Notícias

Pássaros que eram mantidos em cativeiro serão soltos na natureza

Por meio de uma denúncia anônima, uma guarnição policial militar pertencente ao Pelotão de Meio Ambiente de Alta Floresta, compareceu a cidade de Santa Luzia do Oeste (RO), onde segundo informações, alguns pássaros estariam sendo mantidos em cativeiro.

A operação começou na manhã da última quarta-feira (23) e mais de vinte pássaros silvestres foram apreendidos. Segundo o sargento Lucas Simão de Souza a denúncia teria sido feita dois dias antes da operação.

Ao chegar na cidade polícia constatou que várias residências mantinham pássaros em cativeiro e o destino deles após a operação é que serão soltos a natureza e as gaiolas quebradas. De acordo com os militares, eles foram até uma casa, que fica no centro da cidade.

No local foram encontrados quatro curiós e dois periquitos. O dono, não tinha autorização para criar as aves e os pássaros agora terão um novo destino.

A operação ganhou proporção na cidade e mais pássaros foram apreendidos, chegando a um número bastante elevado, onde vinte e seis gaiolas e dois alçapões também foram apreendidos. Os pássaros estavam em boas condições físicas.

O sargento disse que a princípio dois curiós serão levados para um viveiro voluntário, podendo de imediato não conseguir sobreviver sozinhos na natureza, por já estarem domesticados. A base da polícia ambiental fica na cidade de Alta Floresta do Oeste e atende todos os municípios da zona da mata.

Na operação seis pessoas foram detidas e conduzidas à delegacia de Santa Luzia. A pena para quem comete esse tipo de crime é de seis meses a um ano de prisão e multa.

Nessa operação foram apreendidos 22 curiós, uma cigarrinha e dois periquitos, a operação deve continuar nos próximos dias. O sargento finalizou pedindo que a população colabore denunciando esse tipo de crime, podendo ligar para o 190 de sua cidade, que posteriormente entra em contato com a polícia ambiental.

Fonte: Central de Notícias RO

​Read More