Notícias

Comunidades ribeirinhas promovem a soltura de 684 quelônios em Juruti e Terra Santa (PA)

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Cerca de 684 quelônios foram devolvidos à natureza | Foto: Divulgação

Uma ação desenvolvida por moradores de Terra Santa e Juruti nas comunidades ribeirinhas e em parceria com o projeto “Pé de Pincha”, no Pará, foi responsável pela soltura de 684 quelônios. A iniciativa visa promover a conscientização e preservação da espécie na região.

Os quelônios, comumente representados por tartarugas marinhas e de água-doce; cágados, que vivem em água-doce; e os jabutis, encontrados em terra firme, são répteis da ordem Chelonia e somam mais de 260 espécies de quelônios.

Em parceria com o projeto “Quelônios do Sítio São Raimundo”, que existe desde 2015, moradores da comunidade Itaubal do município de Terra Santa, devolveram 284 quelônios à natureza. Já em Juruti, os animais foram soltos na região do rio Mamuru na comunidade Sabina. A comunidade que é responsável pela devolução de cerca de 6.400 animais à natureza até hoje, iniciou os trabalhos de conscientização em 2009. Os moradores de Juruti devolveram 400 quelônios.

De acordo com as idealizadoras e coordenadoras do projeto, as professoras Kellen Brito e Joelma Bentes, as atividades com as espécies vêm acompanhadas de um longo processo, como a coleta, transplante, transporte, monitoramento do lago, eclosão, alimentação dos filhotes, além de acompanhamento com anotações de dados e pessoas envolvidas. Segundo Kellen, em 2016 houve a soltura de 150 quelônios, e com a ajuda da população este número quase dobrou em 2017.

​Read More