Histórias Felizes

Cão-lobo abandonado em abrigo recebe amor e cuidados em seus últimos dias de vida

Foto: Shy Wolf Sanctuary

Felizmente, a história do grande cão-lobo se espalhou e ele recebeu uma segunda chance em um santuário animal. Em 2008, o cão-lobo foi resgatado por voluntários do Shy Wolf Sanctuary, onde ele vive até hoje, em Nápoles, na Flórida.

Brittany Allen, membro do santuário disse que Yuki é um dos maiores lobos que eles têm atualmente nas instalações.

“Nós o resgatamos de uma situação fracassada. Alguém o comprou de um criador e percebeu que ele era ‘demais’ para lidar. Eles o jogaram em um abrigo mortal aos oito meses de idade.

“Entramos e providenciamos um lar para ele e ele está conosco desde então”, acrescentou.

Segundo ela, descobriu-se que Yuki tem 87,5% de Gray Wolf, 8,6% de Husky Siberiano e 3,9% de Pastor Alemão. Brittany explicou que os lobos exigem respeito.

“Eles definitivamente são criaturas que exigem respeito. Seria um encontro muito diferente na natureza comparado ao que eu faço com esses caras. Os animais com quem trabalho nunca foram selvagens e nunca serão, então são mais socializados”.

“Nós mostramos momentos adoráveis deles na esperança de ajudar as pessoas a se identificarem pelo menos e talvez mudar sua resposta ao medo e criar um respeito saudável através da educação. E também dar a um animal uma chance de ter uma vida decente, caso contrário, eles seriam sacrificados”, disse ela.

Comportamento do cão-lobo

Comparado a outros animais, Brittany disse que eles podem ser um pouco difíceis, porque você não pode dizer quanto lobo e comportamento de cachorro eles terão.

“Yuki não é necessariamente mais social do que os lobos puros. Temos lobos puros que fogem quando veem novas pessoas porque são geralmente animais tímidos e curiosos. Yuki vai direto ao encontro de novas pessoas e se ele não gostar se tornará agressivo”.

Foto: Shy Wolf Sanctuary

“Com os lobos puros, uma vez que eles te conheçam e se sintam confortáveis com você, eles podem ser carinhosos e amorosos, mas sempre serão lobos e você deve respeitar seus limites”.

“Ambos são sociais com pessoas que aceitam em seu espaço, mas são muito seletivos também. Isso também se aplica a outros companheiros lobo / cão-lobo. Eles são muito seletivos, mas quando se ligam é bem único”, acrescentou ela.

A fama de Yuki

Em janeiro, Brittany postou um pequeno vídeo que a mostrou sentada ao lado de Yuki que viralizou na internet.

Ele parece ser enorne nas imagens mas Brittney afirma que ele não é tão grande quanto pensam e que ele pesa cerca de 54 quilos.

Um dos diretores do santuário, que conta com funcionários e mais de 30 voluntários que trabalham o ano todo, Jeremy Albrecht, disse que Yuki se tornou um favorito definitivo na instalação.

“Hoje, Yuki é um dos animais mais interessantes do santuário. Ele não é um cara fácil de se conhecer, mas ele tem um pequeno número de voluntários com quem ele se identificou.

“Ele ganhou o apelido de” Woowoo “porque quando ele vê algum de seus voluntários escolhidos, esse é o barulho que ele faz, acenando para que o voluntário venha passar um tempo com ele”, explicou.

Judy, um voluntário, disse: ‘Yuki é um daqueles animais que ele te avisa se ele quer você em seu cercado ou não. Ele tem um grupo muito pequeno de mulheres que ele permite em seu chamado seu “harém”.

Problemas de saúde

Funcionários revelaram que as coisas pioraram quando Yuki sofreu um acidente que afetou sua perna.

“Yuki veio até nós em 2008. Ele estava razoavelmente bem, comparado a muitos dos animais que vieram até nós e tinham uma personalidade muito extrovertida inicialmente. Nós até o consideramos como embaixador em algum momento”.

