Notícias

Cantora Dulce Maria participa de campanha contra as touradas: ‘não é cultura’

Reprodução/PETA

A cantora e atriz Dulce Maria se uniu à causa animal para conscientizar a sociedade sobre a crueldade das touradas. Em uma campanha da PETA, a artista aparece ensanguentada segurando uma espécie de lança usada para ferir os touros.

“Não se deixe enganar. A tourada é tortura, não cultura. Não a apoie”, diz o cartaz no qual Dulce Maria aparece. A frase foi repetida pela atriz na legenda de uma publicação em suas redes sociais.

A campanha conta ainda com um vídeo (confira abaixo) que mostra a cantora assistindo imagens de touradas e comentando-as. “Eu não queria ver [as imagens], mas é importante porque é uma realidade que me acompanha”, diz Dulce Maria no início do vídeo, que tem um minuto de duração.

“Como mexicana, digo a vocês, há belas tradições que valem a pena promover e que vão passando de geração em geração, mas há coisas que como seres humanos estamos evoluindo em consciência”, afirma a atriz.

“É muito triste que torturem um animal e que seja para o entretenimento de muita gente, que aplaudam e fiquem felizes enquanto torturam um ser vivo”, completa.

Nas redes sociais de Dulce Maria, internautas apoiaram a iniciativa de proteção aos animais. “Bravo por se juntar a esta causa. Mais vozes como a sua são necessárias para que as pessoas entendam que touradas são tortura e crueldade contra os animais”, escreveu uma internauta. “Na Espanha somos iguais, lutamos por isso. Os tempos mudaram e evoluíram, você deve entender!”, disse outra.

O vídeo idealizado pela PETA, entidade que defende os direitos animais, tem como lema a frase “os animais não são nossos para diversão”.

As touradas são eventos cruéis nos quais os touros são humilhados e torturados em uma arena. Tratados como objetos de entretenimento humano, esses animais são feridos e mortos para garantir uma diversão sádica ao público.

Embora sejam extremamente cruéis, as touradas ainda são realizadas em países como México, Peru, Colômbia e Espanha.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por PETA Latino (@officialpetalatino) em


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

‘A humanidade, sim, é que tem sido o grande vírus’, diz Rita Lee

(Foto: Guilherme Samora)

Vegetariana e militante, a cantora Rita Lee, de 73 anos, sempre sai em defesa do planeta e dos animais. É conhecida por, há anos, posicionar-se contra rodeios, que exploram e maltratam os animais. Recentemente, em artigo publicado na revista Veja, Rita Lee voltou a falar sobre a importância de preservarmos a natureza.

Ao comentar a pandemia de Covid-19, a cantora lamentou as mortes causadas pela doença e questionou a forma como os corpos são enterrados, contaminando o solo.

“Os milhares de corpos que temos visto empilhados em cemitérios precários e caminhões frigoríficos expõem os humanos a mais um perigo, contaminando o solo por sei lá quanto tempo com um vírus cuja consequência é desconhecida. Não seria melhor uma nova lei para organizar uma cremação desses corpos? Há séculos o fazem na Índia e com o maior respeito, tudo diante de um fogo sagrado que transforma os defuntos em cinzas e higieniza o planeta Terra”, escreveu.

Rita disse ainda que sempre foi considerada grupo de risco por ter sido censurada na época da Ditadura Militar ao ser vista “como uma mulher perigosa para os bons costumes da família brasileira” e também por sua defesa aos animais.

“Sou grupo de risco desde que luto contra os donos do poder, declarando meu repúdio aos maus-tratos de animais em rodeios, circos, aviários, matadouros, zoológicos, touradas, vaquejadas, ao contrabando de bichos silvestres, aos criadores gananciosos, às rinhas de galos e cachorros e a zilhões de outras barbaridades cometidas pela raça humana, que trata animais como objetos”, disse.

“Desde que deixei os palcos, há oito anos, vivo confinada na minha toca, numa casinha no meio do mato cercada de bichos e plantas, só saindo para ir ao dentista, fazer supermercado, comprar ração para meus animais e, eventualmente, visitar meus netos. Hoje, faço tudo pela internet e rezo para não quebrar um dente”, completou.

