Notícias

Ikea oferece cachorro-quente vegetariano por U$ 0,69

Produto custa um dólar australiano, que equivale a U$ 0,69 ou R$ 3,48, e já está disponível em algumas de suas lojas na Austrália (Foto: Divulgação)

A empresa global de origem sueca Ikea anunciou esta semana que está oferecendo um cachorro-quente vegetariano que custa um dólar australiano, que equivale a U$ 0,69 ou R$ 3,48, e já está disponível em algumas de suas lojas na Austrália.

O pão é livre de ingredientes de origem animal e a salsicha é feita de lentilha vermelha, cenoura, couve kala e gengibre, e tem como cobertura opcional mostarda e cebola assada.

A expectativa da empresa, que pretende oferecer o produto em outras localidades, é vender pelo menos 1,3 milhão de cachorros-quentes vegetarianos por ano só na Austrália.

De acordo com a IKEA, “a matemática simples nos diz que os alimentos à base de vegetais demandam menos recursos, menos água e menos solo para alimentar o mesmo número de pessoas, além de reduzir a pegada de carbono”.

E acrescenta: “O cachorro-quente da Ikea é feito de vegetais, por isso não precisa de toda a mecanização que os cachorros-quentes tradicionais à base de carne precisam em sua criação. Menos tempo em uma fábrica significa menos emissões, o que é bom para todos.”

Vale lembrar que a Ikea já havia lançado almôndegas vegetarianas em suas lojas em 2015, e que alcançaram um grande volume de vendas. As salsichas também serão comercializadas na Austrália em embalagens com dez unidades e pelo preço de AU$ 6,99, que equivale a U$ 4,80 dólares ou R$ 24,24.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Mutirão de ultrassom para animais a preço acessível será realizado em SP

O Instituto Patas Amigas vai realizar, em parceria com o médico veterinário Rafael Alberto, um mutirão de ultrassom para animais no dia 21 de julho, em São Paulo.

Foto: Reprodução

Os exames serão realizados na Vila Monumento, na região do Ipiranga, a um custo de R$ 50 – valor abaixo do que é normalmente cobrado. Toda a renda será revertida para a entidade que mantém animais resgatados.

Para que o animal faça o exame, o tutor precisará apresentar uma requisição expedida por um veterinário. Após a realização do ultrassom, um laudo será fornecido para que o cão ou gato dê continuidade em seu tratamento médico.

O objetivo do mutirão é levantar fundos para o Instituto Patas Amigas, que atualmente mantém um cavalo, um pônei, um porco, uma vaca, duas ovelhas, um bode, galos, galinhas, cachorros e gatos. Os valores arrecadados serão destinados a realização de melhorias nos recintos dos animais.

Interessados devem fazer um agendamento prévio por meio do telefone (11) 98518-2955.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Instituições oferecem atendimento veterinário de baixo custo em SP

Na cidade de São Paulo, é possível encontrar atendimento veterinário a baixo custo. Na Universidade Metodista, é feita uma triagem por ordem de chegada e, em seguida, é agendada a consulta ou, em caso de emergência, o animal é prontamente atendido.

(Foto: Divulgação)

A Metodista fica na Rua Dom Jaime de Barros Camara, nº 1.000, Bairro Planalto, em São Bernardo do Campo. O telefone é (11) 4366-5333. O atendimento é de segunda-feira à sexta-feira, das 8hs às 19hs.

No local, também é possível adotar animais abandonados. Pagando uma taxa de R$ 20, o adotante pode conhecer os animais que esperam um lar no local e levar um deles para casa.

Na UNIABC, os tutores encontram todos os tipos de atendimento necessários – para problemas de pele, insuficiência renal, obesidade, diabetes e hipertensão para pequenos e grande animais – por apenas R$ 35 a consulta. O atendimento é de segunda-feira à sexta-feira das 9hs às 16h30. A universidade fica na Rua Engenheiro Cajado de Lemos, nº 311, Bairro Cerâmica, em São Caetano do Sul. O telefone é (11) 4221-8607. Tem uma estação de trem da CPTM no centro de São Caetano.

