Notícias

Cão é vítima queimaduras de terceiro grau causadas por ácido em Alegre (ES)

De acordo com carta publicada na Gazeta Online, os alunos do CCA-UFES e demais moradores do município de Alegre, na região Sul do Espírito Santo, estão indignados com os atos desumanos que vêm ocorrendo contra os animais. Na última quinta-feira, dia 23 de setembro, alunos do curso de Agronomia, do Centro de Ciências Agrárias, encontraram um cão que foi queimado com ácido.

Cão encontrado com queimaduras de terceiro grau provocadas por ácido. Foto: Elaine Cruz de Jesus/ Cidadão Repórter

O animal estava muito debilitado e mal conseguia andar e deitar, mas, com a ajuda dos alunos, ele foi sedado e levado a uma república feminina para receber os cuidados necessários.

O cão teve 70% do corpo comprometido com queimaduras de terceiro grau e vem sobrevivendo com trabalho árduo dos alunos e pequenas doações. Alunos e moradores têm recebido ameaças de que, se os cães continuarem nas ruas, haverá mais feridos.

“Nosso desejo é que alguém assuma a responsabilidade e faça algo para que isso não se repita. Todos estamos indignados com essa situação e não sabemos a quem recorrer”, explicam.

A equipe do Cidadão Repórter da Gazeta Online, entrou em contato com o Núcleo de Proteção aos Animais, que funciona sob a supervisão da Delegacia de Meio Ambiente. A orientação é que qualquer cidadão que tome conhecimento de maus-tratos contra animais procure uma delegacia na região e registre um boletim de ocorrência para que o fato seja investigado e as devidas providências sejam tomadas.

As denúncias de maus-tratos contra animais no Estado do Espírito Santo podem ser feitas em qualquer Delegacia da Polícia Civil, diretamente na Delegacia de Meio Ambiente/ Núcleo de Proteção aos Animais, por meio do telefone (27) 3236-8136, ou pelo Disque-Denúncia do Estado, por meio do 181.

Fonte: Gazeta Online

​Read More