Destaques, Notícias

Coelhos estão perdendo o habitat por intensa industrialização agropecuária

Pixabay

O coelho-europeu (Oryctolagus cuniculus) é uma espécie selvagem proveniente da Península Ibérica, na extremidade sul-ocidental da Europa.

Cientistas alemães conduziram um estudo que acompanhou 139 coelhos durante seis meses num raio de 500 metros em torno de oito locais em Frankfurt, Alemanha.

Foto: The Times

Mais adiante, com amostras de DNA coletadas, a variação genética entre a população de coelhos mostra a correlação com as áreas urbanizadas percorridas, evidenciando o cruzamento entre espécies e consequente redução de suas populações.

A perda de seus locais de origem é um reflexo da mecanização massiva nas áreas campestres, contribuindo diretamente para a migração forçada dos coelhos em busca de alimento.

O coelho-europeu é uma espécie considerada “adaptor urbano”, por conseguir sobreviver sob áreas predominantemente humana.

A maior parte da vida selvagem dentro das cidades se aglomera em reduzidos espaços verdes, onde muitos animais se abrigam envoltos de perigos como ruas e prédios.

É provável que o declínio das populações de coelhos na Europa ocorra também em outras partes do continente, incluindo o Reino Unido, sendo sintomático para uma espécie animal como essa a contínua perda de diversidade nas zonas rurais e a perturbação dos ecossistemas rurais causada pelas obras de construção.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Destaques, Notícias

Dezenas de elefantes forçados a se apresentar para turistas na Tailândia são libertados

Foto: ViralPress
Foto: ViralPress

Dezenas de elefantes acorrentados que sofreram anos de angústia psicológica ao serem forçados a fazer truques para turistas foram libertados de seus grilhões na Tailândia após um clamor internacional.

Imagens comoventes divulgadas hoje mostram os animais pastando livre e divertidamente interagindo entre si no acampamento de elefantes, Maesa Elephant Camp, em Chiang Mai.

As condições “cruéis” que existiam no local foram expostas em novembro passado por ativistas que revelaram que os bebês elefantes eram “arrancados de suas mães” e depois forçados a aprender atividades antinaturais como pintar quadros, chutar bolas de futebol e jogar dardos.

Mas os responsáveis pelo local começaram a remover as algemas e estão permitindo que alguns de seus 77 elefantes vaguem livremente pelo local.

A executiva Anchalee Kalamaphichit que trabalha no acampamento disse que planejava remover as correntes de todos os elefantes nas próximas semanas.

Ela disse: “O centro é criticado há muito tempo sobre como prendemos os animais aqui, então decidimos libertá-los”.

Foto: ViralPress
Foto: ViralPress

“No entanto, viver livremente é uma coisa nova para esses elefantes. Eles precisam de tempo para se adaptarem à sua nova maneira de viver, então escolhemos começar com o mais velho e amigável dos elefantes”.

“Estamos satisfeitos por eles parecerem mais felizes vivendo sem correntes ou mahouts (manipuladores/treinadores de elefantes) e estamos preparando os demais para que possamos libertar o resto deles em breve”.

O grupo de defesa dos animais britânico Moving Animals – que expôs a situação dos elefantes no ano passado – disse estar encantado com as mudanças.

Foto: ViralPress
Foto: ViralPress

A fundadora Amy Jones disse: “É incrível ver esses elefantes vivendo livremente sem suas correntes”.

“Com mais de 70 elefantes em cativeiro, o Maesa Elephant Camp é o maior campo de elefantes do norte da Tailândia”.

Sua decisão compassiva envia uma mensagem poderosa para a indústria do turismo de elefantes e estabelece um claro precedente para a mudança.

Foto: ViralPress
Foto: ViralPress

“Com a ABTA – a maior associação de viagens do Reino Unido – atualizando suas diretrizes para condenar interações antiéticas de elefantes, esperamos que mais e mais atrações turísticas façam mudanças positivas, para que nenhum animal sofra com o entretenimento turístico”.