 

O Hospital Veterinário da USP também oferece consulta por R$ 35. No local, entretanto, não são realizados procedimentos comuns como castração, vacinação e até mesmo orientação. Porém, se o animal for escolhido para tratamento, ele terá consulta agendada para área específica do hospital e em situações emergenciais, como infecções urinárias e trabalho de parto, pode ser atendido no mesmo dia.

Exames laboratoriais de sangue e urina custam entre R$ 20 e R$ 30 reais, raio-x sai por R$ 40 e procedimentos cirúrgicos, os simples por aproximadamente R$ 150, e os mais complexos por até R$ 600 – valores abaixo do mercado.

Animais de grande porte não são submetidos à triagem na USP. Eles chegam no hospital e são transferidos para as clínicas, podendo, inclusive, ficar internados. A triagem para cães e gatos ocorre no local de segunda a sexta, das 8h às 14h. Telefone: (11) 3091-1291

A consulta do Hospital Veterinário da FMU custa apenas R$ 32. Os procedimentos cirúrgicos variam segundo o tamanho do animal, pois é cobrado apenas o valor da anestesia, que varia de acordo com o porte. O raio x, que também tem variação dependendo do tamanho do animal, vai de R$ 15 a R$ 22. O valor do ultrassom é de R$ 35 e dos exames de R$ 7 a R$ 30 (hemograma varia entre R$ 18 e R$ 30; urina: R$ 16). Para conseguir atendimento, basta levar o animal ao hospital. Após triagem, a consulta será agendada.

O hospital funciona das 8h às 16h, de segunda a sexta. Endereço: Ministro Nelson Hungria, 541 – Real Parque. Secretaria do hospital: (11) 3758-1461 ou 3758-1462.

A Arca Brasil tem veterinários solidários que atendem em todo o país. Para encontrá-los, basta acessar o site da instituição. Os profissionais praticam a castração a preços mais acessíveis em troca subsídios técnicos e administrativos (seminários e cursos) oferecidos pela Arca Brasil. As informações foram divulgadas por Andréa Miotto.

Além dessas opções, há também locais que oferecem check-up gratuito ao coletarem sangue do animal para doação. O Hospital Sena Madureira, na Vila Mariana, e o Hemovet, no Parque São Lucas, são dois deles. Para doar sangue, o cachorro precisa pesar mais de 27 kg, ser vacinado, vermifugado e não estar prenhe e gatos precisam pesar ao menos 4,5 kg, entre outros critérios a serem informados por meio de contato com os locais que possuem banco de sangue.

 

 

Os contatos do Hospital Veterinário Sena Madureira e do Hemovet são, respectivamente: (11) 5572-8778 e (11) 2918-8050.

​Read More
Notícias

ONG Anjos da Guarda realiza campanha de castração de animais à baixo custo em Sete Lagoas (MG)

A ONG Anjos da Guarda estará realizando uma mega campanha de castração de animais à baixo custo no próximo domingo (4), em Sete Lagoas (MG). Serão castrados cães e gatos (machos e fêmeas) e coelhos machos. Veja todas as informações sobre a campanha de castração:

Campanha de Castração ONG Anjos da Guarda
Cães e Gatos (ambos os sexos) e coelhos machos
Domingo, dia 4
Endereço: rua Major Castanheira, N° 304 – Sete Lagoas, Minas Gerais
Próximo da Feirinha da Lagoa Paulino e da Churrascaria Três Marias
Facebook da ONG

Informações sobre a Campanha:
– O atendimento inicia-se às 8h30;
– O atendimento e distribuição de senhas é por ordem de chegada. Serão disponíveis 30 vagas para castrar os animais;
– O animal deve estar em jejum de 8h;
– Os animais deverão estar em coleira e/ou caixinha de transporte adequadas. Pedimos que identifiquem as caixinhas de transporte em
– Idade mínima para castração é 3 meses. Não existe idade máxima, a única exigência é que o animal esteja saudável;
– Os valores variam conforme o porte do animal, que será avaliado na hora, sendo os valores de 120,00 a 180,00, não existe diferença no valor entre fêmeas e machos. Não será aceito cheque e nem cartão;
– Os tutores que forem acompanhar o animal devem reservar o domingo, pois não há como garantir a hora que o animal será liberado da cirurgia;
– Pedimos que os animais não estejam com pulgas e carrapatos, pois além de ser uma questão de higiene e saúde para seu animal evita contágios a outros animais;
– O animal será liberado com receita de medicamentos que deve ser adquirida pelo tutor do animal, é de sua responsabilidade comprar e administrar os remédios conforme receita. O valor dos medicamentos não está incluso no valor da castração;

