Notícias

Cientistas cubanos buscam substituir uso de animais em laboratórios

Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Cientistas cubanos investigam métodos para substituir o uso de animais de laboratório em testes toxicológicos e farmacológicos, disse o Dr. Idania Rodeiro representante do Centro de Bioprodutos da Marinha. As informações são do Prensa Latina.

O pesquisador disse ao jornal “Prensa Latina”,  durante o XX Congresso Latino-Americano de Farmacologia e Terapêutica na Havana, que estão à procura de novas alternativas sem recorrer ao uso de animais e evitar seu sofrimento.

Ele explicou que Cuba teve sua primeira iniciativa em 1995, quando criou uma rede nacional de métodos substitutivos com um grupo de cientistas que validam e desenvolvem os procedimentos no país.

Um dos aspectos mais caros das experiências e do desenvolvimento de novos medicamentos, segundo o pesquisador, é o manejo dos animais de laboratório, como a sua manutenção e reprodução.

Reduzir o uso de espécies animais diminui, além dos custos de investimento, o tempo utilizado para o desenvolvimento de uma nova molécula ou de uma nova droga, declarou a cientista. Também é o único método ético possível de desenvolver a ciência.

​Read More