Jornalismo cultural, Notícias

Ativistas levam palestra sobre veganismo para escola de PE

Movimentos 269life Nordeste e Vozes em Luto Nordeste ministraram palestra sobre veganismo e direitos animais na Erem Oscar Carneiro, em Camaragibe


Esta semana, os movimentos 269life Nordeste e Vozes em Luto Nordeste ministraram palestra sobre veganismo e direitos animais na Escola de Referência em Ensino Médio Oscar Carneiro, em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (PE).

Os ativistas discorreram sobre o tema, tiraram dúvidas dos estudantes e distribuíram lanches veganos (Fotos: 269life Nordeste/Vozes em Luto Nordeste)

Os dois grupos foram representados pelos palestrantes e ativistas Allan Victor, Athos Vinícius, Fernanda Alcântara e Laura Lopes. Para um público de 80 estudantes, eles discorreram sobre o tema, tiraram dúvidas dos estudantes, distribuíram lanches veganos e utilizaram como background o documentário australiano “Dominion”, de Chris Delforce.

O filme que tem aproximadamente duas horas de duração explora seis facetas primárias da relação humana com os animais – animais de companhia, vida selvagem, pesquisa científica, entretenimento, vestuário e alimentos. A obra se propõe a questionar a moralidade e a validade do nosso domínio sobre o reino animal.

“O documentário foi exibido como pano de fundo para que pudéssemos expor a realidade que a indústria do holocausto animal esconde. Ficamos muito gratos pela oportunidade, porque buscamos a intersecção das lutas sociais e humanas com a luta vegana abolicionista, e mais uma vez propagando que o veganismo é possível e acessível para todos”, informam.

Ao final, eles avaliaram a recepção dos estudantes como muito positiva e agradeceram à direção da escola e sua equipe pedagógica pelo apoio, cortesia e preocupação em preparar uma mesa com sucos e frutas para os ativistas. “Também agradecemos ao ativista Athos que fez toda a mediação com a escola para que o evento ocorresse”, destacam.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Moradores denunciam maus-tratos a animais em Camaragibe (PE)

Moradores de Aldeia, no município de Camaragibe, em Pernambuco, denunciaram um caso de maus-tratos a animais. Segundo eles, cerca de 100 cães estão confinados no quintal de uma residência, sendo que parte deles permanece permanentemente presa. Os denunciantes afirmam que os animais não recebem alimentação adequada e que já houve caso de canibalismo devido à fome. O proprietário do local, o engenheiro e servidor público Roberto Nunes, desmente a denúncia que, segundo ele, foi feita por “um senhor incomodado com o latido dos cães, que resolveu fazer pressão para que o abrigo saia daquela propriedade”.

(Foto: Reprodução/TV Clube)

Carlos Carneiro, vizinho do local onde os cães vivem, afirmou que a “casa não é canil” e que “os animais foram recolhidos por uma pessoa que diz gostar deles” mas que “raramente aparece aqui”. Brigas entre os cachorros são comuns, segundo Carneiro. “Há alguns dias, alguns deles devoraram um dos cachorros”, contou. O episódio foi registrado em um vídeo feito por vizinhos. O tutor dos cachorros não nega que o fato tenha acontecido, mas afirma que a motivação não foi fome e que um cão que não é sociável escapou, gerando a briga e, depois, o canibalismo. Um caseiro que presta serviços na propriedade onde os animais vivem, no entanto, diz ter se tornado comum que os cães se devorem após brigas. As informações são do portal OP9.

Neste ano, foram identificados 17 casos de acumuladores de animais em Camaragibe, segundo a Secretaria de Meio Ambiente. Maus-tratos a animais é crime com penalidade de três meses a um ano de detenção, além de multa. Denúncias, em Camaragibe, podem ser feitas através do telefone 81 3458.0723.

