire.

Crichton disse que a revolta e indignação que surgiram desde que o vídeo foi publicado online estavam afetando seus negócios, atividades essas, mantidas à custa de exploração dos animais.

O tutor disse que o cavalo Terça-feira foi colocado de volta no “trabalho” um dia depois e não sofreu ferimentos decorrentes do incidente.

O dono da empresa de passeios com carruagens explora cerca de cem cavalos que passam grande parte do tempo em piquetes e se revezam para puxar os veículos.

Ele contou que ativistas pelos direitos dos animais fizeram manifestações pedindo o fim de suas atividades: “Estamos sendo criticados todos os dias pelo que ocorreu”.

Terça-feira descansando | Foto: Facebook
Terça-feira descansando | Foto: Facebook

Os ativistas teriam entrado na sede da empresa, levado equipamentos de abuso, como freios e estribos, tornado carruagens inoperantes e libertado os cavalos de seus estábulos.

A responsável pelas imagens, Knight, disse que tudo o que os espectadores da cena estavam tentando fazer era ajudar o animal caído.

“O condutor da carruagem foi abusivo para com os civis e também com égua que se debatia e chegou a sangrar pela boca ”, escreveu ela nas redes sociais.

“Ele só precisava manter o cavalo calmo até que o animal pudesse ser ajudado. Uma vez em pé, ele imediatamente o anexou novamente à carruagem e continuou o passeio, sem oferecer água, sem checar as pernas do cavalo”.

“Precisamos de um protocolo para esse tipo de situação, e não de mais abuso ainda do que manter os animais presos e obrigá-los a trabalhar por dinheiro”, concluiu Knight

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Durante perseguição, condutor embriagado atropela e mata cachorra em São Gabriel do Oeste (MS)

Embriagado, um homem de 31 anos foi preso depois de fugir de equipe da Polícia Militar (PM), atropelar e matar uma cadela doméstica. O fato aconteceu por volta das 23h30min deste domingo (7), na Rua Tico-Tico, Bairro Jardim Gramado, em São Gabriel do Oeste (MS).

De acordo com um portal de notícias da região, o homem estava embriagado e conduzia uma caminhonete S-10 com som alto. Militares que faziam ronda pelo bairro tentaram abordar o condutor, mas ele fugiu em alta velocidade e fazendo manobras arriscadas pelas ruas.

Durante a perseguição, o homem atropelou a cadela Lili, que na ocasião passeava com seu tutor, de 64 anos. O condutor ainda tentou fugir a pé, entrando em uma residência, mas foi alcançado e preso.

Conforme os militares, o condutor apresentava forte odor etílico e voz alterada. No carroceria do veículo foram encontradas garrafas abertas de cerveja, mas ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, alegando não ser obrigado a produzir provas contra si.

Lili e seu tutor MS
Divulgação

Fonte: Correio do Estado

​Read More
Notícias

Cadelinha atropelada por trem sobrevive e ganha cadeira de rodas na Polônia

A cadeira de rodas especial foi construída para a cadelinha Ciuchcia e lhe permite movimentar-se livremente com os outros animais. Foto: Peter Andrews/ Reuters

Uma cadela de quatro meses de idade que foi abandonada em uma estrada de ferro na Polônia ganhou uma espécie de cadeira de rodas para substituir suas patas traseiras paralisadas. Ciuchcia foi abandonada em um trilho de trem e foi atropelada, segundo a equipe do abrigo para animais que acolheu a cadela.

O animal foi salvo por um condutor de trem, que levou a cadela ao abrigo. “O telefone tocou e um homem com uma voz emocionada disse que pensou ter atropleado alguns filhotes de cães que estavam no trilho”, disse Maria Mrozinska do abrigo em Piotrkow Trybunalski, na Polônia. “Ele disse que acreditava que dois filhotes estavam mortos, um havia sobrevivido”, disse.

A equipe de veterinários conseguiu salvar a vida da cadelinha, mas ela perdeu a mobilidade das patas traseiras. Para que ela pudesse se movimentar livremente como os outros animais, foi construído uma cadeira de rodas especial que foi presa ao animal.

Ciuchcia, uma cadelinha de quatro meses de idade, corre atrás de um funcionário do abrigo de animais depois de ganhar uma cadeira de rodas especial, em Piotrkow Trybunalski, na Polônia. Foto: Peter Andrews/ Reuters

 

A cadelinha Ciuchcia, de quatro meses de idade, foi encontrada nos trilhos de trem perto de Lodz, no centro da Polônia e levada para um abrigo de animais na região. Foto: Peter Andrews/ Reuters

Fonte: UOL

​Read More
Notícias

Polícia Rodoviária apreende 146 pássaros em caixas de leite em Itatinga (SP)

As aves estavam sendo transportadas em um
carro na rodovia Castello Branco
Segundo a polícia, havia cinco bico pimenta, seis azulão, oito canários da terra, um tico da mata, 87 trinca ferro, 38 pintassilgos e um pega. Foto: Divulgação/PRE

A Polícia Rodoviária encontrou 146 pássaros da fauna brasileira dentro de caixas de leite, que eram transportadas por um veículo que transitava na rodovia Castello Branco, em Itatinga, a 220 km de São Paulo. A apreensão, segundo a Secretaria de Segurança Pública, ocorreu na noite do último domingo. Um homem de 29 anos foi preso em flagrante.

De acordo com a polícia, o GOL, com placas de São Paulo, foi abordado na altura do km 208. Durante vistoria, os PMs encontraram no interior do porta malas 146 pássaros de pequeno porte, pertencentes a fauna brasileira, das seguintes espécies: cinco bico pimenta, seis azulão, oito canários da terra, um tico da mata, 87 trinca ferro, 38 pintassilgos e um pega, todos estavam dentro de caixas de leite.

O condutor do veículo foi levado à Delegacia de Polícia de Itatinga, onde foi elaborado boletim de ocorrência de apreensão de pássaros silvestres.

Fonte: R7

​Read More