Notícias

Gato prende a cabeça em lata e caso reforça necessidade do descarte correto de lixo

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um gato prendeu a cabeça em uma lata vazia de milho e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros. O acidente aconteceu em Goianésia (GO).

Os militares foram acionados na última segunda-feira (11) para salvar o animal, que não conseguia retirar por conta própria a cabeça de dentro da lata.

O acidente, segundo informações divulgadas pelo G1, aconteceu no quintal da casa da família que tutela o gato, no bairro Bouganville.

Para salvar a vida do animal, os bombeiros precisaram usar um alicate. Com o objeto, expandiram a boca da lata, permitindo que a cabeça do gato fosse retirada.

Apesar do acidente, o gato não sofreu nenhum ferimento e foi devolvido aos tutores em segurança.

Descarta adequado de lixo

Para evitar que animais fiquem presos em embalagens de produtos é importante descartá-las de maneira correta. A destinação do lixo, que deve ser sempre colocado na lixeira para ser retirado pelo caminhão de coleta, após separação dos recicláveis, é primordial.

Além disso, é importante amassar latas e qualquer outro tipo de embalagem que possa resultar em acidentes com animais. Até mesmo embalagens aparentemente mais inofensivas causam riscos. Recentemente, um ouriço ficou preso em um copo de milk-shake vazio na Alemanha.

Lavar, sempre que possível, os itens antes de descartá-los de maneira correta também é uma forma de proteger os animais, já que eles costumam ser atraídos pelo cheiro dos resquícios de produtos deixados nas embalagens.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Ouriço prende a cabeça em copo de milk-shake e é resgatado na Alemanha

Foto: Polícia de Bremerhaven/Twitter/Reprodução

Um ouriço teve sua vida salva por policiais alemães nesta terça-feira (5) após prender a cabeça em um copo de milk-shake.

O resgate foi realizado por policiais de Bremerhaven, uma cidade na Alemanha. Após se prender no copo de milk-shake industrializado sabor banana, o animal não conseguiu se libertar e precisou de ajuda.

Além de estar com a cabeça presa, o animal silvestre corria o risco de ser atropelado. “Ele não conseguia tirar a cabeça do copo e estava no meio da rua exposto ao trânsito”, afirmou a polícia através de um comunicado.

Após resgatar o ouriço, os policiais o soltaram em uma área de verde. Nesta época do ano, em que a primavera chegou à Europa, os ouriços acordam de um período de hibernação e buscam por comida, segundo a corporação.

“Latas, copos e embalagens jogados fora podem se tornar uma armadilha mortal para eles. Portanto, o pedido pelos animais: sempre jogue lixo na lixeira!”, pediu a polícia, que lembrou ainda que animais silvestres encontrados nas ruas não devem ser alimentados e que leite é prejudicial à saúde dos ouriços.

A nota da corporação reforçou ainda que ouriços não devem ser mantidos em cativeiro. “Ouriços são animais selvagens e uma espécie particularmente protegida de acordo com a Lei Federal de Conservação da Natureza. Eles não devem ser pegos ou mantidos em casa”, afirmou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Gato é resgatado após ficar com a cabeça presa em lata de metal em MG

O animal foi resgatado após uma mulher ouvir os gritos de dor do animal e acionar o Corpo de Bombeiros


Um gato foi resgatado após ficar com a cabeça presa em uma lata de metal em Ituiutaba, em Minas Gerais. O acidente aconteceu na quarta-feira (12) em uma casa na Avenida Marechal Deodoro, no bairro Maria Vilela.

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

A moradora da residência acionou os bombeiros após ouvir os gritos de dor do animal, que estava acuado e sem reação. Ela tentou, por conta própria, retirar a lata da cabeça do gato, mas não conseguiu e, então, decidiu chamar o Corpo de Bombeiros.

Após chegarem ao local, os militares usaram técnicas e equipamentos de salvamento para retirar a cabeça do animal da lata sem machucá-lo.

