Notícias

Alunos agridem e jogam cão do segundo andar de escola em Canoas (RS)

Dois alunos, de 13 e 16 anos, agrediram um cachorro com chutes e pontapés e, em seguida, o arremessaram do segundo andar da escola Thiago Wurth, no bairro Mathias Velho, em Canoas, no Rio Grande do Sul. O cão foi resgatado, nesta quarta-feira (5), com ferimentos e encaminhado a uma clínica veterinária. O resgate foi feito por professores da instituição.

Foto: Pixabay / Ilustrativa

Apesar dos maus-tratos que sofreu, o animal não corre risco de morte e está em observação na clínica. Ele era conhecido dos alunos e funcionários da escola, já que vivia no local há algum tempo. As informações são do portal Correio do Povo.

Os jovens que agrediram o animal foram detidos pela polícia e levados para a Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente de Canoas. Eles confessaram o crime. Depois dos maus-tratos que cometeram, os adolescentes tiveram que ser protegidos pela polícia, já que outros alunos, revoltados com o caso, tentaram linchá-los.

“Foi uma crueldade absurda. A queda foi de cerca de sete metros. Os dois assumiram o que fizeram, inclusive coletamos a informação que, depois de terem cometido a série de agressões ao animal, ameaçaram professores e outros alunos que estavam próximos”, contou o delegado regional da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), Mario Souza.

Souza disse que a crueldade dos adolescentes chama a atenção. “Não é comum um caso desse tipo, com tamanha violência. Cometeram maus-tratos simplesmente para agredir, por pura maldade”, disse.

Aos policiais, testemunhas afirmaram que os dois jovens costumam maltratar cães abandonados na cidade. Eles irão responder por um ato infracional por crueldade contra animais e ameaça. “A direção da escola fez muito bem em nos acionar. Os pais dos envolvidos serão chamados à delegacia para que possam colaborar com o caso”, afirmou.

De acordo com o delegado, a ação foi realizada dentro da Operação Arca, criada para proteger os animais nas cidades de Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, Eldorado do Sul, Guaíba e Nova Santa Rita. “Quando chegamos havia muitas denúncias de maus-tratos de forma geral, então resolvemos montar a inteligência e apurar, imediatamente, toda denúncia que chega”, disse Souza.

Denúncias de maus-tratos a animais na região podem ser feitas para a Polícia Civil pelo telefone 3425-9063 ou através do WhatsApp no número 98459-0259.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. Doe agora.


​Read More
Você é o Repórter

Animais doentes em um abrigo em Canoas (RS) precisam de ajuda

A cuidadora Mara pede socorro para os cães de seu abrigo na cidade de Canoas, Rio Grande do Sul. Muitos deles não têm mais casinha, pois foram destruídas pelo tempo.

Ela diz que todos chegaram no canil em condições severamente graves. Alguns chegaram ainda filhotes no abrigo e lá envelheceram sem ninguém para adotá-los.

A maioria dos cães são SRD (sem raça definida), alguns estão velhos, doentes e traumatizados pelos horrores que viveram nas ruas. Mara diz que somente dois de todos os animais do abrigo possuem madrinhas.

Para cada um dos cães ela precisa pagar 200 reais. Ela também pede doações para ração, medicamentos para vermes, inseticidas para as pulgas e carrapatos do abrigo. O Joaquim, um cão da raça chow-chow, precisa de uma casinha grande o suficiente para seu tamanho.

Bello, um cãozinho que está com câncer, faz quimioterapia e está internado na Animal Dreams em Canoas, e, segundo Mara, vem apresentando grandes melhoras. Mas ela ainda precisa ajudar a Dra. Fabiana com as despesas veterinárias do Bello.

Quem estives disposto a ajudar, entre em contato com Mara pelo número (51) 99470-4870 ou pelo número (51) 99792-2419.

