Notícias

Cão é resgatado de escombros seis dias após terremoto atingir o México

Um cão foi resgatado com vida seis dias após um terremoto de magnitude 7.1 ter atingido a Cidade do México. Encontrado por uma equipe de buscas japonesa, o cachorro da raça schnauzer foi retirado dos escombros do que antes era um edifício de apartamentos.

(Foto: Reprodução / The New Daily / Getty Images)

Um vídeo registrou o exato momento em que os socorristas encontram o cão e o levaram, com muita cautela, para um local seguro.

O cachorro estava desidratado e sujo, porém não aparentava ter nenhum problema grave de saúde. Ele foi atendido por paramédicos que iniciaram os primeiros socorros no local. Segundo a NBC News, não há informações sobre os tutores do cão, que permanece em tratamento para que se recupere totalmente.

O schnauzer foi um dos poucos animais encontrados após a ocorrência do terremoto na capital mexicana. Além dele, outro cão também foi resgatado, dessa vez em escombros na Rua Álvaro Obregón, na região de Roma Norte.

Entre os cachorros sobreviventes, há ainda Jacinto, que ficou conhecido como o cão que se recusa a sair de perto dos escombros do que um dia foi seu lar. Ele tem emocionado as equipes de resgate enquanto espera por seu tutor morto. Trinidad, de 97 anos, foi uma das vítimas fatais do terremoto. Até o momento, já foi confirmada a morte de 360 pessoas.

Veja o vídeo do momento do resgate:

​Read More
Notícias

Vídeo mostra cão sendo resgatado de escombros na Cidade do México

Um cachorro foi resgatado dos escombros de um prédio na Cidade do México, após um terremoto atingir o país nesta terça-feira (20). Um vídeo, divulgado nas redes sociais, registrou o momento do resgate.

Cachorro foi resgatado de escombros após terremoto (Foto: Reprodução / YouTube)

As imagens, que mostram militares e civis salvando o cão, foram vistas mais de 700 mil vezes por internautas. O caso, segundo informações do O Globo, aconteceu na rua Álvaro Obregón, na região de Roma Norte.

Cerca de 138 pessoas morreram e diversas cidades tiveram edifícios completamente destruídos pelo tremor de 7,1 graus. Autoridades estatais afirmam que os números podem aumentar.

O terremoto atingiu o México no mesmo dia em que, em 1985, um violento abalo sísmico destruiu o país e gerou milhares de mortes. Uma grande simulação do tremor, que completa 32 anos, será realizada nesta terça-feira (20) por autoridades mexicanas. A ação é realizada todos os anos.

Confira o vídeo do momento do resgate:

​Read More
Notícias

Cidade do México proíbe cativeiro e exploração de animais marinhos

A Cidade do México proibiu recentemente o cativeiro e a exploração de animais marinhos. A medida prevê que as instalações que promovem tais atividades exploratórias e abusivas na capital mexicana possuam um período de 6 meses para devolver os animais ao mar ou cedê-los a um santuário, em caso de impossibilidade de reintrodução.

Animais marinhos confinados em tanque
Animais marinhos não poderão mais ser explorados em shows e apresentações (Foto: Reprodução / Marine Connection)

Embora a decisão se limite somente à Cidade do México no país, já é uma grande conquista para a causa animal.

“Esperamos que outras áreas do país sigam a mesma decisão”, afirmou a instituição de proteção animal Marine Connection.

Nota da Redação: A Cidade do México deve servir de exemplo para outras cidades e países ao reconhecer que os animais jamais devem ser submetidos às vontades humanas. Como seres sencientes, capazes de sentir dor, fome e frio, eles não podem ser explorados em shows e treinos que visam o “entretenimento” egoísta dos seres humanos. Por isso, a aprovação do projeto de lei demonstra o avanço da causa animal ao garantir direitos a seres inocentes.

 

​Read More
Notícias

Cães abandonados no metrô do México ganham segunda chance

Um abrigo que ocupa um terreno vasto localizado no meio da cidade já acolheu mais de 20 cães abandonados nas estações do metrô. Muitos já foram adotados.

Cão abandonado no metrô da Cidade do México
Alto número de cães abandonados motiva criação de abrigo no metrô da Cidade do México (Imagem Ilustrativa / Reprodução / Vida Pet News

Geralmente, o centro abriga os animais encontrados nos trilhos dos trens, nas estações ou nas plataformas de acesso, como por exemplo Torny, uma cadela cor de café que ama carinhos e é mãe de 8 filhotes adoráveis, que nasceram no abrigo há poucos dias.

Antes da criação do centro, os cães resgatados no local eram acolhidos por ONGs de defesa animal que, desde o ano de 2013, já abrigaram mais de 250 animais.

Para Edgar Alfredo Abarca, coordenador de Proteção Civil do metrô, a criação do centro não é uma solução para a questão do grande número de animais abandonados e negligenciados, porém trata-se de uma forma de salvar alguns cães de morrerem atropelados e eletrocutados. Abarca conta também que já resgatou animais silvestres como iguanas, cobras e até um gambá com filhotinhos.

Segundo o veterinário do centro, Luiz Ortiz, existem duas explicações para o abandono de animais no metrô. “Uma é que o cão segue o tutor sem que ele se dê conta até a estação do metrô”, que recebe cerca de 5,5 milhões de pessoas todos os dias. Ao entrar, o animal se perde do seu guardião e não consegue mais retornar.

“Quando começa a perceber milhares de cheiros, barulhos, passos e vozes, o animal começa a se desesperar e acaba correndo até os trilhos eletrificados”, explica Ortiz.