Em situações como esta, envolvendo animais domésticos ou silvestres, o Corpo de Bombeiros orienta a população a sempre acionar a corporação através do telefone 193. É recomendado também que as pessoas sempre amassem latas antes de descartá-las para evitar acidentes com animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Gambá é resgatado após prender a cabeça em pote de plástico

Os militares do Corpo de Bombeiros usaram pequenos alicates para cortar o plástico e libertar o animal


Um gambá foi resgatado após ficar com a cabeça presa em um pote de plástico na madrugada de quarta-feira (22) em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Arquivo pessoal / Mauro Sérgio

O animal foi encontrado pelo radialista e empresário Mauro Sérgio na rua Corrêa Lima, esquina com a Hipólito da Costa, no bairro Santa Tereza. As informações são do portal GaúchaZH.

Sérgio retornava para casa após prestar serviço para uma cliente, por meio de sua empresa de transporte de animais, quando encontrou o gambá.

“Saí de madrugada para socorrer um gato que havia sido mordido por um morcego. Quando estava voltando para casa vi, no meio da rua, o que parecia ser um gato com a cabeça presa em um pote. Quando me dei por conta, percebi que era um gambá. Dava para ver que estava com dificuldade de respirar”, conta.

O empresário decidiu, então, ligar para a Brigada Militar, que o orientou a acionar o Corpo de Bombeiros. Os militares cortaram o plástico com pequenos alicates e, após cerca de 30 minutos, conseguiram libertar o gambá.

De acordo com o médico veterinário e professor de Medicina de Animais Silvestres da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ivan Gonçalves, a presença de um gambá-de-orelha-branca (Didelphis albiventris) é comum em Porto Alegre.

“Sem dúvida, é o mamífero silvestre mais comum em nosso meio. É um marsupial extremamente adaptável. Possui hábitos crepusculares e noturnos e é bastante oportunista para se alimentar, comendo quase tudo o que encontra, inclusive os restos da civilização”, explica.

O especialista orienta a população a agir com cautela, sem fazer contato com o animal, caso o encontre em apuros, optando sempre por acionar o Corpo de Bombeiros para realizar o resgate.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Guaxinim prende a cabeça em bueiro e é salvo por bombeiros nos EUA

Um guaxinim ficou com a cabeça presa em um bueiro nos Estados Unidos e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros. O acidente aconteceu na cidade de Newton, no estado de Massachusetts.

Foto: @NewtonFireDept/Twitter

A corporação da cidade que atendeu ao chamado de resgate do animal silvestre informou que a ação contou com a ajuda de funcionários do setor de controle animal de Newton. As informações são do G1.

Para salvar a vida do guaxinim, a equipe de resgate removeu a tampa do bueiro e, com cautela, retirou a cabeça do animal, libertando-o.

Outro caso

Neste mês de julho, outro guaxinim foi resgatado nos Estados Unidos. Encontrado na floresta, ele estava com a pata presa em uma lata de refrigerante irresponsavelmente descartada no local. O animal quase perdeu o membro, que estava bastante inchado no momento do resgate.

O pobre animal foi encontrado na mata lutando para andar e comer com a pata presa na lata afiada.

Equipes de resgate de animais foram chamados para a floresta em Collins, Nova York, EUA, e o guaxinim foi levado às pressas para um veterinário.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
A raposa que prendeu a cabeça no regador foi resgatada sem ferimentos (Foto: SPCA)
Notícias

Raposa é resgatada após ficar com a cabeça presa em regador

Uma raposa foi resgatada na Escócia após um acidente em que ficou com a cabeça presa em um regador. Uma organização de resgate animal escocesa socorreu e salvou o animal após um homem ter observado o animal preso no objeto.

Elizabeth Lindsay, oficial de resgate de animais da SPCA da Escócia, disse que a raposa não a viu chegando e conseguiu tirar o regador rapidamente sem causar nenhum estresse ao animal. Ela disse ao Metro: “Além de estar um pouco abalada, ela ficou ilesa e rapidamente se tornou muito ativa e selvagem assim que ficou livre, o que é um bom sinal”.

A raposa que prendeu a cabeça no regador foi resgatada sem ferimentos (Foto: SPCA)
A raposa que prendeu a cabeça no regador foi resgatada sem ferimentos (Foto: SPCA)

“Esta raposa teve muita sorte de ter sido descoberta, pois teria morrido de outra forma”, reforçou Elizabeth. A organização de ajuda animal resgatou a adorável raposa na Ravencraig Drive, em Glasgow.