​Read More
Notícias

Moradores fazem vaquinha para encontrar cachorro comunitário desaparecido

Toco tem até crachá de gerente | Fabio Emerim

O cãozinho sem raça definida Toco Daniel, conhecido como “gerente” do estacionamento Marujo, em Canoas, está desaparecido desde 31 de dezembro. Toco costumava levar os clientes do carro ao portão — em março do ano passado, recebeu até um crachá mostrando sua função. Rapidamente, ganhou muitos fãs e viralizou na internet após um tuíte com a sua foto.

O dono do estabelecimento, Altamiro Daniel, conta que viu Toco pela última vez no dia 31, no estacionamento em que o cachorro mora. O proprietário foi para casa, como sempre fez, para passar o Ano-Novo com a família. No outro dia, ao chegar ao local, Toco não estava mais lá. Altamiro pensou que ele havia feito um passeio e que logo voltaria:

“Sumiu na virada em função dos fogos. Achei que ia aparecer, pois tem livre acesso”.

No dia 2, com o cachorro ainda desaparecido, Altamiro começou a espalhar mensagens pelos grupos do WhatsApp pedindo ajuda para encontrá-lo.

Anúncio está sendo enviado por WhatsApp | Altamiro Daniel

Foi Eliane, uma cliente do estabelecimento, e Daiana, filha de Altamiro, que sugeriram fazer uma vaquinha e oferecer o dinheiro como recompensa para quem encontrar o cachorro. Cerca de 40 pessoas juntaram R$ 500.

“O clima está péssimo sem ele. Muita gente pergunta pelo Toco. Não apenas os clientes, mas quem passa por aqui”, diz Altamiro. “Tenho esperança que ele vai aparecer”.

Informações podem ser enviadas para o número (51) 99658-6732.

Fonte: Gaúcha ZH

​Read More
Notícias

Cão é adotado por dono de estacionamento e usa crachá de gerente

No estacionamento Marujo, na região central de Canoas, no Rio Grande do Sul, além de estacionar os veículos, os clientes contam com a recepção carinhosa de Toco Daniel, um cachorro que espera os motoristas em frente ao estabelecimento e ainda os acompanha do carro até o portão do local.

(Foto: Reprodução / Twitter / Fábio Emerim)

Toco é apelido de Pitoco, nome do cachorro que ganhou até crachá, feito pela filha do proprietário do estacionamento, com nome, cargo e uma foto.

A brincadeira começou quando um cliente saiu do local afirmando que havia sido recebido pelo gerente, referindo-se ao cachorro. O cão chegou ao estabelecimento no final de 2017. Altamiro Daniel, dono do estacionamento, conta que Toco apareceu como quem dissesse “quero ficar aqui, você vai ser meu tutor”. Isso porque o cachorro entrou no estacionamento carregando sacos de lixo, roupas e um tapete e quando Altamiro tentou limpar a bagunça feita pelos itens trazidos pelo cão, Toco ficou bravo, protegendo aquilo que ele acreditava ser dele.

“Ele chegou a se invocar com dois clientes, acho que o santo não bateu. Pensei em levar ele pra alguém”, contou Altamiro. No entanto, aos poucos o cão foi se acostumando com os clientes e passou a recepcioná-los.

Toco e Altamiro Daniel, o tutor (Foto: Reprodução / Altamiro Daniel)

“Todo mundo elogiava ele, pois eu chego mais tarde e tem mensalistas que chegam cedo. Ele recepcionava e chegava a ir até o serviço de alguns”, disse a dono do estacionamento, que ao ser questionado se é o tutor de Toco, responde: “acho que eu sou dele”. As informações são do portal GaúchaZH.

Uma foto do cachorro usando o crachá viralizou nas redes sociais após ser publicada no Twitter por Fábio Emerim. “O rapaz da foto é o Toco Daniel. Segundo o crachá que ele carrega com a sua foto (de óculos), é o gerente geral de uma lavagem de carros aqui perto de casa”, escreveu Fábio.

“Ele é muito conhecido por todos aqui, ficou super popular por causa do crachá”, afirmou Altamiro, que conta que há pessoas que levam coisas para agradar o cão e que até brincam dizendo: “ele está melhor do que eu, está empregado”.

