Notícias

Para dar maior chance de adoção a alguns cães, Curitiba (PR) adestra animais resgatados

Ministradas pela voluntária Maria Cristina Oliveira, especialista em comportamento canino, as aulas ensinam três comandos essenciais (“senta”, “dá a patinha” e “fica”). Os cursos são promovidos pela Prefeitura e voltados principalmente a entidades que fazem parte da Rede de Proteção Animal.

“O objetivo é aumentar o índice de adoção, já que as pessoas se encantam com cães educados, e reduzir o número de animais devolvidos depois de adotados”, explicou Alexander Biondo, diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente.

Maria Cristina disse que educar um cão é fácil. Basta que o tutor tenha foco no que está fazendo e refaça os movimentos até que o animal tenha aprendido. “A interação tutor-cão parte da indução do que se quer do animal”, disse ela, lembrando que a primeira regra é ganhar a confiança do cão.

Os cÃES podem ser adestrados a partir dos três meses de idade. Karina Hauer, voluntária do abrigo Animal Amigo, que possui 1.500 cães disponíveis para a adoção, diz que a iniciativa da Prefeitura é muito importante para preparar os animais. “A população gosta de raças pequenas e peludas para dentro de casa e de raças grandes para brincar. Cães de médio porte e pelagem baixa normalmente são rejeitados”, disse Karina.

Quem desejar informações sobre princípios básicos de adestramento pode levar seus cães no dia 16 de setembro no Parque Barigui, na capital. Durante a realização da Feira Amigo Bicho, serão ofertadas aulas de adestramento com Maria Cristina, para a população em geral. Já para quem deseja adotar um cão, o telefone do abrigo Animal Amigo é (41) 9996-0234.

Fonte: Bonde News

​Read More