Notícias

Vovó que já adotou 200 cães e gatos clama por leis de proteção animal na China

Por Marcela Couto (da Redação)

A vovó Ding Shiying, 81 anos, tem mais de 200 “crianças”, cães e gatos, perambulando pela sua casa de 160 m² no centro de Beijing.

Vovó Ding alimenta seus animais
Foto: Shanghai Daily

Os cães pulam incessantemente nos visitantes, abanando o rabo. “Não tenha medo. Eles estão apenas lhe dando as boas-vindas,” ela explica sorrindo, abrindo caminho para seu quarto, o único lugar onde os visitantes podem sentar.

Um gato branco se estica na cama com seus olhos indiferentes, um outro gato malhado cochila sobre a mesa enquanto o preto relaxa no chão.

Ding, 81, transborda energia e saúde. Ela começou a adotar animais abandonados em 1973 quando trabalhava como médica em um hospital de Beijing.

Uma cadelinha está sentada entre seus pés, de repente ela se levanta e começa a mancar.

“Esta bebezinha foi abandonada há 3 anos. Eu a peguei da rua, mas logo ela ficou paralisada com um problema na espinha. Os médicos disseram-me para sacrificá-la, mas eu a tratei e agora ela é tão saudável quanto os outros,” diz a vovó.

Ding lembra-se de todos os seus resgates: o poodle de um mês enterrado vivo, o gato preto que está ficando cego, o cãozinho branco infestado de moscas e larvas encontrado na rua…

Após muitos anos resgatando animais, Ding já enfrentou muitos casos de abandono. Certa vez um homem queria doar-lhe seu gato porque sua mulher estava grávida, e até já houve famílias pedindo para doar filhotes porque suas crianças haviam se “cansado” deles.

“Como as crianças, os animais são vidas. Por que as pessoas acham que precisam cuidar mais de uns do que de outros?” questiona Ding irritada. “Nós precisamos de leis que punam as pessoas que abandonam e maltratam animas”, acrescenta.

Ela compartilha das idéias de Sun Jiang, um defensor dos direitos animais da Universidade Noroeste de Políticas e Direito de Xi’an, capital da província chinesa de Shaanxi.

“A China não possui leis básicas para regulamentar os princípios e aplicações da proteção animal. O abuso e o assassinato de animais não levam à punição,” diz Sun.

Um projeto de lei para proteção de animais está sendo desenvolvido deste Dezembro de 2008, com o apoio de Sun. A lei deverá ser apresentada ao congresso e finalizada ainda este ano.

Com informações de Shanghai Daily

 

​Read More