No ano passado, os ativistas da Moving Animals viram elefantes balançando os corpos compulsivamente, em um “sinal claro da angústia psicológica que enfrentam”.

Eles filmaram elefantes sendo arrastados pelas orelhas e atingidos por ganchos afiados (bullhocks) pelos guardiões.

Jones disse que os filhotes foram forçados a passar “pelo processo tradicional e brutal, de dias ou semanas, de quebrar o espírito de um jovem elefante”.

Ela acrescentou: “É de partir o coração pensar que esses bebês inocentes do viveiro de elefantes Maesa estão no início de uma vida de cativeiro que contará com ganchos agudos, performances cruéis e estresse psicológico grave”.

Foto: ViralPress
Foto: ViralPress

A Moving Animals, no ano passado, pediu a proibição total da publicidade e venda de passeios de elefante “antiéticos” a “lugares cruéis como o Maesa Elephant Nursery”.

“Os elefantes continuam a enfrentar brutalidade física implacável e sofrimento psicológico para participar de passeios, procissões e apresentações”, disseram eles.

As viagens “também são altamente perigosas para os turistas que são frequentemente atacados e às vezes mortos por elefantes estressados”, acrescentaram. As informações são do Daily Mail.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Ativistas transformam campo de futebol em floresta

Foram plantadas mais de 300 árvores dentro do campo de futebol com o objetivo de conscientizar a população sobre como seria um futuro onde as árvores se tornassem tão raras que só pudessem ser vistas em estádios


 

Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer
Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer

Uma floresta foi cultivada dentro de um estádio de futebol austríaco por ativistas que tinham por objetivo mostrar como poderia ser em um futuro onde as árvores se tornem tão raras que as pessoas tenham que ir aos estádios para vê-las.

Centenas de árvores foram plantadas no estádio de futebol Woerthersee, em Klagenfurt, na Áustria, como parte de um projeto de arte de 30 anos atrás – e as pessoas podem aproveitar o espetáculo a partir de hoje, 8 de setembro.

O criador do projeto, Klaus Littmann, pintou à mão o desenho de Max Peintner, “A atração sem fim da natureza”, de 1970, que descreve uma floresta de árvores em um enorme estádio cercado por milhares de pessoas dentro de uma cidade – usando esse esboço como base de sua visão.

Foto: CEN/For Forest/Unimo
Foto: CEN/For Forest/Unimo

O projeto do estádio, intitulado For Forest, foi possível com o apoio do conselho local com o time de futebol que normalmente usa o estádio que tem 30 mil lugares e que atualmente está na segunda liga da Áustria, tendo sido transferido para uma instalação menor nas proximidades.

O projeto foi divulgado tendo como pano de fundo de incêndios florestais na Amazônia, seguido pela notícia de que inseticidas e tempo seco estavam contribuindo para os incêndios devastadores na Áustria.

Falando sobre o projeto, Klaus disse: “Quero desafiar nossa percepção da natureza e aguçar nossa consciência do futuro relacionamento entre natureza e humanidade”.

Foto: CEN/For Forest/Unimo
Foto: CEN/For Forest/Unimo

Ele viu o potencial do local depois de ouvir como o estádio havia sido abandonado a maior parte do ano em que seria usado no Campeonato Europeu de Futebol em 2008.

O artista disse à revista TANK: “Os trabalhos de [Peintner], que são críticos da civilização e ecologicos, refletem verdadeiramente os pesadelos da humanidade. A própria natureza é uma maravilhosa obra de arte.

Klaus achou o conceito “fascinante”, a ideia surgiu inicialmente em um mundo onde havia “pouca discussão sobre desmatamento e mudança climática”.

Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer
Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer

Ele continuou: “Este projeto também é um aviso de que a natureza, que agora consideramos um dado adquirido, um dia poderá ser encontrada apenas em espaços especialmente designados, como já é o caso dos animais de zoológico”.

