Notícias

Gata grávida fica paraplégica após ser alvejada por tiro de arma de pressão

Uma gata grávida ficou paraplégica após ser baleada, na semana passada, em Ipirá, na Bahia. Uma arma de pressão foi usada para ferir o animal. Encontrada se arrastando na rua, a gata foi resgatada pela Associação de Proteção dos Animais de Ipirá.

Foto: Divulgação

Não se sabe quem atirou contra o animal, que aparenta não ter tutor. “Uma amiga estava passando pelo local, fez as imagens e nos pediu ajuda. Nas imagens era possível ver o animal se contorcendo de dor e, devido ao ferimento, não conseguia se levantar, se arrastava e babava muito. De início chegamos a pensar que a gatinha tivesse sido atropelada”, comentou uma representante da entidade ao portal Tribuna da Bahia.

Socorrida, a gata foi levada para uma clínica veterinária em Feira de Santana. No local, ela foi submetida a exames de raio-x e ultrassom que constataram a presença de balas no corpo dela, além da gravidez.

O médico veterinário Erivaldo Nogueira, do Hospital Medical Pet, para onde a gata foi levada, explicou que a bala que deixou o animal paraplégico atravessou a coluna e ficou alojada dentro da lombar.

Foto: Divulgação

Na clínica, a gata recebeu o nome de Nala. Ela está se recuperando, mas ainda corre risco de sofrer uma hemorragia. Novos exames de ultrassonografia serão realizados nos próximos dias para que, depois, a gata possa ser submetida a uma cesárea, já que no estado dela o parto normal não será possível.

A entidade que resgatou Nala pede ajuda para arcar com os gastos do tratamento veterinário. A Associação de Proteção dos Animais de Ipirá aceita doações de fralda tamanho PP, sachês e ração, além de quantias em dinheiro para ajudar a quitar a dívida na clínica veterinária. A ONG sobrevive de doações e atualmente sofre com a falta de recursos para manter os animais resgatados.

Interessados em ajudar devem entrar em contato com os voluntários da entidade através do Instagram.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cavalo encontrado agonizando é sacrificado em Fortaleza (CE)

O cavalo que foi resgatado após ser encontrado agonizando em uma praça no bairro Luciano Cavalcante, em Fortaleza (CE), foi sacrificado no último domingo (30), quatro dias após o resgate. Ele foi diagnosticado com várias fraturas, uma bala alojada no crânio e “osteodistrofia fibrosa (não ingestão de Cálcio e consumo excessivo de fósforo, desequilíbrio nutricional)”.

Foto: Adote Um Amor Pet/ Divulgação

A ONG Adote Um Amor Pet cuidou do animal e o encaminhou para um novo lar após medicá-lo e alimentá-lo. Mariano, como passou a ser chamado, foi levado para a mesma fazenda onde vive a égua Vitória, resgatada em outubro de 2018. As informações são do portal G1.

“Pelo seu estado nutricional e dificuldade em respirar, decidi pelo seu alívio nas dores. Mariano hoje já não sofre mais”, publicou a entidade no Instagram. As fraturas e a existência da bala alojada no crânio foram descobertas através de um raio-x feito no último domingo.

Na rede social, a ONG agradeceu ao trabalho e cuidados de dois veterinários que, de forma voluntária, examinaram o cavalo. “Obrigada a todas as pessoas que passaram as noites acordadas comigo aqui no insta, as pessoas que doaram, as pessoas que mandaram orações. Nossa missão com o Mariano foi encerrada com sucesso, chegamos até ele pra ensinar e mostrar que nós humanos também temos amor pra dar”, concluiu a Adote Um Amor Pet.

Foto: Adote Um Amor Pet/ Divulgação
​Read More
Notícias

Tamanduá atropelado e com bala alojada na cabeça é resgatado em MG

Um tamanduá-bandeira foi resgatado na MG-190, em Uberaba, Minas Gerais. O animal tinha ferimentos na pata e na cabeça.

(Foto: Polícia Militar o Meio Ambiente/Divulgação)

A Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA), responsável pelo resgate do animal silvestre, suspeita que a causa dos machucados presentes no corpo do tamanduá tenha sido um atropelamento.

O animal, que é uma fêmea, foi levado a um hospital veterinário. Ao ser examinado, foi constatado pelo médico veterinário Cláudio Yudi que o tamanduá teve uma pata dianteira e traseira quebradas. As informações são do portal G1.

Além das fraturas, o especialista informou que há uma bala alojada na cabeça do animal, já cicatrizada. O tamanduá ainda será avaliado por outro médico veterinário e também por um cirurgião.

Suspeita-se que a fêmea tenha passado mal na rodovia e, em seguida, tenha sido vítima de um atropelamento.

A Polícia Militar de Meio Ambiente lembra que ferir ou matar animais silvestres é considerado crime ambiental. A pena para os infratores é de três meses a um ano de detenção, além de multa.

​Read More
Notícias

Mulher salva cão de espancamento e vai visitá-lo todos os dias

Um cão da raça pit bull estava sendo agredido brutalmente por um homem nas ruas de Michigan, nos Estados Unidos, até que Brianne Smith viu a cena e, indignada, foi salvar o animal. Agora, a salvadora busca adotar o cão para dar a ele o amor que faltou durante toda sua vida.