Em seu artigo publicado na revista, a cantora disse ainda que acredita que a pandemia tem o propósito divino de conscientizar as pessoas a respeito de suas atitudes em relação à natureza e aos animais.

“Sou parte de um grupo de risco saudável e esperançoso, por acreditar que esta pandemia faz parte de um propósito Divino para conscientizar a raça humana a respeitar nossa Nave Mãe Terra de toda a destruição que vem sofrendo, em todas as suas formas de vida. E revelando que a humanidade, sim, é que tem sido o grande vírus, fazendo o Jardim do Éden, nossa Mamãe Natureza, virar o maior grupo de risco”, disse Rita, referindo-se à relação do coronavírus com a exploração animal e a destruição da natureza. Já que o vírus teria surgido num mercado de venda de animais na China e que a devastação ambiental, conforme especialistas têm alertado, também é fator predominante para o surgimento de vírus letais aos humanos.

Ao final de seu texto, a cantora desejou “saúde física, mental, psicológica e espiritual” a todos e fez um apelo: “aproveite a quarentena e adote um bichinho. O melhor amigo”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cantora country Miranda Lambert lança movimento de ajuda aos animais vítimas de tornados no Tennessee

Na semana passada, Nashville, Tennessee, foi atingida por terríveis tornados mortais. Foi devastador para todos que moram lá e amam a cidade. Pessoas foram mortas e muitas estão feridas. Os animais também foram afetados.

As estrelas do país estavam profundamente preocupadas com os transtornos do fenômeno, e a cantora Miranda Lambert está preocupada não apenas com as pessoas, mas com os animais. Ela tem trabalhado para ajudar animais deslocados pelos tornados.
Lambert visitou o Metro Animal Care and Control em Nashville no fim de semana para visitar os animais e ver o que ela pode fazer para ajudar.

Foto: Reprodução/Instagram

Ela incentivou as pessoas a doar dinheiro ou suprimentos e a se voluntariar em seus abrigos locais. De acordo com o iHeartRadio , “Ela prometeu equiparar todas as doações monetárias feitas à sua Fundação MuttNation em até US $ 37.500 com o objetivo de arrecadar um total de US $ 75.000” e “Em menos de 24 horas, US $ 11.000 foram arrecadados para abrigos. Até segunda-feira (9 de março), US $ 29.000 foram levantados para a meta de US $ 37.500. ”

O uso do alcance e espaço de Miranda Lambert em prol dos direitos animais deu a oportunidade de muitas vidas serem recuperadas e a chance de tutores reencontrarem seus animais domésticos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

‘Amar os animais é amar a si mesmo’, diz Anitta ao defender preservação de animais ameaçados

“O planeta terra é uma casa de todos nós, todos os animais, humanos ou não”, afirmou a cantora


A cantora Anitta aproveitou o Carnaval para chamar a atenção do público para a preservação de animais ameaçados de extinção. Além de usar figurinos inspirados nos animais, a artista também abordou o assunto em suas redes sociais.

Durante a folia, Anitta apareceu vestida de panda, abelha, sapo, cavalo-marinho e camaleão.

Reprodução/Instagram/Anitta

“Minha mãe sempre diz que nem me reconhece quando me vê no palco. Ela diz que eu viro outra pessoa, a tal da Anitta. Assim são os camaleões, uma das minhas inspirações de looks do mundo animal pro carnaval”, escreveu.

“Eles se camuflam, mudam de cor, se adaptam ao seu ambiente como forma de proteção. Várias espécies deles já não existem mais. A cada animal que posto aqui um profissional da área me instrui sobre o que dizer de cada espécie”, completou.

A cantora falou ainda sobre a importância de preservar a fauna e a flora. “Se for necessário repito todos os dias. O planeta terra é uma casa de todos nós, todos os animais, humanos ou não. Quando as espécies não humanas desaparecem, é questão de pouco tempo até que nós humanos também não tenhamos mais elementos vitais. Reflitam sobre a nossa casa, nosso ecossistema. Amar os animais é amar a si mesmo”, finalizou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Anitta faz apelo para que cavalos-marinhos não sejam aprisionados em aquários

Anitta pediu aos fãs para que deixem os cavalos-marinhos livres e vivos nos oceanos ao invés de mantê-los em aquários


A cantora Anitta fez publicações nas redes sociais para pedir aos seus seguidores que não aprisionem cavalos-marinhos em aquários. Fazendo um alerta sobre a ameaça de extinção a qual esses animais estão expostos, ela usou sua voz para defender a preservação da espécie.

