Notícias

Serra Leoa escolhe o chimpanzé como seu novo símbolo nacional

O chimpanzé ocidental é agora o “animal nacional da Serra Leoa”, anunciou o ministro da Agricultura, Joseph Ndanema, em uma cerimônia em homenagem a renomada primatóloga britânica Jane Goodall, na última quinta-feira (28).

“Compartilhamos 98% dos genes humanos com chimpanzés, somos todos macacos”, disse Goodall, que ajudou a estabelecer o único santuário de chimpanzés do país nos anos 90.

“Todo ser humano precisa fazer a diferença no meio ambiente para evitar o maior perigo do nosso futuro”, disse o Mensageiro da Paz da ONU.

Os chimpanzés ocidentais são subespécies de chimpanzés criticamente ameaçadas. Eles já foram eliminados em Burkina Faso, Benin, Gâmbia e possivelmente também no Togo.

Serra Leoa é o lar de cerca de 10% dos 55.000 estimados que ainda vivem em estado selvagem.

“Pedimos ao governo que una todas as partes interessadas para proteger o único santuário no país contra o desmatamento e atividades humanas para a geração futura”, disse o diretor de Tacugama, Bala Amarasekaran, na cerimônia.

Segundo o governo, dois outros santuários serão abertos em breve. As informações são do Daily Mail.

“Vamos rebrandar a Serra Leoa como destino turístico dos chimpanzés”, disse o ministro do Turismo, Memunatu Pratt.

Jane Goodall

A cientista revolucionou a primatologia com suas pesquisas sobre a relação entre os primatas e a humanidade.

“A minha vida entre chimpanzés”, reportagem publicada na edição de agosto de 1963 da National Geographic, relatou as observações pioneiras de Jane Goodall sobre estes animais.

Aos 84 anos, Jane é a maior referencia mundial na luta pela preservação mas durante sua carreira sofreu rejeições no meio acadêmico pelo fato de humanizar os chimpanzés. Ela nomeava-os e atribuía sentimentos aos seus pesquisados, isso não foi bem aceito.

Hoje, com algumas bases nos estudos de Jane, diversos países reconhecem os chipanzés como animais sencientes e merecedores de da tutela jurídica de direitos como liberdade e dignidade.

A dedicação de Jane não serviu apenas para entender o processo evolutivo e comportamental dos chimpanzés – elas foram um marco do início de uma longa luta para a preservação e proteção desses animais que têm sua existência ameaçada.

​Read More