Notícias

Palestras conscientizam sobre abandono e violência contra animais, no RS

Palestras sobre a vida animal serão apresentadas pela dra. Marcia Chpalin (Abandono é Crime) e pela dra. Katia Moreira (Ciclo da Violência)

A médica veterinária Marlene Nascimento, presidente do Clube Amigos dos Animais (CAA), juntamente com a diretoria da Guarda Animal Nortense (GAN), está convidando a comunidade de São José do Norte (RS) para as palestras que serão realizadas neste sábado, 18, com início às 13h30min, no auditório da Promotoria de Justiça.

As palestras, com temas em prol da vida animal, serão apresentadas pela dra. Marcia Chpalin (Abandono é Crime) e pela dra. Katia Moreira (Ciclo da Violência). Após – 16h30min – ocorrerá o ato de inauguração da Clínica de Esterilização, em sede própria, localizada na rua 1, casa 267, na praia do Mar Grosso.

Em seu convite, a dra. Marlene Nascimento explica que, em fevereiro de 2004, chegou a São José do Norte para dar início ao Projeto de Vida, recebendo apoio de um grupo de voluntários nortenses e do frei Natalino, o então titular da Paróquia de São José, objetivando o controle populacional humanitário de cães e de gatos, através de ações como esterilização, educação e conscientização para a guarda responsável dos animais.

“Mesmo enfrentando desafios, 360 quilômetros de distância entre São José do Norte e minha cidade (Santa Maria), horas intermináveis na fila da balsa, entre outros, não deixamos de sonhar em ver esta cidade livre da crueldade contra os animais”, disse Marlene referindo-se a notícias divulgadas sobre 72 cães apreendidos pela municipalidade, naquele ano, que seriam enviados para outro município, promovendo a sua viagem até São José do Norte.

A médica veterinária, visando mostrar o benefício da esterilização em animais como solução de controle da população, assinalou que, a partir desse período (2004/2011), já foram esterilizados cerca de 1.689 animais caninos no Município, contra 802 felinos. Das 746 fêmeas caninas, a médica explicou que, se estas tivessem duas crias/ano com 5 filhotes cada, teríamos, hoje, uma população de 59.680 caninos a mais no Município. “Se as 505 fêmeas felinas tivessem três crias/ano com quatro filhotes, seriam mais 48.480 felinos. Isto não considerando a procriação dos machos e as gerações de seus dependentes, pois uma única fêmea e seus descendentes podem gerar, em seis anos, 67.000 filhotes e, a felina, em apenas quatro anos, um total de 20.736 filhotes”.

Em seu convite, Marlene Nascimento continua: “Em São José do Norte, nossos objetivos e ideais, pouco a pouco, estão sendo alcançados graças ao apoio da comunidade e da Prefeitura Municipal, representada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, pela Secretaria Municipal da Agricultura e Pesca, pela Secretaria Municipal da Educação e Cultura e pela Secretaria Municipal da Saúde. Destacamos ainda o apoio do Instituto Nina Rosa (São Paulo) através do Prêmio Ação de Incentivo e da WSPA (Sociedade Mundial de Proteção Animal). Em 2010, foi fundada, no Município, a primeira ONG de defesa animal, a Guarda Animal Nortense, cujas ações e parcerias vieram a somar, sendo mais uma conquista e um motivo de muito orgulho”, completou a médica veterinária.

Fonte: Jornal Agora

​Read More