Notícias

Campanha virtual tenta arrecadar doações para abrigo em Salvador (BA)

Abrigo cuida de animais em situações críticas de saúde
Entidade abriga 112 cães e 19 gatos no Jardim das Magaridas

O abrigo, que existe desde 2007, conta hoje com 112 cães e 19 gatos sob os cuidados de Gilce Santana, a fundadora do Aumigos. Todos os animais passam por uma avaliação veterinária quando chegam ao abrigo, a fim de verificar o estado de saúde.

Na maioria dos exames de hemograma é identificada a hemoparasitose (doença do carrapato) nos animais assim que chegam ao local. É transmitida pelo Rhipicephalus sanquineus, que se aloja no corpo do cachorro e se alimenta de sangue.

Em seguida, são vermifugados, castrados e vacinados, antes da liberação para a adoção. O processo de adoção é feito por meio das redes sociais (Instagram e Facebook) ou em feiras.

Segundo Gilce, a manutenção do abrigo depende de doações e, na maioria das vezes, é custeada por ela. Além disso, o abrigo conta com voluntários para higienização dos canis e veterinários para a realização de exames e cirurgias.

“Realizamos campanhas para sensibilizar as pessoas com o trabalho, sobretudo para doações de rações, agasalhos, toalhas, fraldas descartáveis, medicamentos e produtos de limpeza” , conta Gilce. No abrigo, são consumidos cerca de 800 kg de ração por mês.

“No início, o resgate era de cães doentes, idosos ou com filhotes. Entretanto, com o alto número de animais no decorrer dos anos, não tenho como continuar o resgate nas ruas. Atualmente, recebo quando as pessoas me procuram e falam a situação de risco ou de sofrimento. Depois tratamos e colocamos para adoção”, diz Gilce.

Ela pontua que as pessoas devem mudar o conceito e aprender a valorizar os animais abandonados. “Aqui, cada animal que é adotado, acolhemos outro no lugar”, diz.

Para ela, a falta de políticas públicas para os animais abandonados motivou a criação do abrigo. “No início, eu comecei a cuidar deles no meu apartamento. Com o tempo, percebi que precisava de um local maior, onde fosse possível abrigar mais deles”, diz a cuidadora.

Fonte: A Tarde

​Read More
Destaques, Notícias

"Eu sou Cecil": campanha virtual conscientiza sobre sofrimento de animais mortos para consumo humano

(da Redação)

Foto: Their Turn
Foto: Their Turn

Ao longo dos últimos dias, o cruel assassinato do leão Cecil atraiu a atenção de milhões de pessoas nas redes sociais. Cecil foi um conhecido e adorado leão residente numa reserva nacional do Zimbábue. No entanto, a maior parte das pessoas que se revoltaram com sua morte normalmente não se preocupam nem um pouco com outras questões importantes de direitos animais, segundo informações do site Their Turn.

É importante aproveitar esse momento de revolta e indignação para conscientizar as pessoas sobre o sofrimento de outros animais, que são igualmente merecedores de uma vida digna livre de sofrimento. Como fazer para relacionar o sofrimento de Cecil, que agonizou durante 40 horas, à dor dos bilhões de animais que vivem em fazendas de criação, cujas vidas se resumem a um sofrimento interminável?

Usemos esse raro momento em que o mundo está prestando atenção aos direitos animais para garantir que a morte de Cecil não seja em vão. É preciso esclarecer as pessoas de que não há diferença entre os animais que amamos (como leões, baleias e cachorros) e aqueles que consumimos.

Alguns usuários do Facebook têm feito exatamente isso, ao compartilhar as seguintes imagens na rede social, para conscientizar as pessoas de que os animais explorados em fazendas merecem viver em paz tanto quanto o pobre leão Cecil.

Foto: Their Turn
Foto: Their Turn

 

Foto: Their Turn
Foto: Their Turn
Foto: Their Turn
Foto: Their Turn
​Read More
Notícias

Gary Francione lança no Brasil campanha virtual para debater o veganismo no mundo

No dia 4 de dezembro será lançada oficialmente no Brasil a campanha virtual “O mundo é vegano! Se você quiser” . Para marcar o início dessa ação, será realizada uma videoconferência com o idealizador da campanha, o professor norte-americano Gary L. Francione.