​Read More
Notícias

Prefeitura de Canoas (RS) proíbe veículos de tração animal

Em Canoas, no Rio Grande do Sul, a prefeitura proibiu a circulação de carroças pela cidade. A medida que busca extinguir o uso de veículos de tração animal até 2024, traz um alivio aos animais que são explorados no município.

Cavalo Livre e feliz
Cavalo livre e feliz | Foto: Jaci XIII /VisualHunt

Usados como servos desde da antiguidade pela humanidade, animais como cavalos, são maltratados diariamente. O projeto Cavalo de Lata, como foi intitulado a medida, é uma iniciativa da administração municipal que visa coibir os maus-tratos e pretende trocar animais por triciclos movidos pela força humana.

Para o prefeito Luiz Carlos Busato, é “inadmissível que ainda hoje se use um animal como escravo para puxar uma carroça”.

 

​Read More
Notícias

Programa Nota Fiscal Gaúcha ajuda ONGs de proteção animal

Foto: Exame

Em Canoas, no Rio Grande do Sul, a partir do próximo ano será possível incluir uma ONG de sua preferência que atue na proteção dos animais no programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG), para receber recursos do estado. O governo irá destinar R$ 1 milhão, valor que consta do projeto de Orçamento para 2018, para viabilizar o apoio a quem muitas vezes depende de doações anônimas e campanhas de solidariedade.

O secretário da Fazenda, Giovani Feltes (PMDB), e o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza (PMDB) reuniram-se na semana passada com representantes de entidades que atuam nesse segmento. Até o fim do ano, as mudanças no regulamento do programa e nos sistemas de credenciamento devem ser viabilizadas.

Feltes ressaltou que o valor de R$ 1 milhão para o primeiro ano representa o início de todo um processo. Não haverá qualquer redução nos valores destinados às entidades que atuam das outras áreas. “É fruto de uma vontade política do governo, mas acima de tudo um reconhecimento à causa animal (…) As ONGs de proteção animal não serão concorrentes, irão se somar ao programa, ajudando o Estado a combater a sonegação” frisou.

Souza, deputado que também é veterinário, relata que esse tipo de iniciativa significa um novo patamar para as ONGs, e reconhece que muitas lutam para manter o atendimento por meio de doações e ajuda de uma rede de amigos.

Para o cadastro, são exigidas somente a atuação reconhecida de no mínimo dois anos na proteção dos animais. As ONGs interessadas serão cadastradas pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos.

O Estado do Rio Grande do Sul aumentou o valor destinado aos contribuintes e o dinheiro disponível para as entidades. Serão R$ 15 milhões divididos igualmente para as mais de 2,8 mil instituições cadastradas. O programa já creditou mais de R$ 61 milhões para as instituições sociais, desde a sua criação.

O programa gera pontos que são acumulados sempre que o consumidor pede a inclusão do CPF na nota fiscal, no momento da compra, nos estabelecimentos participantes. O comprador pode ainda concorrer a prêmios em dinheiro a cada mês e ainda ganhar descontos de 2% a 5% no IPVA. Para se cadastrar, acesse AQUI.

​Read More
Você é o Repórter

Segundo Encontro Vegano de Canoas (RS) é um verdadeiro sucesso

Foi realizado no domingo, dia 19, o Segundo Encontro Vegano de Canoas, no Parque Municipal Getúlio Vargas, no Capão do Corvo. O evento foi organizado por Maira Schuch, da empresa Natural Veg, e contou com as palestras da Dra. Rosana Rübenich, da ativista Juliana Marques e do biólogo e doutor em Ciências e Biotecnologia Róber Bachinski.

Divulgação

O encontro teve ainda gastronomia vegana, feira de adoção, roda de bate-papo, música ao vivo e aula de yoga.

O veganismo é um movimento cujo princípio é a abolição da exploração dos animais pelos seres humanos. A prática busca o fim do uso de animais para alimentação, apropriação, trabalho, caça, vivissecção e confinamento.

