Notícias

Imóveis são projetados para animais humanos e não humanos

Segundo pesquisa da Associação Nacional dos Fabricantes de Alimentos para Animais (ANFAL-PET), existem aproximadamente 25 milhões de cães e 11 milhões de gatos em todo o Brasil. E, segundo dados do Radar Pet 2009, o cachorro continua sendo o animal de estimação preferido, estando 78% com tutores residentes em apartamentos. Por ser este um número relevante, alguns imóveis passam a disponibilizar serviços que atendam as necessidades dos animais.

Em Campo Grande (MS), uma pesquisa feita pela Brookfield Incorporações mostrou que um local para brincar, cuidar e passear para os animais de estimação é importante para quem busca um novo imóvel. Entre os entrevistados, 8% possuíam gatos como animais de estimação e 47%, cachorros. Incentivada pelo resultado da análise, decidiu por investir no pet place. A incorporadora, que constrói o Vitalitá Condominium Club, na Via Park, na capital sul-mato-grossense, vai contar com pet play, pet shop e pet care.

A pesquisa entrevistou moradores de Campo Grande, responsáveis ou corresponsáveis pela decisão da compra de imóvel, com idade entre 25 e 55 anos e com renda familiar superior a R$ 3 mil.

“Amo cachorros e faz quatro anos que moro no mesmo condomínio e tutelo uma cadela. Mas sempre morei em apartamento e nunca vi áreas destinadas a animais, isso interfere um pouco na decisão de ter ou não um”, conta Fernanda Dada Paiva, moradora de um apartamento em Campo Grande.

Fernanda alega que, se isso fosse uma preocupação dos imóveis, certamente seria um diferencial que influenciaria também na decisão de local para moradia. “Eu economizaria inclusive meu tempo, se não precisasse me deslocar para brincar com eles e levá-los a uma clínica veterinária quando necessário”, diz.

André Albuquerque, que trabalha há 11 anos como veterinário e tem uma loja de pet shop na Capital, diz que acha importante os imóveis começarem a se preocupar com esse tipo postura”. Além de trazer vantagens ao animal, traz bem-estar e facilita a vida das pessoas”, ressalta.

Fonte: Portal MS

​Read More