12
Divulgação

Fonte: Mega Cidade

​Read More
Notícias

Hospital veterinário em São Luís (MA) oferece serviços a baixo custo para animais

Divulgação
Divulgação

Em São Luís, os tutores de animais têm uma boa notícia. Serviços como consultas, exames, tratamentos e cirurgias estão sendo oferecidos a preços populares no Hospital Veterinário da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e, além de ajudar a população, colabora com a formação profissional dos alunos.

Para o auxiliar administrativo Luan Mascarenhas, os serviços oferecidos pela Uema são compensadores. “Eu pago, em média, R$ 40 por cada exame de imagem. Para quem não tem tanta condição para levar [o animal] ao veterinário particular é uma oportunidade enorme”, contou.

O valor praticado pela universidade só é possível porque o hospital-escola cobra somente o necessário para repor as medicações da farmácia e dos materiais hospitalares. Isso porque o objetivo da clínica não é o lucro, mas sim o aprendizado do aluno. “O nosso hospital não visa lucro. Nosso hospital trabalha com a reposição do material, então cobramos aquilo que vai ser gasto com o seu animal. O nosso lucro é o aprendizado do aluno”, comentou o diretor.

Para Nordman Wall, professor de medicina veterinária, a diferença do hospital para clinicas e ambulatórios se dar pela exclusividade dos serviços prestados pelos alunos em formação com acompanhamento de seus professores e especialistas na área veterinária.

“A diferença daqui é que nós trabalhamos exclusivamente com a parte da reabilitação do animal. Então como tem professores, mestres veterinários e estudantes, você tem mais pessoas pensando para a solução dos problemas”, explicou o professor. O Hospital Veterinário da Uema funciona das 8h às 17h.

Divulgação
Divulgação

Fonte: G1

​Read More
Você é o Repórter

Mutirão castra animais com baixo custo aos tutores em Osasco (SP)

Rosi Cheque
rosicheque@hotmail.com

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com o objetivo de esterilizar cães e gatos pertencentes a famílias de baixa renda, a Ação pró Vida Animal e Meio Ambiente (Avama) realizou no dia 20/7, mais um mutirão de castração de animais com baixo custo aos tutores.  Próximos mutirões serão nos dias 17 e 18 de agosto, na Rua Japão, 194, Jd. Oriental, e dias 24 e 25 de agosto, na Escola Estadual Educador Paulo Freire, Av. Passaredo, 400, Jd. Aliança.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No dia 20 de julho foram esterilizados 215 animais, sendo 80 cadelas, 60 cães, 40 gatas e 35 gatos. É importante destacar que, neste momento, a ação é direcionada aos moradores dos bairros Jardim Oriental e Jardim Aliança. Em dois finais de semana foram castrados 488 animais.

“Os animais são cuidados com muito carinho pela equipe de veterinários e auxiliares. A cirurgia tem a duração média de 20 minutos. Após a operação, o animal é lavado para uma sala de pós-operatório e só é liberado quando estiver consciente. Castrados, os animais desenvolvem um lado mais caseiro, se expondo menos a riscos e doenças”, comentou Jacy Malagoli, presidente da Avama.

Segundo Jacy, no mês de agosto haverá excepcionalmente dois mutirões para suprir a demanda de pessoas que não conseguiram fazer inscrição no Jardim Oriental.

O mutirão de castração está sendo realizado em um final de semana de cada mês, das 8h às 17h, e pretende percorrer todos os bairros de Osasco (SP). Haverá inscrições para a castração em local pré-definido e divulgado in loco (folder, panfletos), na feira de adoção e no bairro contemplado (com faixas e materiais de divulgação tais como folders, banners e releases).

Vantagens da castração

Reduz o risco de tumores de mama, próstata e tumores transmitidos sexualmente; nos gatos há a diminuição do hábito de urinar nos objetos da casa para demarcar território; evita que fiquem fora de casa por dias sem se alimentar para acasalar; evita gravidez indesejada, não ocorre mais o cio e nem o sangramento nas fêmeas; e animais se tornam mais saudáveis e sua expectativa de vida aumenta, pois há menor chance de doenças reprodutivas.

