Notícias

Segundo o Inea, peixes encontrados no Fundão não foram vítimas de contaminação

A grande quantidade de peixes mortos encontrada na manhã desta segunda-feira (8) no Canal do Fundão (RJ), segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), foi capturada e, em seguida, descartada por pescadores. Técnicos do órgão afastaram a hipótese de os animais – da espécie sardinha de boca torta – terem morrido por contaminação. Ainda assim, foram coletadas amostras de água para análise.

– Os peixes já estão em processo de decomposição, o que indica que o descarte foi feito há pelo menos dois dias e, possivelmente em local próximo na baía de Guanabara. As mudanças de maré é que devem ter levado a essa concentração no canal. Não há a menor hipótese de se tratar de uma mortandade por contaminação – assegurou Fátima Soares, gerente de Qualidade Ambiental do Inea.

Fonte: O Globo

​Read More
Notícias

Margens do Canal do Fundão, no RJ, amanhecem repletas de peixes mortos

Apenas dez dias após a morte de três toneladas de peixe na Lagoa Rodrigo de Freitas , uma nova mortandade inexplicada atinge as águas do Rio de Janeiro. Dessa vez, o local foram as margens do Canal do Fundão, nas proximidades da ilha da Cidade Universitária, que amanheceram repletas de peixes mortos.

Peixes mortos, a maioria sardinhas, foram encontrados nas margens da Ilha do Fundão. Foto Ana Branco / Agencia O Globo
Peixes mortos, a maioria sardinhas, foram encontrados nas margens da Ilha do Fundão. Foto Ana Branco / Agencia O Globo

O biólogo Mário Moscatelli calcula que a mortandade no Canal chegue a 60 toneladas. Segundo ele, há duas hipóteses para o problema: a primeira seria o descarte de peixes por parte dos pescadores que trabalham na região e a outra seria um aumento no volume de água poluída por conta das chuvas de sábado. A maioria dos peixes encontrados é sardinha.

Fonte: O Globo

​Read More