Reprodução/Twitter/Anitta

As publicações foram feitas após Anitta anunciar que sua fantasia para o carnaval de Pernambuco seria de um cavalo-marinho, como forma de homenagear esses animais.

“Cavalos-marinhos são peixes bem diferentões. Além de parecerem um cavalinho e serem mestres dos disfarce, são os machos que ficam ‘grávidos'”, publicou na terça-feira (25) no Twitter. “Apesar de toda essa habilidade, eles estão ameaçados de extinção”, completou.

Anitta disse ainda que estes “inofensivos peixinhos” sofrem com a pesca e a destruição crescente de seu habitat.

“O inacreditável é que eles são capturados para viverem presos em aquários ou mortos e secos para servirem de peça decorativa, amuleto, chaveiro, alimento, afrodisíaco e remédio na medicina oriental”, criticou a cantora, que pediu: “aqui fica meu apelo para que os deixem em paz! Vivos e livres no oceano, que é seu lugar, sua casa”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cantora Jessica Simpson é vista usando casaco de pele falsa em Nova York

A cantora foi clicada enquanto embarcava em um avião particular


Instagram @JessicaSimpson

A cantora Jessica Simpson tem recebido muitas críticas de ativistas de direitos animais por usar roupas e acessórios de pele de animais. Recentemente, Jessica enfrentou os protestos dos ativistas em uma livraria onde estava lançando o seu livro no edifício Union Square Barnes & Noble, em Nova York.

As críticas à Simpson parecem estar surtindo efeito, uma vez que ela apareceu recentemente usando um casaco de pele falsa antes da estreia da sua turnê do Open Book (Livro Aberto).

A cantora de 39 anos também foi vista usando uma jaqueta cor de camelo da marca sustentável Stella McCartney, enquanto embarcava em um avião particular em Nova York, depois de reforçar sua segurança após várias tentativas dos manifestantes de pressioná-la a respeito do uso de peles verdadeiras.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Anitta publica foto de touro ensanguentado e critica touradas

A artista afirmou que nas touradas se pratica o “bárbaro e sanguinolento assassinato público de animais” e questionou o apoio das pessoas que frequentam esses eventos


A cantora Anitta usou as redes sociais para criticar as touradas, eventos nos quais touros são covardemente feridos para entreter o público.

Reprodução/Globo

Na imagem divulgada pela artista, é possível ver um touro ensanguentado, com ferimentos nas costas e na boca. As informações são do Observatório de Música, do BOL.

“Como as pessoas continuam chamando o bárbaro e sanguinolento assassinato público de animais de entretenimento?! ”NINGUÉM merece isso“, escreveu a cantora.

Recentemente, a ativista Luísa Mell, que é amiga de Anitta, usou uma foto da cantora para fazer uma montagem com a imagem de um cachorro e chamar a atenção das pessoas.

Reprodução/Instagram

“As chuvas torrenciais, as enchentes… deixaram dezenas de mortos e milhares de desabrigados. As ONGs de animais perderam tudo tb [sic]”, escreveu a ativista, que pediu desculpas à Anitta por usar a foto dela.

A cantora, no entanto, não se importou com a exposição de sua imagem. “Sendo para o bem você pode fazer o que quiser com a minha imagem. Tem agência e conta pra depósito”, comentou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Jennifer Lopez é criticada após usar casaco de penas de animais em show

A atitude cruel da cantora, que mostrou não se importar com o sofrimento dos animais, foi criticada pela PETA, organização internacional de proteção animal


Após usar um casaco feito de penas de animais, demonstrando insensibilidade em relação à dor das aves torturadas para a confecção da peça, a cantora Jennifer Lopez foi criticada por uma ONG de proteção animal. O casaco, nas cores vermelho, branco e azul, em representação à bandeira de Porto Rico, foi usado em um show realizado com Shakira no intervalo do Super Bowl. Mais de 40 mil penas foram usadas para confeccionar a peça.

