Notícias

Mosca que não voa é vista pela 1ª vez desde 1948

Ela tem um aspecto estranho, é peluda e não é capaz de voar, apesar de ter um pequeno par de asas. A “mosca peluda”, que leva o nome científico de Mormotomyia hirsuta, chega a ter um centímetro, se alimenta de fezes de morcego, tem pequenos olhos e longas patas. Ela foi encontrada em uma caverna do Quênia, na África, pela primeira vez desde 1948.
Inseto raro tem asas, mas não consegue voar

Os pesquisadores Robert Copeland e Ashley Kirk-Spriggs, do Centro Internacional de Fisiologia dos Insetos, encontraram a mosca em seu único habitat conhecido, uma caverna na região de Ukazi Hill, ao leste de Nairobi.

“A mosca não tem nenhuma adaptação para pular em algum outro animal e mudar seu habitat”, diz Copeland. “Com suas longas pernas, ela poderia se agarrar a um morcego, mas o inseto nunca foi achado em outro lugar”, explica.

“Como a Mrmotomyia não pode voar, existe uma grande possibilidade de que ela fique restrita a esse pequeno habitat”, diz Copeland.

“Se este for o caso, seria importante que toda a região seja declarada protegida para a conservação da espécie”, explica.

O pesquisador Ernest Edward Austen, que descreveu a espécie em 1936, escreveu que ela “era de alguma forma parecida com uma aranha”.

Fonte: Galileu

​Read More