Notícias

Treinadora cruel de cavalos leva coice e morre

Foto: Equitours

Já conhecida pelos seus métodos de treinamento atormentadores, Christine Wels foi morta recentemente enquanto trabalhava.

Em vídeo divulgado no site Horse’s World, um funcionário da proteção animal guia os cavalos para fora de suas baias e eles apresentam sinais evidentes de maus-tratos. Suas quartelas (parte da pata do cavalo) estão sangrando e suas bocas mostram as cicatrizes de ferimentos profundos, obviamente resultantes de métodos de treinamento brutais. Esta não foi a primeira vez em que a treinadora foi acusada de maltratar os animais.

A antiga finalista da Copa do Mundo já havia sido denunciada em 2007 por estar agindo cruelmente em vários estábulos da região de Hamburgo, na Alemanha. Christine então foi julgada culpada pelo tribunal regional de Kiel, outra cidade do país.

Após um período na Dinamarca, ela mudou suas atividades novamente para outra região da Alemanha, e foi vista repetindo as práticas abusivas. Recentemente ela foi denunciada por um veterinário, que alegou ter visto ferimentos abertos e cicatrizes nos flancos e laterais dos cavalos. O veterinário também viu Christine agredindo repetidamente os animais com esporas e chicotes.

No acidente que ocasionou a sua morte, ela estava no chão e levou um coice do cavalo. Testemunhas dizem que eles a viram com o animal e logo em seguida ela estava caída com ferimentos graves na cabeça.

Vejo o vídeo de uma notícia em que Christine aparece negando torturar os cavalos e levando o coice em sua cabeça. Uma câmera escondida também filma a treinadora batendo em um cavalo com um chicote durante 30 minutos sem parar.

Repórter: “Por que você faz isso?”

Christine: “Eu não faço ‘isso’ de forma alguma!”

Repórter: “Por que você está negando isso?”

Christine: “Eu não torturo cavalos, por que você não vai dar uma olhada neles?”

 

​Read More