Pouco depois de chegar ao santuário Shy Wolf , Yuki machucou sua perna e abriu uma ferida no joelho traseiro direito.

“A ferida acabou acarretando um total de cinco cirurgias e nesse tempo Yuki ficou agressivo com por estar preso no canil”, explicaram.

No final do ano passado, Yuki foi diagnosticado com um câncer em estágio terminal.

Jeremy disse: “Ele foi diagnosticado com câncer no ano passado e, infelizmente, é na fase terminal. Já lidamos com esse tipo de câncer antes e, em última análise, você realmente não sabe com que rapidez aconteceu e quanto tempo eles têm.

Ele acrescentou que Yuki tem lutado contra a doença por um bom tempo agora e os funcionários estão tentando aproveitar ao máximo o tempo que eles deixaram com ele no momento.

Foto: Shy Wolf Sanctuary

“Quando chegar o dia em que ele começar a apresentar sintomas, nós, como sempre fazemos, tomaremos as decisões certas para a qualidade de vida de YukI. Dizer adeus a um dos nossos animais é sempre difícil para nossa equipe e voluntários e com ele não será diferente.

“Mas é importante lembrar que, embora muitos desses animais tenham um começo difícil, suas histórias sempre têm finais felizes quando chegam ao Santuário Shy Wolf .

“Quando o tempo deles com a gente acabar, a última coisa que eles fazem é abrir espaço para nosso próximo resgate e final feliz”, acrescentou.

O Centro de Educação e Experiência do Santuário Shy Wolf  foi fundado em 2001 por Nancy Smith e tem como objetivo fornecer refúgio e reabilitação a lobos selvagens e em cativeiro, e outros animais, em uma propriedade de dois hectares e meio em Nápoles, Flórida.

​Read More
Notícias

Cão-lobo levado para ser sacrificado é resgatado e tem a vida salva

Um cão-lobo que foi deixado em um abrigo, abandonado pelo tutor, para que fosse sacrificado, mesmo sendo um animal saudável, foi resgatado pela equipe de um santuário e teve a vida salva. O caso aconteceu nos Estados Unidos.

Foto: Reprodução / Portal Amo Meu Pet

Yuki, como é chamado o animal, nasceu em 2008. Após viver oito meses com o primeiro tutor, ele foi abandonado no abrigo. A justificativa do homem para pedir o sacrifício do cachorro era de que ele dava “muito trabalho”. Membros do Shy Wolf Sanctuary, no entanto, não permitiram que ele fosse morto e o resgataram.

Para o santuário onde foi levado, Yuki tinha espaço para correr e brincar. Ele teve a vida completamente transformada. No local, foi submetido a um exame que constatou que havia DNA de lobo nele.

“Seu teste de DNA veio como 87,5% de Gray Wolf, 8,6% de Husky Siberiano e 3,9% de Pastor Alemão”, disse Brittany Allen, membro do santuário.

Com o tempo, Yuki foi crescendo e se transformou em um animal grande que chama a atenção de todos. Com 11 anos, ele é considerado pelos integrantes do santuário um lobisomem tímido que confia apenas em determinadas pessoas e que gosta particularmente das voluntárias do local onde vive.

Foto: Reprodução / Portal Amo Meu Pet

“Yuki é um daqueles animais que ele deixa você saber se ele quer você em seu recinto ou não. Ele tem um grupo muito pequeno de mulheres que ele permite em seu recinto chamado de ‘harém'”, explicou a voluntária Judy.

O voluntário Jeremy Albrecht conta que o cão-lobo foi apelidado de “Woowoo”, porque é esse o barulho que ele faz quando vê alguma de suas pessoas favoritas. É a maneira dele de dizer que quer estar perto delas.

A história de Yuki, no entanto, não é feita só de momentos felizes. Em 2018, ele foi diagnosticado com câncer terminal. Diante dessa situação, os membros do santuário decidiram dar a ele todo o amor e cuidado médico que necessita, até que ele descanse.

​Read More