​Read More
Notícias

Centro de Bem-Estar Animal procura cão perdido em Canoas (RS)

Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Divulgação

O cãozinho Banzé fugiu do Centro de Bem-Estar Animal de Canoas, no Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (22). “Ele é idoso e tem problemas de pele. Acostumou-se a ficar solto pelo corredor do centro. Mas como o cachorro sai da rua, mas a rua não sai do cachorro, bastou uma frestinha na porta pro Banzé fugir”, conta o diretor do CBEA, Alex Szekir.

O diretor acredita que o cãozinho não deve estar longe. Pode estar na região do bairro Igara e Guajuviras. “Queremos muito que ele volte, complete seu tratamento e quem sabe um dia ganhar um lar”. Caso alguém tenha informações sobre o Banzé, pode contatar os telefones: 3429-2924 / 98321-8190.

​Read More
Notícias

Segundo Encontro Vegano de Canoas (RS) já tem data marcada

Feira de adoção, gastronomia vegana, palestras informativas e música ao vivo, são algumas das atrações para o encontro

No dia 19 de março, vai acontecer o 2º Encontro Vegano de Canoas. O evento, que acontecerá das 11h às 17h, será no Parque Getúlio Vargas (Capão do Corvo) e terá uma programação repleta de coisas boas, como palestras informativas, feira de adoção de animais; ONGs de proteção animal; música ao vivo; gastronomia vegana; carreteiro vegano (gratuito); aulão de yoga e sorteio de brindes. Lembrando que não precisa ser vegano pra participar, basta se interessar pela causa e amar os animais.

“O movimento do veganismo tem a suma importância, pois ele aborda a questão da não exploração animal. É uma forma de viver em harmonia no planeta. Considerando que animal nenhum nasceu para servir o outro, o veganismo vem nessa linha. Pois a ideia é que não se utilize da carne e não se utilize dos produtos alimentícios derivados desses animais. O segmento cresce numa proporção rápida e, de fato, tem importância na sociedade”, explicou o vereador Cris Moraes (PV), apoiador do evento, sobre a relevância do veganismo.

Conforme afirma a fundadora e proprietária da Natural Veg – primeira empresa vegana de Canoas – Maira Shcuch, “o Segundo Encontro Vegano de Canoas vem para esclarecer e informar a todos os participantes que podemos sim ver o mundo de outra forma e mudarmos nossos hábitos, costumes, educação”.

O que? 2º Encontro Vegano de Canoas.

Quando? 19 de março.

Onde? Parque Getúlio Vargas (Capão do Corvo).

Quanto? Gratuito.

​Read More
Você é o Repórter

Canoas (RS) recebe mais uma edição do “Encontro vegano”

Maira Schuch
mairaschuch6@gmail.com

Reprodução Facebook

A Natural Veg, uma empresa vegana de Canoas (RS) realizará o Segundo Encontro Vegano de Canoas no dia 19 de março. No evento terá palestras, feira de adoção de cães e gatos, além de uma deliciosa feira gastronômica totalmente ética e livre de crueldade animal. Mais detalhes no folder abaixo:

​Read More
Notícias

Projeto de lei visa arrecadar 1 real por mês de cada morador em prol de animais abandonados

Por Darwin Nascimento (em colaboração para a ANDA)

Foto: Felipe Figueiró

Foi protocolado pelo vereador Cris Moraes (PV), um projeto de lei que prevê a autorização da cobrança de R$ 1,00 a mais na conta de luz para realizar castração de animais abandonados.

No projeto “1 por Todos” o pagamento da contribuição é facultativa, podendo o contribuinte optar por não pagá-la no momento da quitação da conta de luz, desde que manifeste esse desejo. O recurso será destinado, primeiramente, para castração, de cães e gatos, machos e fêmeas, abandonados ou tutelados por pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Tendo em vista que um único casal de cães, em 10 anos, pode gerar mais de 60.000 filhotes, faz-se mais do que necessária a criação de política publica que envolva o executivo municipal e a coletividade na solução para os maus-tratos e os tantos abandonos de cães e gatos, que é a castração. “A castração é a solução para todos os males, junto com a educação e a guarda responsável, são os remédios para que consigamos tornar Canoas uma cidade melhor para nós e para os animais”, comentou Cris.