Outra hipótese é que os cães são abandonados propositalmente pelos seus tutores. Os animais então procuram as instalações do metrô cujo ar quente corre durante o inverno e faz sombra nas épocas de calor, conta o veterinário.

Segundo os dados do governo, na Cidade do México existem cerca de 1,5 milhão de cães abandonados nas ruas. Contudo, a ONG Animalia, conhecida por proteger cães abandonados na Cidade, calcula que o número seja próximo a três milhões.

​Read More
Notícias

Cãozinho foge e corre entre os carros em via movimenta

O cãozinho fugiu do tutor e correu desesperado, se jogando no meio dos carros de uma avenida movimentada. No vídeo, é possível ver o animal correndo na frente e para baixo dos veículos e parece não se cansar.

Ciclista correndo atrás de cãozinho fujão
Ciclista persegue o cão até conseguir resgatá-lo da situação perigosa (Foto: Reprodução / Twitter)

O ciclista persegue o animal por um bom tempo e, nas imagens, é possível ouvir ele pedindo para os carros parassem e para que as pessoas tentassem segurá-lo, para que ele não se ferisse. Alguma pessoas ignoram o apelo e outras tentam, mas o animal estava muito rápido.

Ao final, tudo ficou bem, pois um pedestre conseguiu segurar a guia que ainda estava presa no corpo do animal. O vídeo foi publicado na rede social de Calaveritabike. Na legenda, ele informa que conseguiu encontrar o tutor e devolver o cãozinho travesso.

Veja o vídeo a seguir:

​Read More
Notícias

Vídeo mostra cuidador de cães batendo nos animais no México

Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Reprodução / Facebook

Vídeos publicados nas redes sociais mostram um cuidador de cães abandonando os animais sozinhos e depois batendo em um deles. O caso aconteceu em Condesa, na Cidade do México.

Segundo o relato de uma das testemunhas da agressão, em entrevista ao jornal El Universal, o homem amarrou vários cães em uma árvore. Minutos depois os animais começaram a brigar entre si e as pessoas tentaram separá-los, mas alguns ficaram feridos.

De repente o cuidador dos cães retorna e bate em um dos animais, enquanto as testemunhas gritam para que ele não o faça.

A publicação revoltou não só as testemunhas, mas todos os que viram a postagem no Facebook, que já rendeu mais de 43 mil compartilhamentos. Veja a seguir os vídeos postados na rede social por um homem que testemunhou o ocorrido:


​Read More
Notícias

Cresce o número de casos de maus-tratos aos animais na Cidade do México

De Lígia Cunha (da Redação)

São mortos para que se retire a pele (Foto: Reprodução)
São mortos para que se retire a pele (Foto: Reprodução)

A cada 697 denúncias recebidas pela Secretaria de Meio Ambiente da Cidade do México, 58% se referem aos maus-tratos aos animais, como: superlotações, venda em vias públicas, criadores ilegais, abates e uso experimental em circos e rinhas de animais. As informações são do El Sol de México.

Frente a essa situação, o presidente da Associação Mexicana pelos Direitos dos Animais, Gustavo Larios Velasco, aponta a importância de reconhecer que um ser humano que maltrata a um animal, além de ser penalizado deve receber apoio psicológico para que se reabilite.

A diretoria da associação e o secretário de meio ambiente participaram da inauguração do curso “ Maltrato e crueldade contra animais: infrações e delitos”, onde foram apresentadas aos funcionários públicos da cidade as ferramentas necessárias para analisar as funções de cada autoridade competente em matéria de proteção animal e identificar problemas de maus tratos ou crueldade.

Na sede da Secretaria do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (PAOT) o titular explicou que o problema de maus tratos é muito complexo e é necessária a corresponsabilidade das autoridades envolvidas na proteção, como os juízes civis, as secretarias de Segurança Pública e Meio Ambiente, as delegacias, os Ministério Público e as Ongs de proteção animal.

Por sua vez, o deputado Jesús Sesma Suárez cobrou das autoridades do Distrito Federal e de seus companheiros da Assembléia Legislativa do Distrito Federal as inexistentes imposições de punições contra quem comete mau-trato animal, e comprometeu-se a impulsionar uma mudança legislativa a fim de tornar o abuso de animais um crime culposo.

O conselheiro jurídico e de Serviços Legais do Governo do Distrito Federal, José Ramón Amieva Gálvez, se manifestou a favor de fortalecer uma política de prevenção aos abusos animais através do conhecimento da Lei; além disso, parabenizou à PAOT pelo esforço em reunir os especialistas no tema para que compartilhassem suas experiências no assunto com outros servidores públicos e cidadãos em geral.

Por fim, Azucena Sáchez Méndez, subsecretária de Cidadania e Prevenção de Crimes da Secretaria de Segurança Pública, comunicou alguns dos objetivos da Brigada de Vigilância Animal, como resgatar animais de vias primárias, secundárias e de altas velocidades; fornecer proteção aos animais abandonados e maltratados; responder a ocorrências de perigo por agressão animal; conter e apresentar às autoridades competentes os infratores por venda de animais em via públicas; e ajudar no resgate de animais silvestres e encaminhá-los às autoridades competentes para sua proteção.

​Read More
Notícias

Ativistas fazem manifestação no México pela esterilização de gatos

(da Redação)

(Foto: Reprodução)

No Dia Internacional do Gato, 20 de fevereiro, ativistas do grupo de direitos dos animais AnimaNaturalis pintaram-se de gatos e fizeram manifestação na Cidade do México, com placas em que se lia: “Esteriliza”.

Os manifestantes pediam que os tutores de gatos esterilizem seus animais de estimação como uma medida para evitar mais gatos abandonados nas ruas.

​Read More