Francione lembra que em 1969, no ápice da guerra do Vietnã, John Lennon e Yoko Ono mandaram colocar um outdoor na Times Square onde dizia:“A guerra acabou! Se você quiser. Feliz Natal. De John e Yoko”. Nesse mesmo espírito o professor Francione propôs espalhar essa mensagem sobre o veganismo ao redor do mundo. “O veganismo é a nossa escolha. Nós temos a capacidade de dizer não à violência. Temos a capacidade de rejeitar a condição dos animais como propriedade. Temos a capacidade de afirmar a condição dos animais como pessoas. Temos a capacidade de dizer não ao especismo. Temos a capacidade de resolver o problema da exploração animal do único modo capaz de resolvê-lo: abolindo a demanda por produtos de origem animal,” ele ressalva.

Gary L. Francione é Distinguished Professor de Direito e o Nicholas de B. Katzenbach Scholar de Direito e Filosofia na Rutgers University School of Law-Newark, Estados Unidos, tem lecionado o tema direitos animais e o Direito por mais de 20 anos, e foi o primeiro acadêmico a ensinar a teoria dos direitos animais em uma faculdade de Direito americana. Deu palestras sobre esse tópico nos Estados Unidos, Canadá e Europa, inclusive como professor convidado na Universidad Complutense de Madrid. Tem dado várias entrevistas em programas de rádio e televisão.

Durante a videoconferência Gary Francione falará sobre a teoria dos direitos animais abolicionista, sobre o fracasso das leis do bem-estar animal e sobre a sua rejeição a todo tipo de violência. “Na minha opinião, a posição dos direitos animais é a rejeição final à violência. É a afirmação última da paz. Eu vejo o movimento pelos direitos animais como a progressão lógica do movimento pela paz, que procura cessar os conflitos entre os humanos. O movimento pelos direitos animais procura, idealmente, dar um passo adiante e cessar os conflitos entre os humanos e os não-humanos,” diz Francione.

A intenção de Francione é propor um debate sobre o veganismo ao redor do mundo, esclarecendo dúvidas sobre o tema e defendendo que é possível viver muito bem sem usar e consumir nenhum produto (roupas, alimentos, etc.) de origem animal.

O evento, organizado pelo GEFRAN (Grupo de Estudos da Teoria Abolicionista de Gary Francione) com o apoio do Restaurante Vegethus e do site Veganos pela Abolição.org, será transmitido ao vivo (com tradução consecutiva), às 17h30, em um telão especialmente montado para o público presente na unidade do Restaurante Vegethus da Consolação em São Paulo, à Rua Haddock Lobo nº 187. As vagas são limitadas.

Participantes de outros estados do Brasil: Interessados que não puderem ir ao local do evento, como grupos de estudos de universidades e pessoas de outros estados do Brasil e do exterior, poderão assistir a transmissão ao vivo pela TV Direitos Animais (livestream.com/direitosanimais).

Resumo do Evento:
Evento aberto ao público em geral  e gratuito.

Videoconferência internacional com o prof. Gary Francione e
lançamento oficial da participação do Brasil na Campanha Mundial ¨O mundo é vegano! Se você quiser.¨

Data: 04 de dezembro de 2010
Horário: 17:30 hs às 19:30 hs
Local: Restaurante vegano Vegethus Consolação, São Paulo, S.P., Brasil  (mapa:http://www.vegethus.com.br/endereccedilos.html )  Rua Haddock Lobo, 187 ; 200 metros do Metrô Consolação; Cerqueira César – São Paulo – SP – Fone:11 2306-2116

Palestra: Teoria Abolicionista dos Direitos Animais
Tradução: o evento contará com tradução consecutiva

Inscrição: A inscrição é gratuita e para efetuar a sua inscrição você só precisa preencher o formulário (clique aqui). Você deverá preencher o campo ¨Pergunta para Francione¨ com uma pergunta sobre Direitos Animais.

Sorteio: Quando você enviar o email para nós com todos os campos do formulário preenchidos corretamente, você automaticamente estará inscrito e concorrendo ao sorteio de um livro de Direitos Animais de Gary Francione.

Inscrição:
A inscrição é gratuita e para efetuá-la você só precisa preencher esse formulário. Você deverá preencher o campo ¨Pergunta para Francione¨ com uma pergunta sobre Direitos Animais.

Sorteio e interatividade:
O público que estiver no local da videoconferência ou remotamente pela Internet também poderá fazer perguntas ao professor Gary Francione. Para fazer perguntas a serem respondidas pelo prof. Francione no momento da videoconferência é necessário preencher previamente o campo de perguntas do formulário de inscrição no site Veganos pela abolição.org. O mediador do evento selecionará algumas das perguntas e as encaminhará ao palestrante. O cadastramento pelo site dá direito ainda a concorrer a dois livros sobre direitos animais que serão sorteados durante o evento: “Introduction to Animal Rights: your child or the dog?”, de autoria do professor Gary Francione, e “Humana Festa”, romance da escritora vegana Regina Rheda.

​Read More