“Embora essas chamadas sejam bastante incomuns, as chamadas sobre a vida selvagem sendo presas em redes e outros detritos de jardim são muito comuns e, infelizmente, muitos animais não sobrevivem a esses encontros”, reforçou a socorrista.

A razão desse tipo de acidentes ter aumentado exponencialmente nos últimos tempos deve-se à perda de habitat de espécies de animais selvagens, cujo espaço tem sido tomado por humanos. Tal ocorrência geram muitos acidentes com animais selvagens.

​Read More
Notícias

Cadelinha fica presa em roda de carro e conta com apoio de sua melhor amiga

A cadelinha Jade, de apenas quatro meses, teve que ser levada às pressas para clínica veterinária para conseguir ser retirada da roda. O caso aconteceu na Filadélfia, Estados Unidos.

Cadelinha filhote aparece com cabeça presa em calota
Cadela ficou presa durante perseguição a um filhote de gato (Foto: Divulgação/BluePearlVeterinaryClinic)

Jasmine Williams conta que além de Jade é tutora de outros três cães e a cadelinha á a única que não se mete em confusão. “Eu sei quando algum outro cachorro fez algo errado porque ela pula no meu colo como quem diz ‘eu não tenho nada a ver com o que eles fizeram’. Fiquei surpresa que ela tenha feito algo dessa vez”, contou a guardiã ao site The Dodo.

A tutora conta que estava trabalhando quando recebeu uma ligação do seu namorado Rayshawn pedindo que ela voltasse para casa logo, mas “não entrasse em pânico”. Ao chegar, viu a cena de Jade irritada, presa em uma roda velha, após rolar em objetivos antigos durante sua perseguição ao gatinho no quintal de casa.

Desesperada, Jasmine levou Jade para a SPCA, uma organização que cuida de animais em situação de risco. Contudo, a ONG disse que não poderia ajudar e que a tutora deveria ligar para a polícia, que também não pode fazer nada. Jasmine começou a procurar todas as possíveis soluções para salvar a cadelinha.

“Neste ponto eu já estava ficando louca procurando na internet onde eu a levaria. Então achei o telefone de um veterinário especialista em emergência e liguei para ele”, lembra Jasmine.

A guardiã levou Jade para a clínica veterinária Blue Pearl. Chegando lá, a veterinária de plantão, Jenny Davis, jurou ao casal que salvaria a cadelinha aflita. “Quando eles chegaram dava para ver que Jade já tinha passado tempo demais presa naquela roda. Os olhos dela estavam paralisados, com medo e cansados”, explica.

Equipe médica examina Jade antes de salvá-la
Equipe veterinária foi muito atenciosa no salvamento de Jade (Foto: Divulgação/BluePearlVeterinaryClinic)

A melhor amiga de Jade é Freya, outra cadelinha do casal. Durante o momento de angústia, Freya permaneceu todo o tempo ao lado da companheira. A veterinária conta que Freya parecia estar bastante cansada também. “Acho que ela estava ao lado de Jade para lhe ajudar e dar apoio moral. Elas eram muito fofas juntas”, conta.

As cadelinhas aparecem abraçadas
Jade e Freya são melhores amigas (Foto: Divulgação/BluePearlVeterinaryClinic)

Com o uso de sedativos, a equipe veterinária conseguiu retirar a cabeça de Jade da roda em 20 minutos, dando fim ao desespero de Jade e da família.

Mesmo cansada, Jade agradeceu a todos os veterinários dando beijos neles, em seu tutora e em Freya.

E apesar da situação parecer incomum, Jenny conta que já é a segunda vez que salva um cão preso em uma roda de carro. “Isso acontece mais do que gostaríamos. Cães ficam presos em tudo”, afima.

Equipe posa em foto com Jade após resgate
Após ser resgatada, cadelinha agradeceu com beijos à toda a equipe médica (Foto: Divulgação/BluePearlVeterinaryClinic)

 

 

 

​Read More