O projeto inclui 16 tipos de árvores e terminará em 27 de outubro, com as árvores arrancadas e movidas para locais próximos para minimizar a pegada de carbono.

As pessoas só poderão ver a floresta selvagem das arquibancadas do estadio e haverá exposições paralelas sobre o tema da natureza no Museum Moderner Kunst Kärnten e na Klagenfurt State Gallery, na cidade austríaca.

Foto: AFP/Getty Images
Foto: AFP/Getty Images

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Vacas se aproximam para ouvir saxofonista tocar ao ar livre

Foto: Richard Herrmann
Foto: Richard Herrmann

Richard Herrmann, vive em Oregon, no Estados Unidos esta aprendendo a tocar saxofone há sete meses e está melhorando a cada dia. Ele nem sempre tem a chance de tocar para um público, e recentemente, quando ele e sua esposa estavam viajando juntos, eles tiveram uma ideia perfeita.

“Minha esposa e eu viajamos juntos para o campo ocasionalmente”, Herrmann disse ao The Dodo. “As vacas sempre parecem curiosas. Eu perguntei a minha esposa: “Eu me pergunto se elas gostariam ou se aproximariam se eu tocasse o saxofone?”, ela disse então: “Vamos tentar.”

Há vídeos por toda a internet de pessoas tocando música para animais, e Herrmann decidiu que era sua vez de tentar. Ele e sua esposa foram para o campo e saíram do carro, e Herrmann rapidamente se posicionou para iniciar a sessão de música.

Foto: Richard Herrmann
Foto: Richard Herrmann

“Na verdade, esta é a minha primeira apresentação para uma audiência ao vivo”, disse Herrmann para a câmera quando sua esposa começou a gravar. “Vamos ver como vou me sair!”

Herrmann decidiu começar com “Isn’t She Lovely”, de Stevie Wonder – e no momento em que ele começou a tocar, todas as vacas no campo pararam o que estavam fazendo.

“Eles estavam andando em uma direção e quando eu comecei a tocar, você podia vê-las parar por alguns segundos, prestar atenção e, em seguida, começar a caminhar até a cerca para o ponto onde eu estava”, disse Herrmann.

Foto: Richard Herrmann
Foto: Richard Herrmann

Não demorou muito para que todas as vacas no campo estivessem próximas e enfileiradas na cerca como se estivessem em um show de rock. Empurrando uma à outra para tentar chegar o mais perto possível da música.

Após sua primeira música, Herrmann passou a tocar “Whisper Careless”, de George Michael, e “Tequila”, do The Champs. As vacas ficam completamente paradas durante todo o tempo em que ele estava tocando e coisa toda foi muito melhor do que ele poderia ter imaginado.

Depois de ver os vídeos, a filha de Herrmann decidiu compartilhá-los online – e, é claro, todos rapidamente se apaixonaram pelo adorável pai que conquistou um grupo de vacas com um saxofone.

Isso apenas mostra que a música realmente pode reunir todos os tipos de pessoas e criaturas. Se você está passando por um campo de vacas e tem algum talento, por que não tentar fazer um show? Você nunca sabe o que pode acontecer!

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Imagens incríveis

Leveza

O fotógrafo da vida selvagem Dean Mason, coordenador do Windows on Wildlife, registrou incríveis imagens de doces ratinhos realizando acrobacias em meio a flores do campo. As belas e sublimes imagens foram divulgados pela Caters News Agency. A fotos foram tiradas no condado de Dorset, no Reino Unido.