Pit bull aparece com nariz ensanguentado na foto
Homem agrediu cachorro brutalmente (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Brianne estava trabalhando quando ouviu barulhos e gritos vindo da rua. Ao sair da do estabelecimento, viu que um homem chutava a cabeça de um cão até sair sangue. Ela, então, exigiu que o homem parasse de agredir o animal. Brianne implorou que o homem deixasse o cão com ela, mas ao ameaçar chamar a polícia, o homem foi embora levando o cachorro consigo.

Horas depois do ocorrido, o cão foi abandonado no mesmo lugar onde ocorreu a agressão. Foi então que chamaram Brianne, que estava decidida a adotar o cãozinho ferido. “Eu peguei um pouco de comida e o trouxe até o portão, e eu o envolvi em alguns cobertores do meu cachorro que eu tinha no meu carro, e eu apenas esperei que o resgate viesse ajudá-lo”, explicou ela.

Brianne dando entrevista sobre o resgate de Diesel
Brianne foi a salvadora do cãozinho (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

O animal foi levado até uma clínica veterinária onde teve que passar por um procedimento cirúrgico, no qual descobriram que havia uma bala alojada no nariz do cão. O caso de maus-tratos sofrido por Diesel, como foi chamado, está sendo investigado. Mas, enquanto isso, ele está recebendo todos os cuidados da Detroit Dog Rescue, ONG de resgate e tratamento de animais.

“Uma bala entrou pelo nariz de Diesel e depois explodiu deixando fragmentos em sua cabeça e pescoço. Esses fragmentos estão causando inchaço extremo e vamos determinar se é seguro tirar esses fragmentos”, explicou a porta-voz da ONG, que está recebendo ajuda de uma instituição de bem-estar animal, Michigan Anti-Cruelty.

A salvadora Brianne continua visitando Diesel e espera que, assim que ela esteja recuperado, ela possa adotá-lo. Ela afirma que seu sonho é levá-lo para casa, onde dará um lar e a família amorosa que Diesel tanto merece.

Diesel aguarda por novo lar deitado em caminha acolchoada em sede da ONG de resgate
O cão teve que ser operado e, agora, está recebendo os cuidados de ONG até poder ser adotado (Foto: Reprodução / Detroit Dog Rescue / Michigan Anti-Cruelty)

Mas, enquanto isso, um homem viu a foto de Diesel nas redes sociais e afirmou ser o verdadeiro tutor do animal. Ele disse que o cão, chamado anteriormente de Blue, foi sequestrado juntamente com o outro cão sob a guarda do homem. Após buscar em vários abrigos, o homem disse que viu a foto de Diesel e o reconheceu como sendo seu cão.

As ONGs que estão cuidando de Diesel informaram que farão uma investigação cautelosa para decidir qual é o melhor lar para o cão.

 

 

 

​Read More
Notícias

Cão sobrevive após levar quatro tiros nos EUA

Labrador se recupera bem depois de ter levado quatro tiros. (Foto: Reprodução/Kansas City Star)
Labrador se recupera bem depois de ter levado quatro tiros. (Foto: Reprodução/Kansas City Star)

Um labrador de dois anos de idade se recupera bem em um abrigo de animais em Kansas City, no estado do Missouri (EUA), depois de ter sido baleado quatro vezes, segundo reportagem do jornal Kansas City Star.

De acordo com a porta-voz do abrigo de animais, Ashlee Parker, o cão foi encontrado há algumas semanas no Condado de Caldwell após ter levado quatro tiros, sendo um na cabeça e outro no pescoço.

O labrador acabou ganhando o nome de Bullet (Bala) por causa da sorte de ainda estar vivo.

A porta-voz Ashlee Parker disse que o cão é extremamente amigável e não sabe quem atirou nele. Quando estiver totalmente recuperado dos ferimentos, Bullet deve ser colocado para adoção.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Pombo usado por presidiários é operado e deve sobreviver

Foi operado nesta tarde no Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) o pombo que transportou na terça-feira uma bateria e um carregador de celular para o Presídio Central, em Porto Alegre, e que caiu na sede do 4º Regimento de Polícia Montada.

Veterinário mostra pombo após a cirurgia Foto:Ronaldo Bernardi
Veterinário mostra pombo após a cirurgia Foto:Ronaldo Bernardi

No primeiro procedimento, o mais delicado, os médicos veterinários retiraram uma bala de chumbinho da asa direita, que estava mais machucada – da qual já havia sido retirado outras bolinhas de chumbo. Em seguida, operaram a asa esquerda. Segundo o diretor do hospital, Marcelo Alievi, o animal caiu após ter as asas atingidas por dois tiros do material.

– O raio X apontou fratura bilateral nas asas – explicou Alievi.

A ave, que pesa 400 gramas, passou pelas cirurgias entre 15h e 16h50min. Segundo o Hospital de Clínicas Veterinárias, deve sobreviver. Ela está sedada e passa bem. O pombo passará 30 dias sob observação no hospital.

Na asa direita, cujos ossos foram mais danificados, foram afixadas uma placa e quatro parafusos de titânio, além de um pino de aço inox. O animal recebeu também uma placa e quatro parafusos de titânio na asa esquerda.

Fonte: Zero Hora

​Read More