O engenheiro que mantém o local divulgou uma nota por meio da qual dá explicações sobre o caso. Confira abaixo na íntegra:

“Venho atuando na proteção animal desde 2005, resgatando animais de rua, tratando suas enfermidades, castrando-os s e conseguindo adoção. Mantenho um ABRIGO PARTICULAR com mais de 50 cães, com recursos próprios. Vale salientar que não recebo ajuda de espécie alguma, nem de pessoas nem de órgãos governamentais. Atualmente tenho uma despesa de R$3.500 de ração, aluguel de imóvel (R$2.400), salário de funcionário (R$1.400), energia elétrica (R$700), sem falar em medicamentos, curativos, procedimentos cirúrgicos e gastos extras. Todos os animais são muito bem alimentados, ficando fortes e saudáveis. Aqueles que ainda estão em tratamento pode se apresentar magro, porém, não pela falta de comida nem atenção, mas sim porque está em fase de recuperação de saúde. Os animais do abrigo são retirados das ruas com as mais diversas enfermidades. Alguns chegam magros desnutridos, outros com problemas de pele (sarna, fungos), alguns são submetidos a cirurgias e algumas cadelas resgatadas buchudas. Vale salientar que ABRIGO não é CANIL. Abrigo é um local onde animais ficam provisoriamente até conseguir adoção, enquanto que canil é uma EMPRESA que se propõe a procriação e venda de animais. Todos os animais do meu ABRIGO estão disponíveis para adoção, sem quaisquer custos para o adorante.

Sobre a denúncia de um dos meus vizinhos, trata-se de um senhor incomodado com o latido dos cães, que resolveu fazer pressão para que o abrigo saia daquela propriedade. A maneira que o vizinho encontrou pra essa mudança foi através de calúnias através dos mais diversos tipos de mídia, visto que o mesmo é radialista e usa sua influência para que a calúnia se propague. No início do mês de setembro, houve um acidente no meu abrigo. Um cão bravo, que se encontrava preso, soltou-se e atacou e matou outro cão. Devido ao instinto de matilha, outros cães participaram do ataque, que ocorreu no momento em que o caseiro se ausentou para levar o lixo ao local de coleta. Ouvindo o barulho dos animais, o vizinho filmou sobre o muro, a cena em que o corpo do cão (já morto) é atacado pelos demais. Maldosamente, o vizinho veiculou nas redes sociais que um cão fora devorado pelos demais devido à fome. E ainda AUMENTOU, afirmando que é a terceira vez que um cão é devorado nessa propriedade. É mentira que há maus tratos, mentira que as animais passam fome, mentira que houve mais de um episódio de ataque de cão. Desentendimento entre vizinhos deveriam ser resolvidos de maneira civilizada, e não denegrindo a imagem de um cidadão de bem, que ama os animais e faz o papel do governo, retirando cães abandonados nas ruas.”

​Read More
Você é o Repórter

Cachorro é encontrado em estado lastimável no Timbí, bairro de Camaragibe (PE)

Benone Silva
depae@hotmail.com

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Recebemos uma denúncia que um homem estava maltratando um cachorro. Chegando ao local, nos deparamos com uma cena de horror: o animal estava sem água, sem comida, em estado crítico.

Foi resgatado para nossa sede. Ficou aos cuidados da nossa veterinária. Infelizmente não encontramos o tutor, mas vamos monitorar ele, para que responda criminalmente.

Presidente da DEPAE
E-mail: depae@hotmail.com

 

​Read More
Notícias

Polícia apreende cerca de 10 pássaros em Aldeia, PE

Uma apreensão realizada na manhã deste sábado, 30, encontrou cerca de 10 pássaros, de várias espécies, em Aldeia, Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR).
Os animais, que estavam presos em gaiolas, eram usados para atrair outros pássaros. A apreensão aconteceu perto da Faculdade de Odontologia de Pernambuco (FOP), e cerca de 10 pessoas foram levadas para a delegacia de São Lourenço, onde os fatos serão averiguados. Os pássaros serão encaminhados ao Ibama.
​Read More