Notícias

Cão pesando 50 kg é resgatado de casa de tutora

Alimentação excessiva de tutora fez com que cão engordasse 50kg
Cão tinha dificuldade para se mover | Foto: Divulgação/SPCA International

Depois de ser alimentado excessivamente, um cão que chegou a pesar mais de 50kg precisou ser resgatado da guarda da tutora. Quando resgatado, o cão apresentava dificuldades para se mover.

O animal foi resgatado pelo centro de proteção a animais, Society for the Prevention of Cruelty to Animals International (SPCA). A tutora identificada como Denise Leitch, de 60 anos de idade, alegou que não pretendia fazer mal ao cão Tyko.

Levado sob custódia pelo centro, o cão já perdeu quase 37 kg, mas precisará de acompanhamento veterinário e remédios pelo resto da vida por conta dos danos causados em seu corpo pelo excesso de peso.

Em um texto a SPCA afirmou que o animal procura um novo lar que garanta que ao animal uma rotina saudável.”Ele está agora a procura de uma casa ativa que mantenha-o saudável e fitness. Ele ama perseguir bolas, mas não gosta muito devolvê-las”.

Dentre os problemas da obesidade animal, estão:

Maior pressão sobre o coração, pulmões, rim e articulações – Quase todos os órgãos do cão têm de aumentar o seu ritmo de atividade para manter o maior volume de massa do animal.

Agravamento de doenças articulares, como a artrite – O aumento de peso faz com que o cão tenha de forçar mais as articulações para se poder movimentar. A artrite, que provoca dores intensas, pode-se desenvolver devido ao aumento da pressão sobre joelhos, anca e cotovelos. Esta condição é ainda mais preocupante nas raças de porte grande que são já predispostas a desenvolver displasias.

Desenvolvimento de problemas respiratórios em tempo quente e durante exercício – Num cão obeso os pulmões têm menos espaço para se encherem de ar e têm em contrapartida de aumentar a sua capacidade de captação de oxigênio para fornecer ar ao maior número de células no corpo.

Desenvolvimento de diabetes – Doença sem cura que pode obrigar a injeções diárias e pode levar à cegueira. A incapacidade de produção de insulina para processar os níveis aumentados de açúcar está por detrás do desenvolvimento de diabetes.

Problemas gastrointestinais – Diarreia e o aumento da flatulência ocorrem mais frequentemente em cães obesos, situação que não é agradável nem para o cão e nem para o tutor.

 

​Read More