O vereador ainda explica que há uma disputa muito grande em repelir esta política pública, afinal, as secretarias municipais de saúde se eximem do protagonismo, porque entendem que não se trata de saúde pública. E as secretarias de meio ambiente afirmam não ter responsabilidade, pois entendem que cães e gatos não fazem parte da fauna.

“O valor arrecadado, investido em castração, se ataca no ponto mais importante para diminuir, significativamente, a oferta de crias indesejadas e animais abandonados, que é no controle populacional ético, a castração”, explicou.

Segundo Cris, vale muito para os animais, pois tem a finalidade de atingir na ação mais importante, que é o controle populacional, a castração de cães e gatos, machos e fêmeas.

“O projeto não é importante somente para Canoas. Nós temos uma carência muito grande de verba pública vinculada, da União e do Estado, que sejam destinadas a ações de bem-estar animal, mais precisamente que seja destinada para castrações como controle populacional”, concluiu Cris.

Sobre o projeto, se aprovado:

O titular da conta, ou procurador, munido de instrumento de procuração específico para tal, poderá enviar requerimento à Rio Grande Energia (RGE) solicitando a adesão de uma contribuição de valor superior, espontaneamente, acima do R$ 1,00 estabelecidos nesta lei.

A RGE fará lançamento destes recursos, em conta específica a ser aberta em Bancos, onde após apuração dos valores arrecadados, transferirá este recurso para o Fundo Municipal de Bem-Estar Animal (FMBEA) que também movimentará em conta específica a ser criada em Banco Oficial, pelo Conselho Municipal de Bem-Estar Animal (COMBEA) que fará a gestão dos recursos dando o destino correto para os objetivos deste projeto.

O projeto atende a uma recomendação do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV). O referido projeto trará a castração e a educação para a posse responsável, sob o controle do COMBEA, que administrará o FMBEA.

​Read More
Notícias

Uma segunda chance para os animais idosos

Velho, o morador mais antigo do Bem-Estar, está lá há nove anos | Paulo Pires/GES

Eles estão há muitos anos esperando pela oportunidade de ter uma família. De receber carinho todos os dias e poder correr livre por um pátio só deles. Cerca de 70 cães abrigados no Centro de Bem-Estar Animal de Canoas (RS) são consideráveis aptos à adoção imediata. O sonho ainda não se realizou e para dar um empurrãozinho, a diretoria da unidade, agora ligada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, organiza ações para os próximos meses.

Segundo o diretor, Alex Szekir, o projeto Segunda Chance deve começar em março. No segundo sábado daquele mês vamos começar a chamar a comunidade para conhecer o Bem-Estar Animal. E fazer com que esses animais sejam vistos”, explica. A intenção é, nos meses seguintes, que aconteçam sempre nos segundos sábados. “Queremos trazer food trucks e brinquedos infláveis. Tudo na área do centro.”

Com a programação, a ideia é dar uma nova chance para animais que chegaram à unidade há muitos anos. Como Velho, que agora não tem mais como ser adotado em função da idade. Ele é o cão mais antigo no CBEA. Vive no local há nove anos. Szekir calcula que o cachorro tem cerca de 20 anos. Cego, com dificuldades de locomoção, vive o restinho da vida com o conforto possível. E para que outros cães fiquem tanto tempo esperando, o centro está sempre aberto para quem quiser conhecer um novo amigo.

Paulo Pires/GES

Mais voluntários

O Centro de Bem-Estar Animal fica na Avenida Boqueirão, 1985. Quem não puder adotar um animal, pode ajudar sendo voluntário. Alex Szekir diz que novos “amigos do CBEA” são bem-vindos. “Queremos aumentar o grupo para ter um revezamento legal e não sobrecarregar ninguém”, afirma. Mais informações no WhatsApp 98321-8190.

Fonte: Diário de Canoas

​Read More