Notícias

Ativistas protestam na porta de churrascaria em BH contra morte de animais

Manifestantes seguraram cartazes contra tortura animal (Divulgação)
Manifestantes seguraram cartazes contra tortura animal
(Divulgação)

Um grupo de defesa dos animais se reuniu na porta de uma tradicional churrascaria no bairro União, na região nordeste de Belo Horizonte, neste domingo (25), para protestar contra a morte de bovinos, suínos, aves e peixes para consumo humano.

Os ativistas chamaram a atenção dos consumidores para a exploração dos bezerros machos que dão origem ao corte “baby beef”. Os animais são confinados desde o dia em que nascem em gaiolas escuras, nas quais não conseguem se movimentar, até serem mortos com quatro meses de idade.

Com faixas e palavras de ordem, o grupo pede a conscientização das pessoas para reduzir o consumo de carne. Por sinal, em tempos de crise de abastecimento, os ativistas lembram que a pecuária é responsável por cerca de 30% do uso da água distribuída pelas companhias de saneamento.

Gabriela Vasconcelos, que ajudou a organizar a ação, afirma que os produtores de carne tratam os animais como se não fossem seres vivos.

— É uma ação pacífica de conscientização. Queremos passar informações sobre como é a produção, mostrar a crueldade por trás daquela comida. A carne de vitela é um absurdo, uma maldade e covardia com os bezerros. Eles confinam, maltratam e torturam os animais até a morte. Não há assassinato humanitário. Bife não dá em arvore. É uma produção  muito cruel.

A administração da churrascaria não se pronunciou sobre o protesto.

Fonte: R7

​Read More
Notícias

Novela Tititi faz paródia do movimento dos direitos animais

Por Lobo Pasolini (da Redação)

Toda publicidade é boa publicidade? Essa indagação me ocorreu segunda-feira (17) quando assistia ao capítulo  da novela da Globo Tititi.

O capítulo incluiu uma sequência onde a personagem Thaísa (Fernanda Souza) participava de um protesto anti-carne dentro de uma churrascaria gaúcha. Dentro do espírito da novela, onde tudo é uma caricatura cartunesca, eles arrancaram a comida dos fregueses, quebraram mesas e tudo terminou em briga e na delegacia – enfim, uma cena pastelão.
O problema é que o grupo de manifestantes não passa de um bando de marginais sem causa alguma, protestando por protestar, um ‘rent-a-mob’ como se diz em inglês. Com certeza, uma menção jocosa em uma novela besteirol não vai afetar a credibilidade desse movimento; mas sua ridicularização também não ajuda.
​Read More
Você é o Repórter

Compre R$100,00 no Pet Center Marginal e ganhe um vale rodízio do Boizão Grill

Nadja Bruno
nadjao@gmail.com


No ano passado, o Pet Center Marginal fez uma promoção absurda, de muito mau gosto que oferecia um “VALE RODÍZIO” numa churrascaria nas compras acima de determinado valor. A tal promoção voltou agora em 2010.

Vejam no site da empresa: http://www.petcentermarginal.com.br/listgroup.aspx?idListGroup=promocoes#1

Fica aqui minha indignação, quer dizer que uns bichos a gente mima e outros a gente mata? É muita hipocrisia mesmo!

​Read More
Notícias

Paul McCartney afirma que virar vegetariano é a melhor forma de reduzir as emissões de CO2

O cantor britânico Paul McCartney foi duramente criticado na manhã desta quinta-feira, quando falou ao Parlamento britânico sobre vegetarianismo e mudanças climáticas. No discurso, McCartney afirmou que não comer carne pelo menos um dia na semana é uma das maneiras mais eficazes de diminuir as emissões de CO2 que contribuem diretamente para o aquecimento global. Segundo o ex-beatle, cortar a carne do cardápio diminuiria as emissões individuais em até 80%.

Foto: Reprodução/PETA
Foto: Reprodução/PETA

Os políticos reagiram ao discurso do músico com piadinhas, trocadilhos e até um convite para almoçar em uma churrascaria. Porém, o ex-beatle não se deixou abater pelas críticas. “Ao fazer pequenas mudanças na alimentação, uma pessoa pode fazer grandes contribuições ao planeta. A alimentação vegetariana faz bem à saúde e protege a Terra”, disse à revista Parliament Magazine.

McCartney vai lançar na semana quem vem, no primeiro dia da conferência sobre o clima em Copenhague, a campanha Meat-free Monday (Segunda-feira sem carne, em inglês). O cantor quer chamar a atenção dos representantes que participam do encontro e mostrar que não basta os países se comprometerem com cortes nas emissões. A população deve aprender que cada um pode fazer uma diferença na contenção do efeito estufa.

Representantes das Nações Unidas manifestaram apoio ao ex-beatle. Na reunião no Parlamento, o cantor foi acompanhado por Rajendra Pachauri, membro do painel intergovernamental da ONU para mudanças climáticas, e Olivier de Schutter, enviado especial da ONU para pesquisas sobre alimentação, ambos vegetarianos de carteirinha.

Fonte: O Globo

​Read More