Notícias

Hamilton comemora proibição do consumo de carne de cachorro e gato em cidade da China

Reprodução/Instagram/Lewis Hamilton

O automobilista Lewis Hamilton usou as redes sociais para comemorar a decisão da cidade de Shenzhen, na China, de proibir o consumo de carne de cachorro e gato.

Recentemente, a China proibiu temporariamente a venda de animais silvestres para consumo e o Ministério da Agricultura do país deixou classificar cães como animais para consumo. As mudanças têm relação com a pandemia de Covid-19, iniciada graças à exploração animal no mercado de Wuhan, conhecido por comercializar animais vivos e mortos.

“Acordei com ótimas notícias, as melhores que leio em um bom tempo. Obrigado, Shenzhen, agora vamos torcer para que aconteça com o resto da China”, escreveu Hamilton.

Vegano desde 2017, o automobilista, hexacampeão mundial de Fórmula 1, usa suas redes sociais para falar de veganismo e sustentabilidade com frequência, conscientizando seus seguidores.

“Em última análise, você quer se sentir bem. Você quer ter energia, para ser consistente. Você não quer ter grandes oscilações, altos e baixos em seus níveis de energia. O veganismo erradicou isso. Quando eu tinha 22 anos, era um talento bruto. Você tem uma abundância de energia, você está em forma, não há dores… Mas eu estou sempre olhando como posso melhorar”, disse Hamilton à revista “GQ”, ao incentivar o veganismo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Queimadas: Lewis Hamilton doa US$ 500 mil para resgate de animais na Austrália

“Me entristece profundamente saber que mais de 1 bilhão de animais na Austrália morreram dolorosamente, sem saída, sem culpa”, comentou Hamilton


O automobilista britânico Lewis Hamilton anunciou nesta quinta-feira (9) a doação de 500 mil dólares para o resgate de animais silvestres atingidos pelos incêndios na Austrália.

Hexacampeão mundial da Fórmula 1, Hamilton é vegano e apoia causas ambientais. Nas redes sociais, ele publicou imagens de um coala queimado recebendo cuidados veterinários. Mais de um bilhão de animais foram vítimas dos incêndios florestais. As informações são do jornal Extra.

“Me entristece profundamente saber que mais de 1 bilhão de animais na Austrália morreram dolorosamente, sem saída, sem culpa”, comentou Hamilton.

“Não é segredo o meu amor pelos animais e não posso deixar de sofrer pelos animais indefesos que se acredita terem morrido até agora, aproximando certas espécies da extinção”, completou.

Além de ter anunciado a doação, o piloto pediu que seus seguidores nas redes sociais se juntem a ele “para pensar no impacto que estamos tendo em nosso planeta”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More