(Foto: AP Photo/Charlie Riedel)

Nas redes sociais, a People for the Ethical Treatment of Animals (PETA), organização internacional de proteção animal, publicou uma montagem na qual a foto da cantora usando o casaco é colocada ao lado de uma imagem do que aparenta ser um matadouro de aves. “Esta bandeira poderia ter voado sem matar pássaros”, escreveu a ONG. As informações são da revista Rolling Stone.

No Instagram, a estilista Mariel Haenn afirmou que a roupa da cantora, da grife Versace, foi feita com as 40 mil penas “costuradas individualmente”. A marca também se pronunciou, afirmando que as penas tinham “origem ética”. A realidade do mercado de produção de penas, no entanto, é outra, e revela uma crueldade assombrosa.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Rapper Iggy Azalea pede aos seus seguidores que ajudem hospital da vida selvagem

Iggy Azalea usou sua influência nas redes sociais para ajudar um hospital de animais australiano a arrecadar dinheiro para cuidar de coalas e outros animais selvagens feridos pelos incêndios que assolam o país.

A cantora de 29 anos, que é natural da cidade australiana de Mullumbimby, usou o Instagram no sábado (04), para compartilhar uma foto sua abraçando um adorável coala que conheceu na sexta-feira (07) no Currumbin Wildlife Hospital em Queensland.

Ela escreveu na legenda: “Consegui visitar esta gracinha ontem, assim como muitos animais feridos e reabilitados no Hospital de Vida Selvagem de Currumbin”.

A compositora e criadora de hits de sucesso, que parece estar de volta ao seu país natal, escreveu ao hospital de vida selvagem: “Obrigado por me deixarem estar com vocês!”

Ela então direcionou sua legenda para seus seguidores, escrevendo: “Você sabia que mais de 30% do habitat natural dos coalas em Nova Gales do Sul (NSW) foi destruído pelos incêndios florestais que a Austrália está enfrentando?”

“A parte mais triste é que essa nem é a maior ameaça a sua sobrevivência. Por favor, doe se puderem, pessoal, qualquer quantia ajuda”, acrescentou.

Um representante do Currumbin Wildlife Hospital comentou o post com um emoji de coração, ao qual Iggy respondeu: “Obrigada por nos receber”.

“Volte quando quiser”, responderam eles.

Em toda a Austrália, 20 pessoas morreram e mais de 1.500 casas foram destruídas em incêndios nesta temporada.

Enquanto isso, várias outras estrelas australianas também estão ajudando e levantando fundos para vítimas de incêndios florestais.

Celeste Barber levantou mais de 5 milhões de dólares para ajudar as vítimas a combater os incêndios em todo o país, apenas 24 horas depois de pedir que os australianos doassem.

Enquanto isso, Rebecca Judd, que também pediu que os australianos doassem para vítimas de incêndios florestais, doou 50 mil dólares e pretende doar um total de 100 mil à Cruz Vermelha Australiana. As informações são do Daily Mail.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Pink anuncia doação de 500 mil dólares para combate aos incêndios australianos

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A cantora, compositora e celebridade, Pink, nome real Alecia Beth Moore, prometeu doar 500 mil dólares diretamente para os serviços estaduais de combate aos incêndio locais da Austrália. O fogo no país continua a arder.

Desde setembro, mais de 200 incêndios florestais atingiram o país, matando pelo menos 23 pessoas e queimando 12 milhões de acres de terra – mais de mil casas também foram destruídas.

“Totalmente devastada”

“Estou totalmente arrasada vendo o que está acontecendo na Austrália neste momento com os horríveis incêndios florestais”, escreveu a estrela no Instagram para seus 7,4 milhões de seguidores.

“Estou prometendo uma doação de 500 mil dólares diretamente para os bombeiros locais que estão lutando tanto nas linhas de frente contra o fogo. Meu coração está com nossos amigos e familiares na Austrália”.

“Uma questão mundial”

Essa não é a primeira vez que Pink usa sua plataforma para aumentar a conscientização sobre desastres ambientais. No início deste ano, a cantora postou uma foto dos incêndios que haviam se espalhado pela Floresta Amazônica.

“Não ore pelo Brasil ou pela Amazônia. Ore por si mesmo. A Amazônia fornece 20% de nosso oxigênio todos os anos e queima em ritmo recorde agora e nos últimos 18 a 19 dias”, dizia a imagem.

