Notícias

Peixe-boi ‘Astro’ se aproxima do litoral de Aracaju (SE)

Banhistas e condutores de embarcações que estiverem no Rio Vaza Barris, próximo ao litoral de Aracaju (SE), podem ter a surpresa de encontrar o peixe-boi marinho ‘Astro’, que se deslocou do Rio Real, na divisa entre Mangue Seco (BA) e Praia do Saco (SE).

O alerta foi emitido pela equipe do ‘Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho’, da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA). O pedido é de mais atenção, principalmente dos condutores das embarcações motorizadas para reduzirem a velocidade da navegação e até desligar o motor, quando estiver em uma distância inferior a 10 metros do animal.

Foto: FMA

Por chamar muita a atenção dos banhistas e turistas, a recomendação é que não ofereçam comida, bebida ou toquem no animal, para não prejudicar a saúde e a readaptação do peixe-boi marinho ao ambiente natural.

“É importante destacar que a presença deste animal nesta região é de grande relevância, pois trata-se da reocupação de uma antiga área de ocorrência histórica e constitui a distribuição mais ao sul da espécie”, lembra o pesquisador e médico veterinário, prof. Dr. João Carlos Gomes Borges, coordenador do Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho.

Acidentes

Os ambientalistas lembram que o animal, que é monitorado com uso de tecnologia satelital, já foi vítima de no mínimo 13 atropelamentos por embarcações motorizadas, que ocasionaram sérios ferimentos, com risco de morte.

No caso do animal se encontrar em situação de perigo, a FMA recomenda que os profissionais do Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho sejam acionados através dos números (83) 99961-1338/ (83) 99961- 1352 (whatsapp) e (79) 99130-0016.

O peixe-boi

‘Astro’ foi o primeiro animal da espécie a ser reintroduzido no país. No ano de 1991, ele foi encontrado ainda filhote encalhado na praia de Aracati, no estado do Ceará, sendo em seguida encaminhado para o Centro Mamíferos Aquáticos/ICMBio, em Itamaracá, onde recebeu atendimento adequado e permaneceu por três anos em processo de reabilitação.

Em 1994, foi transferido para um cativeiro construído em ambiente natural, em Paripueira (AL), e, após readaptado às condições ambientais, foi solto nesta mesma região. Por volta do ano de 1998, ‘Astro’ se deslocou para o litoral de Sergipe e, desde então, vem utilizando a área compreendida entre o rio Vaza-Barris (SE), o complexo estuarino rio Real até Mangue Seco, no litoral da Bahia.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

O ator Dick van Dyke diz que deve a sua vida a golfinhos

(da Redação)

Dick Van Dyke conta em entrevista como foi salvo por golfinhos. Foto: reprodução da TV

O ator Dick van Dyke, de 84 anos, conhecido por estrelar filmes como “Mary Poppins”, “O Calhambeque Mágico”, “Batman” e “Uma Noite no Museu” contou durante entrevista ao programa Late Late Show com Craig Ferguson que golfinhos salvaram sua vida. Ele estava surfando quando pegou no sono em cima da prancha e se afastou da costa. Ao acordar, afirma ele, não viu sinal de terra e começou a remar com as mãos.

Foi quando o ator notou que barbatanas circundavam a prancha. Pensei: ‘Estou morto!’ Mas eram golfinhos. E eles me levaram para a beira”, revelou Dick van Dyke.

​Read More
Notícias

Richard Gere quer que cidade onde Buda alcançou a iluminação seja vegetariana

O ator norte-americano Richard Gere, seguidor da religião budista há 35 anos, decidiu hoje dar incentivo a transformar em região totalmente vegetariana a cidade em que Buda alcançou sua iluminação, onde está de visita nesta quinta-feira.

Na segunda-feira, o astro do cinema chegou a Bodh Gaya, no estado de Bihar, ao norte da Índia, para participar de um seminário de cinco dias dado pelo Dalai Lama.

Foto: EPA
Foto: EPA

“Sou totalmente a favor de transformar Bodh Gaya em uma região vegetariana”, disse Gere antes de assistir a um discurso do líder espiritual budista, em declarações da agência indiana Ians.

Gere disse estar muito feliz por visitar a cidade: “Eu gostaria de voltar várias vezes”, afirmou. O ator encorajou tanto os aldeões quanto os turistas a abandonarem o consumo de qualquer tipo de carne e passar à vida vegetariana.

O ator reuniu-se nesta quarta-feira com o próprio Dalai Lama, segundo afirmou um oficial do mosteiro tibetano de Mahabodhi, que se apressou a esclarecer que Gere é como “qualquer fiel” do líder budista.

Gere participou também de uma passeata convocada pela Sociedade de Tibetanos pelo Vegetarianismo para transformar a cidade de Bodh Gaya em um espaço de comida só vegetariana, como já ocorre com algumas cidades sagradas hindus da Índia.

Richard Gere, que visitou o Dalai Lama em diversas ocasiões, é um dos rostos públicos mais conhecidos da causa tibetana em sua reivindicação de independência da China e sobre a denúncia de ocupação chinesa do Tibete.

O Dalai Lama teve de fugir do Tibete em 1959 e vive desde então junto a seu séquito e milhares de seguidores em Dharamsala, uma localidade situada nos Himalayas indianos.

Fonte: Terra

​Read More