 

 

 

 

 

 

 

 

​Read More
Notícias

Mula que passou anos amarrada em um campo é resgatada por ONG

Foto: Easy Horse Care Rescue Center

Ninguém sabe exatamente quanto tempo uma mula passou amarrada com uma corda em um campo na Espanha, mas os socorristas acreditam que podem ter sido anos. A forma como o animal permaneceu amarrado é chamada de “coxear”, onde as patas são amarradas com uma corda, e este é um dos casos mais extremos que os socorristas já viram.´

“Este caso na verdade vai muito além de um coxear normal”, disse Sue Weeding, co-fundadora da Easy Horse Care Rescue Center (EHCRC) , no sudeste da Espanha, em entrevista ao The Dodo. “Enquanto muitos fazendeiros espanhóis amarram seus cavalos em campos com corda, eles normalmente não os prendem e certamente não assim … É horrível e bárbaro e eu suspeito que não é legal”.

Por este motivo a polícia permitiu que os voluntários da EHCRC realizassem o resgate da pobre mula, tratada por anos com negligência e indiferença.

“Infelizmente, há um grupo de pessoas de baixo nível socioeconômico vivendo aqui que simplesmente não sabem ou não se preocupam com cuidados os adequados a um equino”, explicou Weeding.

Foto: Easy Horse Care Rescue Center

Ela e sua equipe trouxeram a mula para o centro de resgate da ONG, onde, uma vez que a polícia oficialmente autorizou seu salvamento, ela terá uma casa para o resto de sua vida, a menos que ela seja adotada e vá viver em um lar amoroso. Eles ainda estão decidindo qual nome dar a ela.

“Ela é absolutamente linda, mas tem um monte de cicatrizes nas pernas da frente, onde ela foi amarrada, eu imagino, por toda sua vida”, disse Weeding.

Mas os socorristas perceberam que, para uma mula tão fraca, proveniente de circunstâncias tão miseráveis, ela era bem gordinha. Eles não sabiam, mas ela tinha um segredo.

A equipe chamou o veterinário da ONG, que veio visitar a nova residente do local. Depois de um exame, o veterinário confirmou que a amável mula está esperando um bebê.

“É por isso que estamos tão felizes por ter resgatado esta mula … Ela está bastante desnutrida, então é uma sorte que nós a regatamos a tempo”, disse Weeding. “Ela é a mais gentil, mais suave e mais mula e nós a amamos muito já.”

Os socorristas estão tomando levando a nova moradora do abrigo para muitas caminhadas, para que ela conheça seu novo lar.

Foto: Easy Horse Care Rescue Center

Depois de tudo que ela passou, ela parece amar ser capaz de simplesmente andar por aí – mas ela nunca fica muito tempo longe de seus salvadores. Parece que ela não estava somente triste, amarrada naquele campo – ela também estava terrivelmente solitária. Cada vez que Weeding tenta tirar uma foto dela mais de longe, a mula vem correndo de volta para seu lado.

O EHRCR opera exclusivamente com doações para cuidar da mula – e de outros 99 cavalos e burros que foram resgatados de circunstâncias similares.

Para ajudar esta mula e os outros 99 cavalos e mulas do EHCRC, você pode ser padrinho de um deles aqui.

​Read More
Notícias

Jacaré escala cerca em clube de campo nos Estados Unidos

13
Divulgação

O norte-americano Eric Gilbert registrou o momento em que um jacaré escala a cerca do clube de campo Hideaway County Club, que fica em Fort Myers, na Flórida (EUA).

No vídeo, publicado no YouTube na última quarta-feira (29), o réptil de aproximadamente 2,5 metros aparece demonstrando sua habilidade de atravessar a barreira de arame. Saindo do clube, ele desaparece em meio à vegetação.

À emissora UPI, Gilbert contou que o registro desvendou como o animal, apelidado de Tom pelos frequentadores do local, entra e sai quando quer. “Eu não sabia que eles podiam saltar uma cerca tão facilmente”, disse ele, surpreso com a descoberta.

Com o esclarecimento sobre o método de entrada do jacaré, o clube informou que irá tenta tornar a cerca “à prova de jacarés”. Assista:

Fonte: Rede TV!

