Você é o Repórter

CCZ de Guarulhos: descaso e crueldade contra animais

No Centro de Controle de Zoonoses de Guarulhos vêm acontecendo infelizes fatos. Apesar da Lei do deputado Feliciano Filho, com relação à proibição da eutanásia de animais sadios, acontecem vários casos. É uma luta diária.

Existem muitos funcionários que não gostam de animais, alguns veterinários não estão cumprindo as obrigações de bem-estar animal e não dão esperança à vários animais, e o problema maior é que a chefia apoia essas decisões.

Felizmente, o CCZ tem alguns veterinários que estão medicando os animais enfermos, que já seriam eutanasiados pela opinião da chefia e de outros veterinários. Porém, pelo contínuo abandono e pela falta de espaço, alguns animais não chegam a ter a chance de sobreviver.

Ficha de um animal sadio que deu entrada no CCZ de Guarulhos e já foi morto. Foto: sem crédito
Imagem de mais um cão sadio (ficha acima) morto no CCZ de Guarulhos. Foto: sem crédito.

Com relação aos animais recém-chegados que apresentam algum problema de saúde, idade avançada ou distúrbio de comportamento,  praticamente não têm chance de permancecer no CCZ, são sacrificados. Um exemplo é o caso do rottweiller Brutus, que foi matéria no SPTV da Rede Globo (06/01/2010), mas, como era agressivo, foi sacrificado antes dos 90 dias. Segue o vídeo da reportagem:
http://sptv.globo.com/Jornalismo/SPTV/0,,MUL1436800-16574,00.html

Venho por meio deste e-mail denunciar o Centro de Controle de Zoonoses de Guarulhos. Não mandei antes porque eles não haviam sacrificado os animais que foram fotografados. Agora aconteceu estes dois “assassinatos” desses cães sadios das fotos. Os funcionários que gostam de animais são perseguidos. Por exemplo: quem não ajuda veterinário a fazer eutanásia, porque faz mal à saúde mental deles.

Ficha de outro cão sadio que foi eutanasiado no CCZ de Guarulhos. Foto: sem crédito
Imagem do cão (ficha acima) que deu entrada e foi morto no CCZ de Guarulhos. Foto: sem crédito


​Read More