Novo camarão vegano à base de algas criado pela Impossible Foods. (Foto: Russel Yip)
Notícias

Camarão vegano: uma nova opção de alimento à base de algas

A recente novidade de alimentos adaptados para o veganismo é o camarão vegano, criado pela empresa Impossible Foods. Logo após a criação acontecer, outra startup de alimentos apoiada pelo Vale do Silício adotou a produção do camarão vegano.

Embora o conceito do camarão vegano não seja totalmente novo, a New Wave Foods – empresa focada na produção frutos do mar sustentáveis ​​- está capitalizando a produção dos investidores e chefs da Impossible Foods.

O produto está em desenvolvimento desde os últimos dois anos e meio, e agora está começando a atingir restaurantes que trabalham com comidas veganas. Inclusive, o ex-chef executivo do Google, Charlie Ayers, está apresentando o camarão vegano da New Wave no cardápio de seu restaurante em Palo Alto, o Calafia Cafe.

Novo camarão vegano à base de algas criado pela Impossible Foods. (Foto: Charlie Ayers)
Novo camarão vegano à base de algas criado pela Impossible Foods e New Wave Foods. (Foto: Charlie Ayers)

Em entrevista ao San Francisco Chronicle, Charlie disse: “Fiquei realmente impressionado, mas não surpreso [com a New Wave Foods]. Quando eu tive a chance de cozinhar o camarão vegano, provei-o e dei para meus convidados desavisados ​experimentarem-o ​no restaurante, que ficaram igualmente encantados e impressionados com o seu perfil de sabor e textura e comestibilidade.”

A versão do camarão vegano desenvolvido pela New Wave inclui algas e proteínas vegetais como parte de sua composição – e orgulhosamente alega que é livre de alérgenos e kosher. A empresa tem procurado deixá-lo o mais próximo possível do camarão real.

Também para o SF Chronicle, Dominique Barnes, CEO e co-fundador da New Wave Foods, contou que o orgulho da empresa é “ser capaz de recriar a consistência do camarão a partir de plantas e ingredientes de algas”.

Esta nova marca de camarão sintético tem algumas implicações ambientais e de justiça social, uma vez que o camarão foi exposto como uma indústria que utiliza trabalho escravo em partes da Ásia. Sendo assim, as pessoas estão procurando maneiras de tornar o produto sustentável.

“Nosso maior fator motivador para fazer este produto é o impacto”, disse Barnes. “Precisamos de soluções para melhorar nossos sistemas alimentares para proteger a nós mesmos e ao nosso planeta. O camarão é de longe o nosso marisco favorito, mas tem as cadeias de fornecimento mais devastadoras com impactos negativos na saúde humana, no meio ambiente e na justiça social”.

Conforme a demanda por frutos do mar continua a crescer, é preciso apoiar ideias e soluções de alimentos mais sustentáveis, capazes de não destruir o ecossistemas dos oceanos.

​Read More