No ato da inscrição o interessado deverá apresentar RG, CPF, comprovante de endereço e pagar taxa de inscrição de R$ 10,00, o restante deverá ser pago no dia do mutirão.

Informações: Jacy Malagoli, dirigente da Avama, no (11) 99102-1905 ou jacymal@uol.com.br.

​Read More
Você é o Repórter

Protetora cria cadeira de rodas com tubos de PVC para animais deficientes

Maria Queiroz
protetoraqueiroz@gmail.com

Conheci Scheyla através dos emails de animais para adoção. Ela simplesmente apareceu. Uma pessoa incrível e adorável! Eu não a conheço pessoalmente, somente por emails e via web, mas já sou sua fã., mas fã mesmo e de carteirinha.

Scheyla relata que a vontade de ajudar os animais especiais sempre foi grande, sem mesmo nunca ter visto um. Aumentou quando ela foi pela primeira vez na AMA – Associação Amigo dos Animais da Vitória da Conquista –  Bahia, e presenciou de perto a vida de um animal paralítico. O nome daquele animal, que ela via de perto era Bob.

Penalizada com a situação de Bob, Scheyla e sua amiga resolveram ajudá-lo. Propuseram-se a comprar uma cadeirinha de roda para Bob, assim ele poderia andar, correr, se movimentar para um lado para outro e até mesmo brincar quando ela fosse visitá-lo. Mas, como cadeirinha de roda era caríssima, estando fora das suas condições, ela não desistiu da ideia de doar ao Bob uma cadeira de rodas.

Começaram a pesquisar na internet e Mariela encontrou um esquema de uma cadeira de roda com tubos de PVC, passando para Scheyla a função de analisar e estudá-lo. Scheyla analisa todo o esquema e percebe que ele não é tão fácil. Mas daí surgiu a ideia da criação da cadeirinha de roda de PVC, baseada no modelo encontrado na internet.. Scheyla, com o esquema que sua amiga de faculdade Mariela tinha lhe dado, sendo esse esquema um tanto alto explicativo, mas bastante complicado em razão do seu detalhamento para a montagem das peças,  estudou bem todo esse detalhamento e esquema para criar a cadeira para Bob. Ela também não deixou de pensar que, se alguém tinha feito, por que ela não conseguiria? Ela repetia para simesma, por várias vezes, que também poderia fazer.

Continuou a pensar na ideia de criar a cadeira de roda, avaliando que o material seria de baixo custo, como o cano, joelhos e o T , todos em material de pvc. As rodinhas que ela usaria seriam com certeza as utilizadas em carrinhos de feira, por serem mais leves e mais apropriadas.

Scheyla tornou seu desejo em realidade ao tomar a decisão de criar a cadeira de rodas em PVC, apesar das suas dificuldades. Também seria muito útil para os anjinhos da AMA, que eram 4 deficientes vítimas de atropelamento.

Relata também que sempre foi muito preocupada com os animais especiais (deficientes) e passou a ser mais ainda a partir do momento em que conheceu Bob. Por outro lado, para família de baixa renda, a cadeira seria a solução, permitindo que se movimentassem, corressem, brincassem. Voltassem a ter prazer de viver e a fazer o que já fizeram antes do acidente.

Confessa Scheyla que a primeira cadeirinha de PVC que ela fez deu muito trabalho, mas muito trabalho mesmo. Quando ela estava na montagem, por diversas vezes ela chorava e quase desistia. Às vezes chorava porque as rodinhas não se encaixavam, não dava certo, outras vezes era o T ou o joelho de PVC que não se encaixavam…

Mas, persistente, ela enxugava as lágrimas, limpava o suor da testa e voltava a montar a cadeirinha. Novamente encontrava dificuldade de ajustar a roda e as peças até que ela resolveu pedir ajuda a seu pai. Mais aliviada e com a paciência do seu pai, ela conseguiu ajeitar as rodinhas e, assim, surgiu a cadeirinha em PVC especialmente para Bob.

Bob ganhou sua cadeirinha e foi muito lindo! Imaginemos! Scheyla ficou tão emocionada, que não se conteve em choro, porque foi a primeira vez que Bob andou depois do acidente. Foi uma felicidade enorme!