“Esta é uma questão mundial e emergencial e afeta toda a nossa segurança”.

Você pode doar ou ser voluntário para ajudar nos incêndios aqui. As informações são do Plant Based News.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Cantora Billie Eilish convoca as gerações mais velhas a lutar contra a mudança climática

Foto: Twitter
Foto: Twitter

A cantora e compositora Billie Eilish fez um convite às gerações mais velhas para que assumam um papel e lutem contra a atual crise climática.

Em entrevista ao portal de música NME, a estrela vegana também elogiou a ativista climática Greta Thunberg por “fazer o que deveria ser feito” – dizendo que se sentia “honrada por ser comparada a ela”.

‘Nós não queremos morrer ainda’

“Felizmente, os adultos e os idosos começam a nos ouvir sobre as mudanças climáticas para que não tenhamos que morrer em decorrência do aquecimento global”, disse Eilish.

“Os idosos vão morrer e realmente parecem não se importar se nós jovens teremos um futuro, mas ainda não queremos morrer”.

“Há coisas que não posso mudar”

A artista de 17 anos também respondeu às pessoas que criticam seus esforços para ajudar o planeta enquanto viaja para sua turnê global.

“Cara, eu sempre vejo essas postagens do tipo `por que essa maldita artista está dizendo essa merda quando está levando aviões para inúmeros lugares?’. Você prefere que eu cale a boca e não diga nada e assim ninguém nunca fará nada?”, disse Eilish à NME.

“Sim, talvez eu esteja fazendo algo que não é tão perfeito quanto outra pessoa, mas há coisas que não posso mudar. Então, por causa disso, quero passar a palavra a outras pessoas. Quero fazer o máximo que puder”.

“Eu posso e quero que outras pessoas façam o máximo que puderem”, concluiu a cantora. As informações são do Plant Based News.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Cantora Billie Eilish e atriz Millie Bobby Brown são homenageadas por seu ativismo pelos animais

Millie Bobby Brown e Billie Eilish | Foto: FilmMagic/GoffPhotos
Millie Bobby Brown e Billie Eilish | Foto: FilmMagic/GoffPhotos

As celebridades Billie Eilish e Millie Bobby Brown foram premiadas pela organização de direitos animais, PETA, por seu compromisso com o bem-estar animal.

A 14ª cerimônia anual da premiação promovida pela ONG procura homenagear as celebridades e as empresas que colocam seu ativismo em defesa dos direitos animais na linha de frente em 2019 e mostrou que os jovens são realmente o nosso futuro, pois as duas homenageadas favoritas da audiência são adolescentes e se destacaram por seu trabalho duro em favor dos animais e do meio ambiente.

Billie recebeu o prêmio de “melhor voz” por seu ativismo online, a cantora vegana que faz o estilo “menina má”, tem apenas 17 anos e fala frequentemente sobre os animais e o meio ambiente com seus 44 milhões de seguidores no Instagram.

Uma de suas principais causas foi contra o tratamento cruel e a morte de martas nas fazendas de peles, chamando as pessoas que usam o pelo do animal em cílios postiços ou chinelos de “repugnantes”, além de protestar contra o tratamento de ovelhas pela indústria da lã.

Além disso, a estrela prometeu que sua turnê mundial em 2020 será a mais ecológica possível, pedindo aos fãs que tragam suas garrafas de água recarregáveis para reduzir o desperdício de plástico de uso único.

Representando os adolescentes ainda mais jovens, está a estrela da série “Stranger Things” da Netflix, Millie Bobby Brown, de 15 anos, que derrotou as marcas concorrentes de Jaden Smith e do YouTuber Shane Dawson, e ganhou o prêmio a melhor marca vegana para sua linha de beleza vegana e livre de crueldade “Florence by Mills”.

Marta Holmberg, diretora sênior de programas para jovens da PETA, disse sobre os vencedores: “Billie Eilish e Millie Bobby Brown estão mostrando ao mundo como é fácil ajudar os animais, fazendo escolhas gentis no que comemos, no que vestimos e como nos entretemos”. A PETA as reconhece por usar seu poder e sua influência de celebridades para tornar o mundo um lugar melhor para todas as espécies”. As informações são do Plant Based News.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More