​Read More
Notícias

Onça é resgatada em campo de futebol em Borda da Mata (MG)

15
Divulgação

Uma onça suçuarana apareceu na manhã desta quinta-feira (30) em um campo de futebol do bairro São Benedito, em Borda da Mata (MG). Imagens mostram o animal correndo pelo terreno. A onça, também chamada de onça parda, foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros no final da manhã. Toda a operação durou mais de cinco horas.

“Cheguei para trabalhar e ela já estava lá. Quando ela me viu, assustou”, conta o pedreiro Agemir Caetano da Silva, primeiro a chegar ao local, ainda por volta de 7h, quando o animal ainda estava em cima da árvore no subiu em uma árvore no bairro Nossa Senhora Aparecida.

As equipes da Polícia Militar do Meio Ambiente e do Corpo de Bombeiiros chegaram por volta das 10h, mas a onça se assustou, pulou da árvore, atravessou um pasto e se escondeu em uma moite perto de um muro. Neste momento, o veterinário Etércio Rodrigues disparou um sedativo e atingiu o felino. “O animal vem e o ser humano começa a agitar, então o animal vai ficando muito tenso, muito nervoso”, explicou.

O sedativo não surtiu efeito, e a onça correu para o outro lado do pasto e entrou em uma casa. Lá, o remédio começou a agir e ela, por fim, entrou em gaiolas preparadas pelas equipes que estavam no local. A jaula com a suçuarana foi colocada na caminhonete do Ibama. A onça foi solta em uma mata fechada nas serras de Borda da Mata.

Divulgação
Divulgação

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Jacaré enorme passeia tranquilamente por campo de golfe na Flórida

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/TheGuardian
Reprodução/TheGuardian

Um jacaré excepcionalmente grande foi filmado enquanto passeava, de forma descontraída, por um campo de golfe na Flórida, enquanto os jogadores o observavam assustados.

Charles Helms participava de uma partida de golfe com um amigo no Buffalo Creek Golf Course, em Palmetto, quando notou que o réptil vinha em sua direção, diz o The Guardian.

Imediatamente, ele pegou o telefone celular e começou a filmar o animal e pensou que sua presença ali fazia parte de uma brincadeira.

“Eu fiquei atordoado e em silêncio. Ele estava deitado, descansando, quando se levantou e começou a se mover em direção ao lago”, disse à ABC Action News.

Helms estimou que o jacaré possuía quatro metros e meio de comprimento e essa não foi a primeira vez que o jacaré apareceu no local. Ele tem sido observado por ali há anos.

“Ele não incomoda ninguém e ninguém o perturba”, informou o funcionário Wendy Schofield a 3 News.

​Read More
Notícias

Matilha de rottweilers salvam idosa caída em campo por mais de 15 horas, na Inglaterra

34
Divulgação

Em janeiro deste ano, uma senhora de 80 anos caiu enquanto caminhava por uma grande área de lazer de uma escola, na cidade de Gloucestershire, Inglaterra. Incapacitada pela queda, a idosa ficou presa num arbusto por mais de 15 horas, e estava prestes a enfrentar uma noite inteira no frio, até ser resgatada por um “grupo” muito especial.

Dave Malt e seu sobrinho Jack passeavam pela área, e levavam uma trupe e tanto: Tillie, Billy, Gerrard e May, seus quatro rottweilers. Em determinado momento, deixaram que os cães corressem livres pelo campo. Os quatro cães correram diretamente para a mesma direção. Percebendo que eles haviam achado algo, os seguiu. Foi quando os alcançou, encontrou a senhora caída, e um de seus cães a lambendo sem parar.

A idosa, muito debilitada, contou para Dave e Jack que havia decido no ponto de ônibus errado, até que perdeu o equilíbrio e caiu. Se Dave não tivesse soltado os cachorros, a história poderia ter sido bem diferente. Lana Martenovic, mãe de Jack, comentou em entrevista ao jornal U.K.’s Daily Mirror que rottweilers tem uma reputação de serem cães agressivos, mas os considera muito protetores e que é importante noticiar histórias que mostrem isso. Ela também tem um cão da raça.