Scheyla não parou. Passado um tempo, surgiu outra necessidade de cadeirinha de rodas para animal tetraplégico, modelo totalmente diferente do primeiro que foi seguido por ter encontrado um esquema na internet. Esse modelo era para animais muito mais especiais. Animais tetraplégicos.

Scheyla, com sua perseverança e amor aos animais especiais, conseguiu criar e garante que funciona muito bem. Têm sido anos de experiência com animais deficientes e para ela, pelo que ela pôde perceber, o pior para esses animais é a imobilidade.

Relata ainda Scheyla que, quando esses animais veem sua liberdade retomada, eles ficam muito felizes.

No caso dos tetraplégicos, os que não são sacrificados, estarão fadados a ficar deitado o dia todo. Mas é claro que eles guardam lembranças de que um dia já andaram, já tiveram um tutor e já foram felizes quando andavam normais.

Scheyla confessa que a cadeirinha funciona muito bem para esses animais especiais (deficientes). Ela garante que seria como um carrinho, que permite sua movimentação e a seus tutores levá-los para passear a qualquer momento. Fazem ambos se sentirem novamente felizes. “Quando eles veem sua liberdade retomada, ficam muito felizes, tenham certeza disso”, diz Scheyla.

Scheyla criou em maio um blog muito específico para a conscientização e valorização dos animais especiais (deficientes). É para ela um blog dez! Vale mesmo visitá-lo: http://www.projetomalu.blogspot.com. Dedicada como é Scheyla aos animais especiais, seu Blog também é muito especial.

Não parando Scheyla em pensar nos animais especiais, nestes últimos dias ela achou que caminhão de brinquedo “tipo caçamba”, do modelo que tem em vários tamanhos, poderá ser transformado em cadeirinha de roda para gatos.

Ela já está iniciando a criação. Relata que estava numa loja de R$1,99 e viu um caminhãozinho de brinquedo de criança e logo surgiu essa ideia. Transformá-lo em cadeirinha de rodas para gatos. Scheyla relata que todos os protetores sabem de seus gastos e o quanto uma cadeirinha de rodas feita em aço, é supercara. É a ideal. Mas muito mais cara mesmo!

Ela dá a dica a quem não tem condições pode e deve achar outras soluções para que os anjinhos possam ter uma vida melhor. E espera que mais pessoas possam fazer essas cadeirinhas e fica muito feliz com a divulgação, porque é uma luz lançada sobre a ignorância humana.

Scheyla, seja sempre essa menina de ouro! Continue fazendo o melhor para esses animais especiais, porque sabemos que a adoção desses animais especiais está cada vez muito mais difícil. Peço em nome dela doação de tubos de PVC, T, joelho, material para ela readequar a cadeira para tetraplégico, fitas que possam servir de suporte para os animais e também para poder puxar a cadeira.

Todos os materiais e ajuda deverão ser comunicados por contatos com o email protetoraqueiroz@gmail.com

Está raro uma adoção de animais especiais. Parabéns, Scheyla pela sua iniciativa e seu tárduo rabalho em prol dos animais especiaiis (deficientes) e mais ainda pelo amor que você tem para com eles.

Depoimentos, fotos dos animais especiais de Scheyla e vídeos do seu trabalho e amor pelos deficientes, estão no Blog Protetores Independentes http://blogprotetoresindependentes.blogspot.com/

​Read More
Você é o Repórter

Clínica veterinária em Diadema (SP) oferecerá castração a baixo custo

Susana Geraldo
susimarhy@yahoo.fr

A Clínica Veterinária Tom & Jerry de Diadema, Região do Grande ABCD, em SP, promoverá nos próximos dias 17/03 e 23/03, campanha de castração de cães e gatos, a preços populares (cães de até 10 kgs, R$ 60,00 – gatos R$ 50,00).

Aas cirurgias serão realizadas por veterinário com experiência neste tipo de campanha, é necessário agendar o horário pelos tels: (11)4054-1788 / 4054-4115.

A intenção da clínica é manter a campanha por pelo menos um dia por mês, durante todo o ano de 2010.

Informações também pelo e-mail: valmeida.dantas@ig.com.br

​Read More