A idosa foi internada no Gloucestershire Royal Hospital no dia 3 de janeiro, para se recuperar da longa exposição ao frio.
É importante conhecer a personalidade de um cão, principalmente os cães de raça, com características mais bem definidas. Sabendo lidar com o animal, com o treinamento correto e criando-o com respeito e carinho, qualquer cão pode se tornar um companheiro fiel. Chega de preconceito!

Fonte: Mapaa

​Read More
Notícias

Aves invadem campo em jogo do Coritiba e Botafogo

Um fato inusitado chamou a atenção na partida entre Coritiba e Botafogo, na última quarta-feira, no Couto Pereira. O jogo começou atrasado por conta de quero-queros que habitavam a área do clube carioca.

O árbitro Anderson Daronco não apitou o início da partida enquanto os filhotes não fossem retirados do gramado. Funcionários do Coxa tiveram a coragem para realizar o ato.

“Tinha que ter calma, mas foi tudo tranquilo e consegui contribuir para o jogo começar rapidamente”, disse Marcelo Araújo, um dos funcionários do clube que ajudou a retirar as aves, em entrevista ao site oficial do Coxa.

Com os animais seguros fora do gramado, a arbitragem autorizou o inicio da partida, que terminou com vitória do Coritiba por 2 a 0 e festa da torcida alviverde no Alto da Glória.

Funcionário do Coritiba teve trabalho para retirar os filhotes do gramado
Funcionário do Coritiba teve trabalho para retirar os filhotes do gramado

Fonte: Paraná Online

 

​Read More
Notícias

Partida é cancelada para nascimento de filhotes de quero-quero

Ninho de quero-quero com ovos cancelou final do futebol em São Roque (Fotos: Pupo Fernandes)
Ninho de quero-quero com ovos cancelou final do
futebol em São Roque (Fotos: Pupo Fernandes)

Duas partidas de futebol, válidas pelas finais da 2ª e 3ª divisões do Campeonato Municipal de São Roque (a 70 quilômetros de São Paulo), foram canceladas no último domingo por um motivo inusitado: um ninho de quero-quero abrigava três ovos prestes a “dar à luz” novos passarinhos da espécie.

Por fazer seus ninhos no solo, em terreno de vegetação rasteira, o quero-quero é uma espécie bem conhecida nos gramados do Brasil. Muitas vezes, os pássaros viram notícia por seu comportamento agressivo contra pessoas que se aproximam de seus ninhos.

O gramado do estádio municipal Quintino de Lima, em São Roque, é utilizado pelos moradores da região para caminhadas. Segundo o diretor de Esportes da cidade, Pupo Fernandes, um desses usuários do local viu o ninho com os ovos e pediu o cancelamento das partidas.

” Recebemos por e-mail o pedido de cancelamento dos jogos em virtude do ninho de quero-quero. O pessoal utiliza o campo para fazer caminhada, então, todo mundo acaba sabendo das condições do gramado. Sendo assim, atendemos ao pedido deles e o jogo passou para outro local”,  disse Pupo Fernandes.

População pede que estádio não seja utilizado enquanto quero-queros estiverem por lá (Pupo Fernandes)
População pede que estádio não seja utilizado enquanto quero-queros estiverem por lá
(Pupo Fernandes)

Dois dias depois do cancelamento da partida, três filhotes do pássaro nasceram e o ninho segue intacto no gramado do estádio Quintino de Lima. A dona de casa Samara Dorador, autora do pedido de cancelamento dos jogos, afirmou que a intenção dos usuários do estádio é continuar protegendo a agora família de quero-queros.

“Enquanto os pássaros estiverem no campo, nós, que utilizamos o local para caminhadas, vamos continuar lutando para que não aconteçam partidas por lá”, disse Samara.

Fonte: Globo Esporte

​Read More